Fórmula 1
04 set
Próximo evento em
24 dias
R
GP da Toscana
11 set
Próximo evento em
31 dias
R
GP de Singapura
17 set
Canceled
R
GP da Rússia
25 set
Próximo evento em
45 dias
R
GP do Japão
08 out
Canceled
R
GP dos Estados Unidos
23 out
Canceled
R
GP do México
30 out
Canceled
R
GP do Brasil
13 nov
Canceled
R
GP de Abu Dhabi
27 nov
Próximo evento em
108 dias

Stroll vê GP da Hungria positivo para equipe e defende: "O pódio era uma possibilidade hoje"

compartilhar
comentários
Stroll vê GP da Hungria positivo para equipe e defende: "O pódio era uma possibilidade hoje"
19 de jul de 2020 19:10

Stroll e Pérez não conseguiram repetir os resultados do treino classificatório

A dupla da Racing Point teve provas bastante diferentes no GP da Hungria de Fórmula 1 neste domingo. Enquanto Lance Stroll sempre se manteve entre os primeiros colocados, Sergio Pérez teve uma largada ruim, caindo para trás e precisando fazer uma corrida de recuperação. Mas o canadense sai da Hungria com uma visão positiva sobre a equipe.

Stroll acredita que tinha condições de terminar a prova na terceira colocação, mas que a aposta pela chuva atrapalhou na estratégia, permitindo a ultrapassagem de Bottas.

Leia também:

"Eu definitivamente acho que o pódio era uma possibilidade hoje. Decidimos ficar mais tempo na pista no meio da prova, e foi onde Valtteri conseguiu me ultrapassar. Ele parou e nós esperamos a chuva, tentando aumentar a duração do stint".

"Infelizmente, a chuva não veio e ele conseguiu fazer a ultrapassagem. Uma pena. Acho que tínhamos bom ritmo mas, no final, temos que comemorar o resultado. Bons pontos para a equipe. Um final de semana sólido, do início ao fim".

Stroll defende que a Racing Point era o segundo carro do grid na Hungria, apesar do resultado não mostrar isso, e disse que mal pode esperar pela rodada dupla de GPs em Silverstone, no início de agosto.

"Eu realmente acredito que tínhamos o segundo carro mais rápido do final de semana, o que me deixa muito positivo para o resto do ano. Mal posso esperar por Silverstone, que será um outro teste para o carro, um circuito bem diferente de Budapeste".

Já Pérez não teve o melhor dos finais de semana. Após se classificar atrás de Stroll no sábado, o mexicano também teve uma largada ruim, assim como Bottas, e acabou a prova apenas na sétima colocação.

"Eu tive um começo bem ruim e ficou difícil de recuperar depois. Quando a pista estava seca, eu ainda fiquei perto de ir parar no muro. Com sorte, consegui recuperar, mas perdi duas posições. Com a nossa estratégia, cheguei perto de ultrapassar dois carros, mas acabou não acontecendo".

Ontem, após a classificação, Pérez revelou que sentiu tonturas durante o treino, mas disse que hoje estava melhor, apesar de não ter sido uma corrida das mais confortáveis.

"Me sinto melhor que ontem. Não foi a mais confortável das corridas, mas foi bem melhor que a classificação ontem. Minha corrida foi comprometida pela largada. A largada foi muito ruim. Eu não tinha tração".

PÓDIO: Os bastidores do GP da Hungria com Lucas di Grassi e Rico Penteado

PODCAST: Guerra de bastidores na F1 e entrevista exclusiva com Igor Fraga

 

Mercedes explica confusão por pit stop de Hamilton no fim do GP

Artigo anterior

Mercedes explica confusão por pit stop de Hamilton no fim do GP

Próximo artigo

Frustrado, chefe da Racing Point defende que conseguirá provar legalidade: "Temos 886 desenhos só dos dutos de freio"

Frustrado, chefe da Racing Point defende que conseguirá provar legalidade: "Temos 886 desenhos só dos dutos de freio"
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1