Fórmula E
R
ePrix de Nova York
10 jul
-
11 jul
Canceled

Carro da temporada 2018/2019 da F-E vai a testes em outubro

compartilhar
comentários
Carro da temporada 2018/2019 da F-E vai a testes em outubro
Por:
Traduzido por: Gabriel Carvalho
13 de abr de 2017 21:47

A primeira ida à pista do novo modelo que será usado na F-E a partir da temporada 2018/2019 está programado para acontecer em outubro; times, porém, terão de esperar mais para andar com o carro

A temporada 2018/2019 da Fórmula E - quinta edição do campeonato de carros elétricos - deve trazer novidades. Está prevista a introdução de um novo chassi, produzido pela Spark Racing Technologies e movido por baterias de 54kWh da McLaren Applied Technologies (MAT), que teoricamente devem permitir a disputa de uma corrida sem a necessidade da troca de carro.

A Spark se prepara para o primeiro teste de pista do novo carro, programado para outubro. Há um pequeno atraso na programação, pois a decisão sobre o fornecedor de baterias demorou mais do que o esperado.

 

Originalmente, a FIA (Federação Internacional de Automobilismo) pretendia disponibilizar todo o pacote para cada fabricante da categoria em 1º de outubro deste ano.

Os testes de impacto estão agendados para 1º de setembro e o primeiro teste coletivo, com todos os times, deve acontecer em fevereiro de 2018. O carro deve ser homologado em agosto do ano que vem.

Outra mudança programada para 2018/2019 é o aumento do pico de potência, dos atuais 200kW para 250kW. O novo carro deve pesar 930kg, 42kg a mais do que o esperado - a nova bateria é mais pesada do que se esperava, por isso o aumento do peso.

Para compensar a bateria mais pesada, a Spark deve adaptar novos materiais ao chassi, incluindo componentes produzidos em impressoras 3D.

Segundo o Motorsport.com apurou, a fornecedora atual de baterias da categoria, a Williams Advanced Engineering conduziu testes com baterias para simular a temporada 2018/2019. Os resultados mostraram uma degradação de performance 10% maior do que o esperado.

Desta forma, as baterias não durariam no nível necessário para um carro fazer a temporada completa. Acredita-se que a FIA procurou a MAT para abordar o tema e a fornecedora já se mexeu para resolver o problema.

Próximo artigo
BMW entra na F-E como equipe na quinta temporada

Artigo anterior

BMW entra na F-E como equipe na quinta temporada

Próximo artigo

Roma se aproxima de entrada na F-E na quarta temporada

Roma se aproxima de entrada na F-E na quarta temporada
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula E
Autor Sam Smith