Rosberg não vê pressão extra apesar de punição a Hamilton

Alemão insiste que penalização por troca de componentes do companheiro de equipe não muda nada

Nico Rosberg, Mercedes AMG F1

XPB Images

Nico Rosberg, Mercedes AMG F1 W07 Hybrid
Nico Rosberg, Mercedes AMG F1 W07 Hybrid
Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 and Nico Rosberg, Mercedes AMG F1
Polesitter Nico Rosberg, Mercedes AMG F1
Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 Team at FIA Press Conference
Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 Team at FIA Press Conference
Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 Team at FIA Press Conference

Com a confirmação de uma punição de pelo menos dez posições para Lewis Hamilton no GP da Bélgica deste final de semana, Nico Rosberg se tornou o grande favorito a vencer a prova. Nos dois últimos anos, a Mercedes impôs grande domínio em termos de ritmo em Spa-Francorchamps, apesar de não ter ganho em 2014 (quando os dois carros se tocaram).

Rosberg, no entanto, diz que nada pode ser tomado como garantido e não vê pressão maior para vencer.

"Isso não muda a pressão que me coloquei para este fim de semana", disse ele nesta quinta-feira. "Porque eu adoraria ter um grande fim de semana e tirar o melhor proveito dele para ganhar a corrida.”

"Claro que eu estou ciente da infelicidade de Lewis com a punição, e que isso vai fazer o fim de semana ser menos difícil para mim, porque ele é o meu maior rival direto.”

"No entanto, ainda vai ser um desafio, porque há um mês eu terminei atrás das duas Red Bulls. Então, ainda preciso vencer esta oposição, e até mesmo Lewis. Você sempre precisa contar com ele, porque com um pouco de sorte e Safety Cars, não há nenhuma razão para que ele não possa escalar o grid – especialmente em uma pista como esta, onde você pode ultrapassar muito facilmente.”

Rosberg diz que não pode tomar como certo o fato de que as Red Bulls irão tirar pontos de Hamilton.

"Não, porque eu não estou olhando para os pontos. Eu quero apenas vencer a corrida, e as Red Bulls vão ser um desafio maior neste fim de semana pela vitória."

"Durante as férias eu treinei muito. Foi uma oportunidade única de realmente elevar o meu nível de condicionamento físico no meio da temporada.”

"Demorou alguns dias para digerir Hockenheim com certeza, porque foi uma grande decepção. Mas a partir daí, não pensei sobre corridas. Só aproveitei o tempo, que foi muito bom.”

"Agora estou de volta. Não vou pensar sobre o passado, apenas estou aqui sabendo que tenho a oportunidade de estar na pole neste fim de semana e ganhar a corrida. Estou me concentrando neste desafio."

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior Massa ainda espera decisão da Williams para 2017
Próximo artigo Sem se sentir novato, Ocon não vê rivalidade com Wehrlein

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil