Verstappen evita opinar sobre F1 no RJ, mas pondera: “Sempre gostei de São Paulo”

compartilhar
comentários
Verstappen evita opinar sobre F1 no RJ, mas pondera: “Sempre gostei de São Paulo”
Por:
9 de mai de 2019 16:20

Piloto da Red Bull que já deu show em Interlagos em 2016 e liderou em 2018 falou também sobre GP em “casa” na Holanda

Max Verstappen deixou sua marca no GP do Brasil de F1 com grandes atuações em 2016 – na chuva – e em 2018, antes de ser tocado por Esteban Ocon, além de protagonizar um desentendimento com o piloto francês que fazia parte da Force India.

Com a possível saída de Interlagos do calendário da F1 nos próximos anos, o piloto da Red Bull foi questionado sobre a decisão anunciada pelo presidente Jair Bolsonaro nesta quarta-feira.

Leia também:

“Bem, eu não sei, isso depende de como a pista (do Rio será) . Então eu não posso comentar sobre isso ainda. Mas sempre gostei de São Paulo. É uma boa pista.”

Ainda falando sobre pistas, e o GP da Holanda próximo de voltar, Verstappen minimizou o fato de poder correr “em casa”.

“Eu já tenho uma espécie de GP em casa em Spa, já que nasci na Bélgica. Mas é claro que seria ótimo ter Zandvoort conosco. Mas sim, para mim, não significa que estou mais motivado ou algo assim. Você tenta fazer o seu melhor em todos os GPs.”

Verstappen também fez questão de comentar as semifinais da UEFA Champions League (UCL), que teve o Ajax perdendo a classificação para a final nos últimos segundos.

"Não, porque eu estava jantando”, disse Max quando perguntado se assistiu o jogo contra o Tottenham. “Eu estava apenas seguindo pelo meu celular. E pensei 'ok, isso está definido', mas depois os segundos finais foram um pouco dramáticos. O outro, onde eu estava... eu estava voando. Mas quando cheguei, vi o resultado, também fiquei um pouco chocado. Mas isso é futebol. Às vezes você tem alguns resultados malucos.”

O piloto admitiu que gostaria de ter visto o grande rival na final: “Bem, eu torço para o PSV - mas sim, eu gostaria que o Ajax vencesse. Quer dizer, eu não estou chorando, como alguns dos meus amigos, alguns dos meus amigos ficaram muito emocionados depois do jogo.”

“Um não respondeu por uma hora quando eu disse a ele "azar" e então ele voltou para mim e disse que não estava se sentindo muito bem. Eu não estou tão devastado, mas é claro que seria ótimo para o Ajax estar na final.“

Comparações futebol x F1

Assim como as duas partidas das semifinais da UCL foram emocionantes, foi também perguntado a Verstappen se a F1 poderia ter esse nível de imprevisibilidade.

“Bem, não dá. Porque é basicamente como se um carro estivesse três voltas atrás e de repente vencesse a corrida. Eu não sei, é apenas um esporte diferente, coisas diferentes podem acontecer, a emoção também.”

“Esse jogo é decisivo para o resto do campeonato ou qualquer outra coisa. É diferente, estamos fazendo 21 corridas.”

Próximo artigo
Clientes, Haas e Alfa Romeo não terão atualização de motor Ferrari na Espanha

Artigo anterior

Clientes, Haas e Alfa Romeo não terão atualização de motor Ferrari na Espanha

Próximo artigo

GALERIA: Veja as atualizações aerodinâmicas das equipes de Fórmula 1 em Barcelona

GALERIA: Veja as atualizações aerodinâmicas das equipes de Fórmula 1 em Barcelona
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Autor Erwin Jaeggi
Seja o primeiro a receber as últimas notícias