Primeiro ministro revela intenção de trazer F1 de volta à Malásia

compartilhar
comentários
Primeiro ministro revela intenção de trazer F1 de volta à Malásia
23 de abr de 2019 14:46

Mahathir Mohamad, responsável por negociação com a categoria em 1999, acredita que ainda há interesse local no mundial de F1

A Malásia declarou interesse em voltar a sediar a Fórmula 1 em um futuro próximo. O país, que parou de ter corridas do mundial após 2017 citando os custos crescentes e retornos limitados gerados pelo esporte, quer retornar ao calendário.

O primeiro-ministro do país, Mahathir Mohamad, disse que tem interesse em retomar a realização da prova.

Leia também:

"Acreditamos que o interesse no GP ainda é muito grande e queremos trazer a corrida de volta para cá", disse ele na reunião geral anual da Câmara de Comércio da Malásia.

Observando que a pista em Sepang ainda está "muito ocupada", ele emendou: "muitas pessoas vão lá, temos corridas de moto por lá".

Mahathir disse que a F1 estimulou os malaios a entrarem na indústria automotiva, e as pessoas agora compram todos os tipos de carros novos porque se tornaram “viciadas em veículos motorizados”.

"Achamos que com um GP novamente poderemos conseguir mais de 100 mil espectadores, e isso valerá a pena para nós."

"Além disso, quando temos o GP, as emissoras de televisão transmitem isso para todo o mundo, trazendo cerca de 200 milhões de telespectadores", disse ele, acrescentando que isso serve como uma boa propaganda para a Malásia.

O GP da Malásia foi parte do campeonato mundial de F1 de 1999 a 2017. Mahathir era o primeiro ministro quando a primeira corrida de F1 foi realizada no país.

Próximo artigo
Hamilton é único da história no nível de Senna, diz Berger

Artigo anterior

Hamilton é único da história no nível de Senna, diz Berger

Próximo artigo

GALERIA: Conheça as marcas mais aleatórias e bizarras da história da Fórmula 1

GALERIA: Conheça as marcas mais aleatórias e bizarras da história da Fórmula 1
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Seja o primeiro a receber as últimas notícias