Stroll fala sobre críticas da imprensa e nas redes sociais: "As pessoas me destroem"

compartilhar
comentários
Stroll fala sobre críticas da imprensa e nas redes sociais: "As pessoas me destroem"

Mas piloto canadense afirma que tenta bloquear a negatividade e responder na pista

O canadense Lance Stroll segue sendo um dos pilotos mais divisivos do grid da Fórmula 1. Mesmo estando a frente de Sergio Pérez na classificação do Mundial e com o pódio no GP da Itália, ele segue sendo muito criticado pelos fãs nas redes sociais. E Stroll comentou sobre o impacto dessas críticas.

Stroll estreou na F1 em 2017, tendo ao seu lado na Williams o brasileiro Felipe Massa e, apesar de ter conquistado um pódio em sua primeira temporada, sempre foi visto como um piloto que está no Mundial apenas devido ao dinheiro do seu pai, o bilionário Lawrence Stroll.

Leia também:

Esse tópico voltou a aparecer em outros momentos, como quando a Racing Point abriu mão de Esteban Ocon para trazer o "filho do dono" para a vaga. Mais recentemente, o tópico esteve em voga novamente quando Sergio Pérez anunciou sua saída da equipe para abrir espaço para a chegada de Sebastian Vettel. Muitos defendem que a Aston Martin deveria se livrar de Stroll e manter Vettel e Pérez como dupla.

Ao podcast In the Pink, da jornalista Natalie Pinkham, Stroll falou sobre como lida com as críticas que vê nas redes sociais.

"Esse tipo de coisa sempre vai existir. Acho que como as coisas são. Eu já percebi isso há um bom tempo. Cada um tem sua opinião e eu tento responder na pista. Eu fico na minha própria bolha e bloqueio a negatividade que vem de fora".

"Quando você é bem-sucedido em algo, correndo atrás de seus sonhos, vai encontrar algumas pessoas que vão tentar te deixar para baixo. Eles encaram frustrações, têm algum tipo de inveja. Esse é o mundo em que vivemos".

"Sempre haverá um ruído, algum tipo de negatividade. Eu tento me manter positivo, ouvindo apenas as pessoas ao meu redor. É isso que importa. Não dá para agradar todo mundo".

Stroll ainda ressaltou que isso não é algo novo, que já existe desde a sua estreia na Williams.

"Já no meu primeiro ano, na Williams, as pessoas começavam a me destruir quando eu cometia um erro. Na minha vida também. Pessoas que não eram amigos de verdade, mas, quando eu ia bem, viravam meus melhores amigos".

"Nas redes sociais é a mesma coisa. Quando vou bem, silêncio. O ódio desaparece. Aí vou mal e tudo começa de novo. Percebi esse padrão cedo e, para ser sincero, você precisa rir disso. Se não rir, a vontade é de chorar. Eu já tento encarar tudo de modo leve".

Racing Point RP20 (Temporada 2020)
Racing Point-BWT Mercedes RP20
Motor: Mercedes
Combustível: Petronas
Pneus: Pirelli

Pilotos:

11 - Sergio Pérez

18 - Lance Stroll

Entenda como Max Verstappen pode sair da Red Bull antes do fim de seu contrato

PODCAST: Após 'comemorar' GP 1000, qual é o tamanho da crise da Ferrari?

 

.

Webber defende contratação de Vettel pela Aston: "Hulkenberg, Pérez e Stroll não têm a mesma qualidade"

Artigo anterior

Webber defende contratação de Vettel pela Aston: "Hulkenberg, Pérez e Stroll não têm a mesma qualidade"

Próximo artigo

F1: Jordan diz que Wolff deveria aproveitar boa fase e "sair de uma vez" da Mercedes

F1: Jordan diz que Wolff deveria aproveitar boa fase e "sair de uma vez" da Mercedes
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1