Rosberg triunfa, mas vê Hamilton ser 3º em GP acidentado

Piloto alemão tem dia tranquilo e ganha na Bélgica, porém vê companheiro de equipe minimizando prejuízo após ser beneficiado por acidentes

The podium (L to R): second place Daniel Ricciardo, Red Bull Racing; Race winner Nico Rosberg, Mercedes AMG F1; third place Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1

XPB Images

Nico Rosberg, Mercedes AMG F1
Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W07 Hybrid
Nico Rosberg, Mercedes AMG F1 W07 Hybrid leads at the start of the race
Sebastian Vettel, Ferrari SF16-H spins alongside team mate Kimi Raikkonen, Ferrari SF16-H at the start of the race
Sebastian Vettel, Ferrari SF16-H spins alongside team mate Kimi Raikkonen, Ferrari SF16-H at the start of the race
Grid girl
Grid girls on the drivers parade
Carlos Sainz Jr. , Scuderia Toro Rosso STR11 with a puncture and car damage
Daniel Ricciardo, Red Bull Racing
Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W07 Hybrid
Felipe Massa, Williams FW38 Mercedes
Sergio Perez, Sahara Force India F1 VJM09
Sergio Perez, Sahara Force India F1 VJM09
Pascal Wehrlein, Manor Racing MRT05 and Esteban Ocon, Manor Racing MRT05 at the start of the race
(L to R): Kimi Raikkonen, Ferrari SF16-H with team mate Sebastian Vettel, Ferrari SF16-H

Em uma prova bastante agitada na Bélgica, Nico Rosberg conquistou sua 20ª vitória na Fórmula 1. Sem vencer desde o GP da Europa, no Azerbaijão, o piloto alemão conseguiu um triunfo importante para sua campanha pelo título em 2016.

No entanto, Nico só pôde descontar dez dos 19 pontos de desvantagem que tinha para Lewis Hamilton. Saindo da última fila, o inglês se beneficiou de vários acidentes nas primeiras voltas e de uma bandeira vermelha para ser o terceiro ao fim do GP.

Daniel Ricciardo conquistou uma boa segunda posição. Em quarto e quinto lugares ficaram os dois carros da Force India, com Nico Hulkenberg segurando o mexicano Sergio Perez ao fim do GP.

A prova ficou marcada por vários acidentes em seu início. Na primeira curva, Max Verstappen se tocou com as duas Ferraris e avariou sua asa dianteira. Com vários pedaços se desprendendo de seu carro e do de Kimi Raikkonen, incidentes ocorreram em seguida, incluindo o abandono de Carlos Sainz por um pneu estourado. A direção de prova foi obrigada a neutralizar a prova com Safety Car Virtual.

Na volta, Kevin Magnussen bateu forte na saída da Eau Rouge após perder o controle de seu carro e destruiu a proteção de pneus. A prova teve de ser parada com bandeira vermelha e voltou 20 minutos depois.

Os incidentes ajudaram Lewis Hamilton e Fernando Alonso a subir na classificação. Largando da última fila, os pilotos foram para o top-5 na bandeira vermelha e se beneficiaram do fato de poderem trocar pneus durante a parada.

Felipe Massa acabou se beneficiando dos incidentes das primeiras voltas mas não fez uma boa prova. Ele chegou a ser o quarto, mas acabou chegando apenas em décimo. Felipe Nasr acabou sofrendo um furo de pneu na primeira volta e teve sua prova prejudicada após a bandeira vermelha. Ele ainda tomou uma penalização de cinco segundo por ter contado a Eau Rouge, e terminou em 17º e último.

A corrida

Rosberg largou bem, com Verstappen perdendo no primeiro pulo a segunda posição para as duas Ferraris. Tentando se recuperar na primeira curva, o piloto holandês acabou acertando os carros de Kimi e Vettel, avariando sua asa dianteira e a do finlandês. Após muitos problemas na volta inaugural (incluindo abandonos de Button, Wehrlein e Ericsson), Rosberg liderava a frente de Hulkenberg, Ricciardo e Massa.

Pelos detritos na pista após o incidente da primeira volta, Carlos Sainz acabou estourando seu pneu na reta Kemmel na volta 2 e teve de abandonar a prova. Os pedaços fizeram a prova ser neutralizada em Safety Car Virtual.

Na volta 7, Kevin Magnussen bateu forte na Eau Rouge trazendo o Safety Car para a pista. Com a proteção de pneus destruída, a direção de provas acabou paralisando a prova com bandeira vermelha.

Na parada, o top-10 era Rosberg, Ricciardo, Hulkenberg, Alonso, Hamilton, Massa, Perez, Kvyat, Palmer e Grosjean.

A corrida foi reiniciada 20 minutos depois com 34 voltas. Após a primeira volta, Hamilton passou Alonso. Seis voltas depois o inglês ultrapassou Hulkenberg pelo terceiro posto.

Chegando em Ricciardo, o piloto inglês acabou parando para um terceiro pit stop e perdeu a chance de alcançar o australiano. A dez voltas do fim o top-10 era Rosberg, Ricciardo, Hamilton, Hulkenberg, Perez, Vettel, Alonso, Massa, Bottas e Raikkonen.

Massa perdeu posições nas últimas voltas e terminou em décimo.

A próxima etapa acontece na semana que vem na Itália.

Resultado

Pos.PilotoChassiMotorDif.
1  Nico Rosberg  Mercedes Mercedes 1h44'51.058
2  Daniel Ricciardo  Red Bull TAG 14.113
3  Lewis Hamilton  Mercedes Mercedes 27.634
4  Nico Hulkenberg  Force India Mercedes 35.907
5  Sergio Perez  Force India Mercedes 40.660
6  Sebastian Vettel  Ferrari Ferrari 45.394
7  Fernando Alonso  McLaren Honda 59.445
8  Valtteri Bottas  Williams Mercedes 1'00.151
9  Kimi Raikkonen  Ferrari Ferrari 1'01.109
10  Felipe Massa  Williams Mercedes 1'05.873
11  Max Verstappen  Red Bull TAG 1'11.138
12  Esteban Gutierrez  Haas Ferrari 1'13.877
13  Romain Grosjean  Haas Ferrari 1'16.474
14  Daniil Kvyat  Toro Rosso Ferrari 1'27.097
15  Jolyon Palmer  Renault Renault 1'33.165
16  Esteban Ocon  Manor Mercedes 1 volta
17  Felipe Nasr  Sauber Ferrari 1 volta
   Kevin Magnussen  Renault Renault  
   Marcus Ericsson  Sauber Ferrari  
   Carlos Sainz Jr.  Toro Rosso Ferrari  
   Jenson Button  McLaren Honda  
   Pascal Wehrlein  Manor Mercedes  

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior Verstappen e Ricciardo com pneus diferentes na largada
Próximo artigo Diferença de Hamilton para Rosberg cai; veja classificação

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil