Fórmula 1
03 jul
-
05 jul
Evento encerrado
10 jul
-
12 jul
Evento encerrado
R
GP da Hungria
17 jul
-
19 jul
Próximo evento em
3 dias
31 jul
-
02 ago
Próximo evento em
17 dias
R
GP de 70º aniversário
07 ago
-
09 ago
Próximo evento em
24 dias
28 ago
-
30 ago
Próximo evento em
45 dias
04 set
-
06 set
Próximo evento em
52 dias
R
GP de Singapura
17 set
-
20 set
Canceled
25 set
-
27 set
Próximo evento em
73 dias
08 out
-
11 out
Canceled
R
GP dos Estados Unidos
23 out
-
25 out
Próximo evento em
101 dias
R
GP do México
30 out
-
01 nov
Próximo evento em
108 dias
13 nov
-
15 nov
Próximo evento em
122 dias
R
GP de Abu Dhabi
27 nov
-
29 nov
Próximo evento em
136 dias

Pirelli questiona eficiência de pneus de alto desgaste na F1

compartilhar
comentários
Pirelli questiona eficiência de pneus de alto desgaste na F1
6 de nov de 2018 14:24

Fabricante de pneus da F1, a Pirelli questionou se os compostos de alto desgaste representam o caminho certo para a categoria, especialmente devido às críticas recebidas recentemente por parte de equipes e pilotos.

No GP do México, vários pilotos fizeram críticas ao comportamento da borracha que perdia rendimento após poucas voltas. Isso fez com que a corrida contasse com uma pilotagem conservadora por parte da maioria, a fim de evitar o desgaste para poupar os pneus.

A Pirelli, por sua vez, se defendeu: “Nós fizemos o que a categoria nos pediu para fazer em termos de menor aderência e uma maior diferença de tempo entre um composto e outro, e, especialmente, em termos de desgaste”, disse Mario Isola, diretor esportivo da Pirelli, segundo o site RaceFans. “Agora, o pneu hipermacio está se desgastando, e os pilotos não estão felizes.”

“Então, é realmente útil ter pneus de alto desgaste ou não? Essa é a pergunta. Deveremos nos reunir, conversar e entender qual é o melhor caminho a seguir, porque estamos vendo que, se tivermos pneus mais e mais macios, eles [os pilotos] irão administrar mais o ritmo. Então, provavelmente, não é a direção correta.”

Isola lembrou que a filosofia da Pirelli foi fruto do desejo dos membros da F1, incluindo os pilotos, já que pneus de alto desgaste representam, em tese, mais pitstops e, consequentemente, maior variação estratégica.

“Acho que o grande passo foi em 2015, quando recebemos uma carta de missão. E a carta não foi só um acordo entre FIA e FOM, mas também de equipes e pilotos. Então, não vamos nos esquecer de que os pilotos também estavam envolvidos naquela carta”, lembrou Isola.

“No futuro, o ideal é termos uma nova carta com novos números, condições, metas concordadas inclusive pelos pilotos. Porque são eles que guiam o carro e precisam dizer o que eles querem. Aí depois é um meio termo entre todos, mas é importante tê-los a bordo.”

Próximo artigo
Force India planeja segurança extra para o GP do Brasil

Artigo anterior

Force India planeja segurança extra para o GP do Brasil

Próximo artigo

Fittipaldi: Gestão de pressão é “diferencial” entre Hamilton e Vettel

Fittipaldi: Gestão de pressão é “diferencial” entre Hamilton e Vettel
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1