Pirelli não detecta motivo de furo de pneu de Vettel

Fornecedora oficial da F1 não consegue encontrar motivo da falha do pneu do alemão em investigação conjunta com Ferrari. Caso de Raikkonen ainda não tem veredito

Pirelli não detecta motivo de furo de pneu de Vettel
Kimi Raikkonen, Ferrari SF70H with front delaminating tire
Kimi Raikkonen, Ferrari SF70H, with a front puncture
Sebastian Vettel, Ferrari SF70H, with a front puncture
Sebastian Vettel, Ferrari SF70H, with a front puncture
Sebastian Vettel, Ferrari SF70H
Sebastian Vettel, Ferrari SF70H suffers a puncture
Pirelli Tyres
Pirelli engineer
Carregar reprodutor de áudio

Sebastian Vettel teve problemas faltando duas voltas para o fim do GP da Grã-Bretanha, em Silverstone, no fim de semana passado, quando o pneu dianteiro esquerdo furou. Mesmo assim, ele conseguiu completar a prova em sétimo.

Com Kimi Raikkonen sofrendo a mesma falha na volta anterior, a Pirelli iniciou uma investigação imediata com a Ferrari para tentar entender exatamente o que aconteceu.

O trabalho no pneu de Vettel concluiu que a falha foi desencadeada por um furo lento, no entanto, a Pirelli não conseguiu determinar com certeza o que causou a avaria em si, principalmente porque o pneu ficou muito danificado quando Vettel conseguiu trazê-lo de volta aos pits.

No exame das peças, incluindo os cintos internos, não mostrou nenhuma sugestão de nada de anormal.

Pode ser que a punção tenha sido causada por detritos em algum lugar na pista. Os pneus de Vettel teriam sido mais suscetíveis porque eles tinham 32 voltas de rodagem. No entanto, a Pirelli diz que isso nunca pode ser comprovado.

O trabalho ainda continua nos pneus de Raikkonen para tentar descobrir o que aconteceu.

"O pneu danificado de Kimi Raikkonen mostra menos evidências do que ocorreu, de modo que testes e análises ainda estão em andamento nos laboratórios da Pirelli. Levará mais alguns dias para chegarmos a uma conclusão definitiva", diz o comunicado da Pirelli à imprensa.

compartilhar
comentários
Nasr: número reduzido de equipes dificulta retorno à F1
Artigo anterior

Nasr: número reduzido de equipes dificulta retorno à F1

Próximo artigo

Sauber quer retornar ao nível de 2012, diz Wehrlein

Sauber quer retornar ao nível de 2012, diz Wehrlein