Fórmula 1
R
GP da Austrália
12 mar
-
15 mar
Próximo evento em
45 dias
19 mar
-
22 mar
Próximo evento em
52 dias
02 abr
-
05 abr
Próximo evento em
66 dias
16 abr
-
19 abr
Próximo evento em
80 dias
30 abr
-
03 mai
Próximo evento em
94 dias
07 mai
-
10 mai
Próximo evento em
101 dias
21 mai
-
24 mai
Próximo evento em
115 dias
R
GP do Azerbaijão
04 jun
-
07 jun
Próximo evento em
129 dias
11 jun
-
14 jun
Próximo evento em
136 dias
25 jun
-
28 jun
Próximo evento em
150 dias
R
GP da Áustria
02 jul
-
05 jul
Próximo evento em
157 dias
R
GP da Grã-Bretanha
16 jul
-
19 jul
Próximo evento em
171 dias
30 jul
-
02 ago
Próximo evento em
185 dias
R
GP da Bélgica
27 ago
-
30 ago
Próximo evento em
213 dias
03 set
-
06 set
Próximo evento em
220 dias
R
GP de Singapura
17 set
-
20 set
Próximo evento em
234 dias
24 set
-
27 set
Próximo evento em
241 dias
08 out
-
11 out
Próximo evento em
255 dias
R
GP dos Estados Unidos
22 out
-
25 out
Próximo evento em
269 dias
29 out
-
01 nov
Próximo evento em
276 dias
12 nov
-
15 nov
Próximo evento em
290 dias
R
GP de Abu Dhabi
26 nov
-
29 nov
Próximo evento em
304 dias

Todt: Vi o GP do Brasil de F1 com Schumacher em sua casa

compartilhar
comentários
Todt: Vi o GP do Brasil de F1 com Schumacher em sua casa
7 de dez de 2018 16:56

Em entrevista a jornal alemão, presidente da FIA confirma que visitou heptacampeão e assistiu prova de Interlagos a seu lado

Pouco se sabe sobre o estado de saúde de Michael Schumacher desde seu acidente de esqui no final de 2013 nos alpes franceses. O piloto acabou caindo de cabeça em uma pedra, e, com o impacto, destruindo seu capacete.

Schumacher conseguiu se recuperar do estágio de coma inicial em meses, foi para sua casa, mas nunca mais fez aparições em público e seu estado de saúde é guardado sob grande sigilo por sua família e amigos.

No entanto, em entrevista ao jornal alemão Auto-Bild, Jean Todt – atual presidente da FIA e ex-chefe de equipe da Ferrari durante os títulos de Schumacher – afirmou que assistiu o GP do Brasil ao lado do heptacampeão mundial em sua casa em Gland, na Suíça.

"Na verdade, sempre sou cauteloso quando digo alguma coisa", disse Todt.

"Mas é verdade que assisti ao GP do Brasil na Suíça com o Michael."

Isso foi tudo o que o dirigente de 72 anos de idade disse na entrevista, pelo menos no que diz respeito a Schumacher. Ele disse que não gostou de ver a corrida pela TV alemã RTL devido aos muitos intervalos comerciais.

"Entendo que as emissoras privadas financiam sua cobertura dessa maneira e que o procedimento está em conformidade com a lei. Mas eu gostaria de ter uma daquelas janelinhas no canto para ver a corrida. Quando vejo uma corrida, quero entender."

"Mas os repórteres e comentaristas são muito competentes."

"Eu não quero criticar isso. Eu sei o quão difícil este trabalho é. Eu não gostaria de fazer isso e sempre aconselhei Michael contra isso", encerrou.

Próximo artigo
Raikkonen: Sauber tem todas as ferramentas para ter um “grande carro”

Artigo anterior

Raikkonen: Sauber tem todas as ferramentas para ter um “grande carro”

Próximo artigo

Wolff admite que mudou de ideia sobre halo

Wolff admite que mudou de ideia sobre halo
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1