Covid de Pérez adiou anúncio de Vettel na Aston, diz jornal italiano

compartilhar
comentários
Covid de Pérez adiou anúncio de Vettel na Aston, diz jornal italiano

Gazzetta dello Sport informa que o acordo já está assinado que o anúncio deveria ter ocorrido entre as duas provas de Silverstone

O futuro de Sebastian Vettel na Fórmula 1 já está selado, segundo informações do jornal italiano Gazzetta dello Sport. De acordo com a publicação, o tetracampeão mundial já assinou o contrato com a Racing Point/Aston Martin para 2021, mas um acontecimento recente levou a equipe a adiar o anúncio oficial, que estava programado para o último final de semana, no GP da Grã-Bretanha.

O problema que levou à mudança de planos foi o contágio de Sergio Pérez com o coronavírus. Com as atenções voltadas ao mexicano, a equipe achou melhor focar na saúde de seu piloto antes de oficializar a contratação de Vettel.

Leia também:

A negociação da equipe com o alemão já vinha desde antes do início da temporada. A Racing Point, que se tornará Aston Martin em 2021, surgiu como uma opção surpresa para Vettel, já que tanto Pérez quanto Lance Stroll tem contratos garantidos para os próximos anos.

Porém, nas semanas seguintes, Pérez confirmou que havia em seu contrato uma cláusula que, caso acionada, permitia à equipe liberar o mexicano, abrindo a vaga para Sebastian Vettel em 2021.

Durante o GP da Grã-Bretanha, Vettel evitou dar novas informações sobre a negociação com a Racing Point, afirmando apenas que não tinha pressa para definir seu futuro, preferindo tirar o tempo necessário para definir qual seria a melhor opção para ele.

Com a chegada da Aston Martin, o dono da equipe, Lawrence Stroll, tem ambições cada vez maiores para seu time, e decidiu assinar com Vettel pensando em uma construção para o futuro na categoria. Apesar de a escolha mais lógica ser manter Pérez ao lado de Vettel, o mexicano já havia falado anteriormente que era óbvio quem sairia na eventualidade de uma contratação de Vettel, já que Lance Stroll é filho do mandatário da escuderia.

Pérez completa quarentena, mas depende de teste negativo para correr no GP dos 70 Anos

Artigo anterior

Pérez completa quarentena, mas depende de teste negativo para correr no GP dos 70 Anos

Próximo artigo

Wolff detona protesto da Renault: "Na verdade, eles são contra a Racing Point ter tantos pontos"

Wolff detona protesto da Renault: "Na verdade, eles são contra a Racing Point ter tantos pontos"
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1