Fórmula 1
19 mar
-
22 mar
Próximo evento em
19 dias
Fórmula E
27 fev
-
29 fev
Evento em andamento . . .
IndyCar
R
St. Pete
13 mar
-
15 mar
Próximo evento em
13 dias
R
Birmingham
03 abr
-
05 abr
Próximo evento em
34 dias
NASCAR Cup
21 fev
-
23 fev
Evento encerrado
R
Fontana
28 fev
-
01 mar
Evento em andamento . . .
Stock Car Brasil
R
Goiânia - Corrida de Duplas
27 mar
-
29 mar
Próximo evento em
27 dias
10 abr
-
12 abr
Próximo evento em
41 dias
MotoGP
05 mar
-
08 mar
Próximo evento em
5 dias
R
GP da Tailândia
19 mar
-
22 mar
Próximo evento em
19 dias

Piloto suspenso da F2 queria slogan de Trump em seu carro

compartilhar
comentários
Piloto suspenso da F2 queria slogan de Trump em seu carro
10 de jul de 2018 18:15

Chefe da equipe Trident confirma que Santino Ferrucci e seu pai realmente pediram para ter “Make America Great Again” no layout do carro do último final de semana

A equipe Trident confirmou que o norte-americano Santino Ferrucci queria realmente correr no último final de semana com o slogan de campanha de 2016 do atual presidente dos EUA, Donald Trump, no carro em Silverstone.

No entanto, o “Make America Great Again” (faça a América boa novamente) foi negado pela FIA por infringir o regulamento. A conduta de Ferrucci no último final de semana lhe rendeu o banimento das próximas quatro corridas da F2 e uma multa de 60 mil euros.

Ele deliberadamente acertou o companheiro de equipe, Arjun Maini, após a corrida de domingo em Silverstone. Além disso, Ferrucci também se recusou a comparecer à sala dos comissários para discutir o incidente, e foi acusado de ter empurrado Maini para fora da pista durante a corrida. Ele também foi multado em mais 6 mil euros por usar seu telefone enquanto dirigia o carro dos boxes da F2 para o os boxes da F1, onde eram realizados os trabalhos durante os treinos e corridas.

O chefe da equipe Trident, Maurizio Salvadori, confirmou que o pedido para colocar a frase de Trump havia sido feito após a pressão da família Ferrucci antes do vazamento da carta.

"Todos no automobilismo estão cientes de que é proibido fazer propaganda de natureza política em corridas de automóveis", disse Salvadori ao site Crash.net.

"Quando fui abordado com esse pedido em nome da família Ferrucci, tentei explicar a impossibilidade de atender a essa demanda.”

"Por sua insistência, solicitei uma opinião escrita da FIA que, uma vez recebida, eu encaminhei para a família Ferrucci.”

"O fato de esta carta estar circulando hoje nas mídias sociais me parece uma tentativa desajeitada de desviar a atenção do problema principal, que é o comportamento de Santino e de seu pai dentro e fora da pista nas corridas do último fim de semana."

Próximo artigo
Piloto da F2 se desculpa por “lapso mental” após polêmica

Artigo anterior

Piloto da F2 se desculpa por “lapso mental” após polêmica

Próximo artigo

Norris: temporada de 2018 é “a pior” de sua carreira

Norris: temporada de 2018 é “a pior” de sua carreira
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria FIA F2