Vettel duvida que Bottas impediu chance de vencer na Hungria

Sebastian Vettel duvida que teria ultrapassado Lewis Hamilton se não tivesse ficado preso atrás de Valtteri Bottas no GP da Hungria.

Vettel duvida que Bottas impediu chance de vencer na Hungria

Vettel iniciou a corrida com pneus macios comparados aos ultramacios das Mercedes, mas esteve determinado a ultrapassar Bottas após um forte primeiro trecho de prova.

Isso teria dado a chance de tentar alcançar o líder Hamilton com pneus mais novos e macios. Contudo, Vettel perdeu tempo atrás de retardatários e acabou por ter um pitstop lento.

Vettel terminou em segundo depois de ultrapassar Bottas e admitiu que “algo não saiu como o planejado”.

“Perdemos tempo e saímos atrás, e isso não ajudou. Sem isso, teria sido uma parte final de corrida muito mais relaxada, provavelmente caçando Lewis”, disse o alemão.

“Mas, com a vantagem que ele tinha, acho que teria sido difícil alcançar – e aí é uma história completamente diferente, especialmente com as ultrapassagens por aqui.”

“Acho que poderíamos ter conseguido a parte de alcançar, mas não a de ultrapassar.”

“No fim, não muda muito. Apenas tivemos um pouco mais de trabalho do que se tivéssemos voltado à frente.”

Vettel não acredita que o tempo preso atrás de Bottas mudou a corrida, mas Hamilton considera que o finlandês desempenhou um papel chave.

“Sem sua ótima pilotagem, a equipe poderia não ter vencido hoje”, escreveu Hamilton em seu Instagram. “Teria sido muito apertado ali no fim.”

A Ferrari poderia ter evitado a perda de posição para Bottas se chamasse Vettel para o pitstop um pouco antes, já que o alemão admitiu que os pneus ultramacios duraram mais do que ele esperava.

Contudo, Vettel acredita que a equipe tomou provavelmente a decisão certa com as informações que estavam disponíveis naquele momento.

“Foi bom que tenhamos sido mais rápidos com pneus mais velhos que os de Valtteri e aberto uma diferença”, disse Vettel.

“E aí é um pouco difícil prever o trânsito e sabendo o quão bem você passará pelo tráfego ou não. Neste caso, eu perdi bastante. Essa foi uma coisa, e aí teve o pitstop. O ultramacio era muito mais forte na corrida do que era na sexta-feira.”

“Obviamente, com as informações sobre Lewis, eles não ligam para nós e dizem ‘nossos pneus ainda estão bons, então você pode parar mais cedo’. Não é assim que funciona.”

“E o pior que pode acontecer é que você entra antes, ganha a posição e aí despenca no fim.”

“Você não quer fazer isso. Acho que o que fizemos foi OK.”

compartilhar
comentários
Hamilton: “Aproveitar GPs difíceis foi nossa principal força”
Artigo anterior

Hamilton: “Aproveitar GPs difíceis foi nossa principal força”

Próximo artigo

VÍDEO: Top 10 GP da Hungria de 2018

VÍDEO: Top 10 GP da Hungria de 2018
Carregar comentários