Fórmula 1
25 mar
Próximo evento em
24 dias
06 mai
Próximo evento em
66 dias
20 mai
Próximo evento em
80 dias
R
GP do Azerbaijão
03 jun
Próximo evento em
94 dias
10 jun
Próximo evento em
101 dias
24 jun
Próximo evento em
115 dias
R
GP da Áustria
01 jul
Próximo evento em
122 dias
R
GP da Grã-Bretanha
15 jul
Próximo evento em
136 dias
29 jul
Próximo evento em
150 dias
R
GP da Bélgica
26 ago
Próximo evento em
178 dias
02 set
Próximo evento em
185 dias
09 set
Próximo evento em
192 dias
23 set
Próximo evento em
206 dias
R
GP de Singapura
30 set
Próximo evento em
213 dias
07 out
Próximo evento em
220 dias
21 out
Próximo evento em
234 dias
28 out
Próximo evento em
241 dias
R
GP da Arábia Saudita
03 dez
Próximo evento em
277 dias
R
GP de Abu Dhabi
12 dez
Próximo evento em
286 dias

Williams anuncia Jenson Button como novo conselheiro sênior da equipe

Anúncio marca volta do campeão de 2009 à equipe que o revelou na Fórmula 1 no início de 2000

compartilhar
comentários
Williams anuncia Jenson Button como novo conselheiro sênior da equipe

O britânico Jenson Button está de volta à casa que o revelou para o mundo da Fórmula 1 no início dos anos 2000. A Williams anunciou nesta sexta (22) que o campeão de 2009 foi contratado para se juntar à equipe na função de conselheiro sênior, em um acordo de múltiplos anos.

Button estreou na F1 em 2000 com a Williams e logo em seu ano de estreia, terminou em oitavo no Mundial de Pilotos, acumulando diversas provas na zona de pontuação, incluindo um quarto lugar no GP da Alemanha, na primeira vitória de Rubens Barrichello na F1. 

Leia também:

O britânico, que corria ao lado de Ralf Schumacher, impressionou Sir Frank Williams e o paddock da F1. Nos anos seguintes, correu ainda na Benetton e na Renault antes de assinar com a BAR em 2003. Na temporada seguinte, teve performances impressionantes com a equipe, subindo ao pódio em dez das 18 etapas e terminando o Mundial em terceiro.

Button ainda seguiu dentro da estrutura da equipe pelos anos seguintes, acompanhando a transição para Honda e, posteriormente, Brawn, onde conquistou seu título mundial após um início de temporada arrasador em 2009, com seis vitórias e um terceiro lugar nas sete primeiras corridas. Apesar das rivais melhorarem seus carros enquanto a Brawn ficou estagnada, a boa performance na primeira metade foi suficiente para garantir uma diferença na ponta.

Com o fim da Brawn do grid logo após a conquista do título, Button foi para a McLaren, onde ficou até sua saída da F1, no final de 2016. No total, ele acumula 15 vitórias e 50 pódios ao longo de sua carreira na categoria.

Mesmo fora da F1, Button manteve seu envolvimento com o esporte, tanto como piloto, correndo na Super GT e no Mundial de Endurance, quanto como dono de equipe na GT Britânica.

Segundo informado pela equipe em comunicado, Button "aconselhará a equipe em Grove, além de ajudar no desenvolvimento de corridas e dos pilotos da Academia". O britânico ainda deve estar presente em algumas corridas ao longo de 2021, fazendo dobradinha com sua função de comentarista para a Sky Sports F1.

"Estou muito feliz por poder dizer novamente que assinei com a Williams", disse. "Quando eu tinha 19 anos, foi um momento que mudou minha vida e, mesmo 20 anos depois, parece que nunca saí daqui".

"Sir Frank Williams mostrou fé em mim e serei eternamente grato a ele por isso e mal posso esperar para voltar e ajudar a equipe em sua luta pela volta ao sucesso. Há muito trabalho pela frente, mas não tenho dúvidas de que o futuro será brilhante para essa equipe fantástica. Mal posso esperar para começar".

A chegada de Button é a mais recente mudança na direção da Williams após a compra pela Dorilton Capital em agosto e a saída da família Williams da estrutura. Simon Roberts foi oficializado como chefe de equipe, enquanto o ex-chefe de automobilismo da Volkswagen, Jost Capito, assumiu como novo CEO.

"Trazer Jenson de volta para nós é mais um passo positivo a caminho da evolução da equipe dentro e fora das pistas".

"Jenson sempre fez parte da família, então é ótimo recebê-lo de volta. Em 2000, Sir Frank viu o talento promissor que Jenson tinha como piloto e deu a ele sua primeira oportunidade na F1. Ele acabou cumprindo ainda mais do que o esperado em uma bela carreira que culminou com o título".

"Mais recentemente, ele mostrou suas capacidades fora das pistas, nos negócios e nas transmissões, sendo ainda uma figura muito respeitada no paddock. Essa sua experiência trará uma nova camada à nossa transformação, tanto técnica quanto nos negócios".

"Sei que todos em Grove têm um enorme respeito por ele e estamos felizes pelo início dessa parceria".

Nova parceria com ThePlayer.com, a melhor opção para apostas e diversão no Brasil

Registre-se gratuitamente no ThePlayer.com e acompanhe tudo sobre Fórmula 1 e outros esportes! Você confere o melhor conteúdo sobre o mundo das apostas e fica por dentro das dicas que vão te render muita diversão e também promoções exclusivas. Venha com a gente!

Red Bull dá passo importante para assumir motores da Honda, mas depende da FIA

PODCAST: Chico Serra esclarece rivalidade com Piquet, amizade com Senna e briga com Raul Boesel

 

Ocon: Alpine está "em boas mãos" com nova direção apesar da saída de Abiteboul

Artigo anterior

Ocon: Alpine está "em boas mãos" com nova direção apesar da saída de Abiteboul

Próximo artigo

Domenicali torce para que Ferrari supere má fase: "Precisamos que seja competitiva"

Domenicali torce para que Ferrari supere má fase: "Precisamos que seja competitiva"
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Autor Redação Motorsport.com