Fórmula 1
29 ago
-
01 set
Evento encerrado
05 set
-
08 set
Evento encerrado
19 set
-
22 set
Evento encerrado
26 set
-
29 set
Evento encerrado
10 out
-
13 out
Evento encerrado
24 out
-
27 out
Próximo evento em
10 dias
31 out
-
03 nov
Próximo evento em
17 dias
14 nov
-
17 nov
R
GP de Abu Dhabi
28 nov
-
01 dez
Próximo evento em
45 dias

Zandvoort aposta em mudanças na pista para favorecer ultrapassagens com F1

compartilhar
comentários
Zandvoort aposta em mudanças na pista para favorecer ultrapassagens com F1
Por:
17 de mai de 2019 15:30

Organizadores do GP da Holanda esperam que uma série de mudanças aumentem as oportunidades de ultrapassagem no circuito quando a F1 voltar no ano que vem

As mudanças na última curva do circuito de Zandvoort, batizada de Arie Luyendyk, que leva à reta principal, assim como curva 1 chamada de Tarzan, estão entre as principais mudanças previstas para fazer com que o circuito atraia mais ultrapassagens quando a F1 voltar ao local em 2020.

Uma outra revisão será no hairpin Hugenholtz atrás dos boxes, que permaneceu essencialmente inalterado desde a abertura da pista em 1948.

Leia também:

Muitos pilotos da F1 que correram em Zandvoort no passado indicaram que as ultrapassagens não serão fáceis.

No entanto, o diretor esportivo do GP da Holanda, Jan Lammers, que corre em Zandvoort desde a adolescência, está convencido de que as mudanças farão uma corrida melhor.

"A curva Gelachbocht terá uma área de escape maior", disse Lammers ao Motorsport.com. "A curva 4, o hairpin Hugenholtz subindo a colina, terá um interior mais largo, para tornar a curva mais fluída.”

"A mesma coisa acontecerá com a chicane, ou com a Hans Ernst Bocht. Isso também as tornarão mais fluidas.”

"E então a curva Arie Luyendyk será acomodada exatamente ao seu gosto, pois será um pouco mais como Indianápolis, porque terá uma inclinação.”

"Isso vai acontecer de tal forma que você possa sair com o DRS aberto, e desta forma esperamos encorajar mais ultrapassagens para a curva Tarzan. Será de 17 graus, então a curva terá o mesmo caráter que o última curva do Brasil."

Espera-se que o pitlane curto de Zandvoort encoraje as equipes a fazerem mais pit stops do que costumam, porque o custo de tempo para parar será menor do que na maioria das pistas.

"A outra grande mudança para melhorar as ultrapassagens será a entrada dos boxes", acrescentou Lammers. "Teremos pit stops com no máximo 14 segundos. Se fizermos isso, esperamos poder criar estratégias de três pit stops.”

"Será uma pista em que será crucial que você não cometa erros. Isso aumenta a imprevisibilidade e a imprevisibilidade é provavelmente o que queremos neste momento."

Próximo artigo
Racing Point trará "quase um carro novo" ao GP da Alemanha de F1

Artigo anterior

Racing Point trará "quase um carro novo" ao GP da Alemanha de F1

Próximo artigo

Bolsonaro diz que vai tentar rescindir contrato da Petrobras com McLaren

Bolsonaro diz que vai tentar rescindir contrato da Petrobras com McLaren
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Autor Adam Cooper