Fórmula 1 GP dos Estados Unidos

Porsche se reaproxima da F1 e terá 50% da Williams em 2026, diz jornalista holandês

Segundo Jack Plooij, da Ziggo Sport, marca alemã estaria próxima de acordo com uma das equipes mais tradicionais da F1

Porsche logo

A Porsche esteve próxima de um retorno à Fórmula 1 com a Red Bull Racing, mas no início de setembro, as duas partes encerraram a formação do que poderia ser um acordo com início em 2026, também no ano em que a categoria terá novas unidades de potência.

O Grupo Volkswagen, detentora da marca alemã e que já tem acordo com a Sauber, não desistiu de ter a Porsche na maior categoria do automobilismo mundial e voltou ao campo e, de acordo com a mídia holandesa, a Williams é o próximo alvo.

Leia também:

Durante a transmissão da F1 pela TV holandesa Ziggo Sport, o jornalista Jack Plooij cravou que o acordo entre Porsche e Williams está “quase fechado” e que cada uma das partes teria 50% a partir da temporada de 2026.

Caso isso seja concretizado, a Volkswagen finalmente poderia colocar em prática os seus planos de ter as duas marcas na F1. Recentemente, outros rumores associavam à chegada da Porsche como fornecedora de unidades de potência para a Andretti, que ainda pleiteia um lugar no grid, sendo a 11ª equipe do campeonato.

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior RETA FINAL: Hamilton desafiando Verstappen? Tudo sobre F1 nos EUA e Stock Car
Próximo artigo F1: Russell se desculpa por toque que destruiu corrida de Sainz nos EUA

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil