Fórmula 1
25 mar
Próximo evento em
23 dias
06 mai
Próximo evento em
65 dias
20 mai
Próximo evento em
79 dias
R
GP do Azerbaijão
03 jun
Próximo evento em
93 dias
10 jun
Próximo evento em
100 dias
24 jun
Próximo evento em
114 dias
R
GP da Áustria
01 jul
Próximo evento em
121 dias
R
GP da Grã-Bretanha
15 jul
Próximo evento em
135 dias
29 jul
Próximo evento em
149 dias
R
GP da Bélgica
26 ago
Próximo evento em
177 dias
02 set
Próximo evento em
184 dias
09 set
Próximo evento em
191 dias
23 set
Próximo evento em
205 dias
R
GP de Singapura
30 set
Próximo evento em
212 dias
07 out
Próximo evento em
219 dias
21 out
Próximo evento em
233 dias
28 out
Próximo evento em
240 dias
R
GP da Arábia Saudita
03 dez
Próximo evento em
276 dias
R
GP de Abu Dhabi
12 dez
Próximo evento em
285 dias

Domenicali torce para que Ferrari supere má fase: "Precisamos que seja competitiva"

Em entrevista à imprensa italiana, o ex-chefe da Ferrari diz acreditar que a equipe pode dar a volta por cima apesar das limitações no regulamento

compartilhar
comentários
Domenicali torce para que Ferrari supere má fase: "Precisamos que seja competitiva"

A Ferrari tem como principal objetivo para a temporada 2021 da Fórmula 1 começar a sair do buraco em que se enfiou em 2020 com o problemático SF1000. A equipe promete atualizações no carro e um novo motor para voltar a lutar por pódios pelo menos. E para o novo CEO da F1, Stefano Domenicali, ele e as equipes de ponta do grid mal podem esperar para ter a Ferrari novamente na luta.

Domenicali tem um interesse especial pelo caso da Ferrari por já ter integrado a estrutura, atuando como chefe de equipe entre 2007 e 2014, substituindo Jean Todt. E a trinca dos cargos mais importantes do esporte na atualidade ainda conta com mais um ex-Ferrari: além do CEO da F1 e do Presidente da FIA, o diretor esportivo Ross Brawn foi diretor técnico da Scuderia entre 1997 e 2006.

Leia também:

Mas a Ferrari enfrenta um desafio pela frente: com o regulamento restrito por conta do impacto financeiro causado pela pandemia no esporte, a equipe só pode fazer um certo número de evoluções. Por isso a equipe nem considera voltar a lutar por vitórias em 2021, deixando esse objetivo para 2022.

Além de problemas no projeto, a grande pedra no sapato da Ferrari em 2020 foi o motor, que registrou uma grande perda de potência em relação às rivais, deixando o modelo muito comprometido na velocidade de reta, tornando um dos principais pontos fracos do carro. Com isso, a equipe teve seu pior resultado em décadas na F1, terminando apenas na sexta colocação no Mundial de Construtores.

Porém, essas condições não impedem Domenicali de seguir torcendo por uma rápida volta à forma da equipe.

"Diferente do que vimos no ano passado, todos precisamos que a Ferrari seja competitiva", disse Domenicali em entrevista à emissora italiana Sky 24. "Precisamos da volta da Ferrari, apesar de imaginar que neste momento seria algo complicado".

"Estou convencido que as coisas irão melhorar, apesar de que isso não será fácil porque o regulamento está estável. Eles podem trabalhar um pouco na unidade de potência para reduzir a diferença que tiveram no ano passado".

"Agora, espero ver a Ferrari mais próxima da luta de novo. Acredito que Toto Wolff e Christian Horner também desejam que seja bem sucedida, para termos um espetáculo mais atraente para o mundo todo".

Nova parceria com ThePlayer.com, a melhor opção para apostas e diversão no Brasil

Registre-se gratuitamente no ThePlayer.com e acompanhe tudo sobre Fórmula 1 e outros esportes! Você confere o melhor conteúdo sobre o mundo das apostas e fica por dentro das dicas que vão te render muita diversão e também promoções exclusivas. Venha com a gente!

Red Bull dá passo importante para assumir motores da Honda, mas depende da FIA

PODCAST: Chico Serra esclarece rivalidade com Piquet, amizade com Senna e briga com Raul Boesel

 

Williams anuncia Jenson Button como novo conselheiro sênior da equipe

Artigo anterior

Williams anuncia Jenson Button como novo conselheiro sênior da equipe

Próximo artigo

Marko coloca futuro da Red Bull em dúvida na F1 sem congelamento de motores

Marko coloca futuro da Red Bull em dúvida na F1 sem congelamento de motores
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Autor Redação Motorsport.com