Fórmula 1
19 mar
-
22 mar
Próximo evento em
22 dias
02 abr
-
05 abr
Próximo evento em
36 dias
30 abr
-
03 mai
Próximo evento em
64 dias
07 mai
-
10 mai
Próximo evento em
71 dias
21 mai
-
24 mai
Próximo evento em
85 dias
R
GP do Azerbaijão
04 jun
-
07 jun
Próximo evento em
99 dias
11 jun
-
14 jun
Próximo evento em
106 dias
25 jun
-
28 jun
Próximo evento em
120 dias
R
GP da Áustria
02 jul
-
05 jul
Próximo evento em
127 dias
R
GP da Grã-Bretanha
16 jul
-
19 jul
Próximo evento em
141 dias
30 jul
-
02 ago
Próximo evento em
155 dias
R
GP da Bélgica
27 ago
-
30 ago
Próximo evento em
183 dias
03 set
-
06 set
Próximo evento em
190 dias
R
GP de Singapura
17 set
-
20 set
Próximo evento em
204 dias
24 set
-
27 set
Próximo evento em
211 dias
08 out
-
11 out
Próximo evento em
225 dias
R
GP dos Estados Unidos
22 out
-
25 out
Próximo evento em
239 dias
29 out
-
01 nov
Próximo evento em
246 dias
12 nov
-
15 nov
Próximo evento em
260 dias
R
GP de Abu Dhabi
26 nov
-
29 nov
Próximo evento em
274 dias

Renault substitui presidente de competições

compartilhar
comentários
Renault substitui presidente de competições
Por:
15 de nov de 2018 11:16

Jerome Stoll dará lugar a Thierry Koskas na liderança da montadora em seu departamento esportivo

Thierry Koskas substituirá Jerome Stoll como presidente do braço esportivo da Renault no ano que vem. Koskas assumirá a presidência da Renault Sport Racing, reportando-se ao presidente e diretor executivo da Renault, Carlos Ghosn, em 1º de janeiro de 2019.

Em um pequeno comunicado, a Renault disse que Koskas teria como objetivo "levar a equipe ao mais alto nível" e "garantir que a contribuição da Fórmula 1 para a conscientização de marca da Renault em todo o mundo seja fortalecida".

Koskas foi nomeado vice-presidente executivo de vendas e marketing da Renault no início de 2016 e tornou-se membro do comitê executivo da fabricante no processo.

Ele trabalha para a Renault desde 1997.

Stoll, funcionário da Renault desde 1980 e que se tornou presidente da Renault Sport Racing no início de 2016, completará 65 anos no ano que vem.

A Renault deve conquistar o quarto lugar no campeonato de construtores da F1 nesta temporada, conseguindo seu melhor resultado desde que retornou ao grid como equipe de fábrica em 2016.

O time terminou em nono de 11 equipes naquele ano – legado de uma aquisição tardia da Lotus. Isso foi antes de melhorar para sexto em 2017. O objetivo inicial de cinco anos da Renault era voltar a ser uma força vencedora de corridas até 2020.

Embora este ano tenha marcado mais progressos em direção a essa meta, ela perdeu terreno na corrida de desenvolvimento e teve que suportar a pressão da equipe cliente da Ferrari, a Haas. A Renault também foi ajudada pela perda de um concorrente imediato, a Force India, graças aos problemas financeiros da equipe.

O motor da Renault permanece atrás dos Mercedes e da Ferrari, e parece ter sido alcançado pelo Honda.

No entanto, o diretor-gerente da Renault Sport, Cyril Abiteboul, prometeu um motor totalmente novo para 2019, se comprometendo a finalmente superar seu déficit na era V6 turbo-híbrida.

O time também reforçou sua estrutura técnica, principalmente com a adição do ex-FIA Marcin Budkowski, para impulsionar a produção em sua sede de chassi em Enstone.

Carlos Sainz Jr., Renault Sport F1 Team R.S. 18, leads Nico Hulkenberg, Renault Sport F1 Team R.S. 18

Carlos Sainz Jr., Renault Sport F1 Team R.S. 18, leads Nico Hulkenberg, Renault Sport F1 Team R.S. 18

Photo by: Glenn Dunbar / LAT Images

Próximo artigo
Bottas enaltece Hamilton: “Ele continua melhorando”

Artigo anterior

Bottas enaltece Hamilton: “Ele continua melhorando”

Próximo artigo

Hamilton esclarece polêmica após comentários sobre Índia

Hamilton esclarece polêmica após comentários sobre Índia
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Autor Scott Mitchell