Raikkonen: problemas de motor da Ferrari são "estranhos"

Finlandês não sabe explicar perda de terreno do time nos campeonatos de pilotos e construtores

Raikkonen: problemas de motor da Ferrari são "estranhos"
Kimi Raikkonen, Ferrari
Kimi Raikkonen, Ferrari SF70H
Kimi Raikkonen, Ferrari SF70H
Kimi Raikkonen, Ferrari SF70H
Kimi Raikkonen, Ferrari SF70H
Kimi Raikkonen, Ferrari SF70H
Kimi Raikkonen, Ferrari SF70H

O companheiro de equipe de Kimi Raikkonen, Sebastian Vettel, começou o GP do Japão em segundo, mas foi forçado a abandonar logo no início com uma falha na vela de ignição, enquanto o rival do título, Lewis Hamilton, venceu a prova.

O problema aconteceu depois de outra falha que Vettel sofreu na Malásia, que o impediu de fazer uma volta rápida na classificação, enquanto que Raikkonen sofreu um problema semelhante que o impediu de começar a corrida.

O resultado disso foi que Hamilton aumentou a liderança para 59 pontos, com apenas quatro corridas para o fim e 100 pontos em disputa, enquanto no campeonato de construtores, a Ferrari agora vê a Mercedes com 145 de vantagem.

"Está longe de ser o ideal para qualquer um de nós, quando temos problemas técnicos", disse Raikkonen, que começou a prova de Suzuka em 10º, para terminar em quinto lugar.

"É um pouco estranho. Seb teve um problema antes da classificação [na Malásia], mas são duas vezes que os carros estão funcionando bem no quali e encontramos alguns problemas na largada."

"Obviamente, não é nada que esperamos. Temos que ver porque esses problemas estão acontecendo e corrigi-los. É uma dessas coisas que de repente te atinge e não há muito que você possa fazer."

"Há coisas que temos que consertar. Não é bom, mas acho que temos uma velocidade muito boa normalmente, mas se você não terminar a corrida, não adianta. Temos que corrigi-los e descobrir por que ultimamente tivemos esses problemas."

Raikkonen teve uma primeira volta fraca, perdendo cinco posições depois de brigar com Nico Hulkenberg antes de se recuperar para a quinta posição.

"Eu tinha uma velocidade decente para ultrapassagens, mas obviamente não era fácil. O sentimento sobre o carro foi um pouco complicado durante toda a corrida, não tínhamos melhor equilíbrio." 

"Algumas voltas foram boas, algumas outras um pouco mais difíceis. O resultado final está longe de ser o melhor possível."

compartilhar
comentários
Mercedes: Não podemos comemorar até entendermos nosso carro
Artigo anterior

Mercedes: Não podemos comemorar até entendermos nosso carro

Próximo artigo

Grid Girls japonesas brilham antes de corrida em Suzuka

Grid Girls japonesas brilham antes de corrida em Suzuka
Carregar comentários