Raikkonen diz ter aprendido muito em 2014, mas evita previsões

Finlandês passou por temporada difícil na readaptação à Ferrari, mas acredita que equipe está no caminho certo

Raikkonen diz ter aprendido muito em 2014, mas evita previsões
Em sua segunda temporada após seu retorno à Ferrari, Kimi Raikkonen não quer estabelecer metas para 2015. O último campeão pela Scuderia, em 2007, o finlandês vem de um ano particularmente difícil, mas acredita que seu rendimento será diferente em 2015.

[publicidade] “Acho que aprendemos muito ano passado e também tivemos azar. Às vezes acontecem anos como aquele, mas acredito que tenhamos compreendido muitas coisas para mudar as coisas e nos fortalecer como equipe”, afirmou.

“Obviamente, queremos estar o mais forte que podemos, mas é muito cedo para dizer onde estaremos. Contando, que continuemos fazendo nosso trabalho, unidos e fazendo o que temos feito é um bom ponto de partida e obviamente os resultados virão. Do meu ponto de vista, não faz sentido colocar metas agora.”

Em 2015, Raikkonen, piloto mais velho do atual grid, com 35 anos, terá como companheiro um de seus poucos amigos dentro do paddock, Sebastian Vettel. Mas o finlandês não esconde querer bater o parceiro costumeiro dos jogos de badminton fora dos circuitos.

“Será bom trabalharmos na mesma equipe, tenho certeza de que compreendemos bem um ao outro. Nosso objetivo é levar a Ferrari adiante e fazer o melhor para o time. É claro que queremos lutar um contra o outro mas de uma maneira boa, forçando-nos a melhorar”, acredita.

Perguntado sobre o que pensa em formar uma dupla que soma cinco títulos mundiais, Raikkonen riu: “Obviamente é ele quem tem a maioria”, referindo-se ao tetracampeão entre 2010 e 2013. “Ele teve uma ótima carreira até aqui e tem muito tempo pela frente. Espero que possamos colocar a Ferrari no lugar em que ela merece estar.”

A exemplo de Vettel, Kimi também gostou do que viu até agora em relação ao novo carro. “Olhando todos os detalhes, dá para ver que ele é bonito. E quando é bonito, geralmente é um carro bom, mas temos de esperar até vê-lo nos testes.”

Como Vettel ficará a cargo de conduzir os dois primeiros dias de testes, Raikkonen só vai estrear com o SF-15T na próxima terça-feira, em Jerez, na Espanha.
compartilhar
comentários
Em fase de adaptação, Vettel quer superar barreiras para brilhar na Ferrari

Artigo anterior

Em fase de adaptação, Vettel quer superar barreiras para brilhar na Ferrari

Próximo artigo

Pré-temporada começa domingo; confira cronograma completo

Pré-temporada começa domingo; confira cronograma completo
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Autor Julianne Cerasoli