IndyCar estuda realizar corrida na Argentina

compartilhar
comentários
IndyCar estuda realizar corrida na Argentina
Por:
Co-autor: Federico Faturos
11 de mar de 2019 13:30

Após receber promotores em prova de abertura em St. Pete, categoria fala sobre possibilidade de ter corrida na América do Sul

Mark Miles, CEO da Hulman & Company, proprietária da IndyCar, confirmou que o campeonato está em conversações com os promotores do Grupo OSD sobre uma corrida no Circuito San Juan Villicum, na Argentina.

Stephen Starks, vice-presidente de relações com promotores e parceiros de mídia da IndyCar, visitou a pista, que fez seu primeiro evento mundial com a Superbike no ano passado. A OSD esteve em São Petersburgo para a abertura da temporada da NTT IndyCar Series.

Leia também:

Miles disse ao Motorsport.com: “estamos explorando as possibilidades, e os promotores potenciais [Grupo OSD] estiveram aqui ontem, mas eu enfatizaria que ainda é cedo. Eles são grandes promotores e tiveram um grande evento de sucesso com a WSBK. É uma ótima pista”.

“Ainda não temos TV na Argentina, mas seria um local espetacular para a NTT IndyCar Series. É uma região muito próspera, quase imune a quaisquer desafios ou dificuldades econômicas nacionais. É baseada em mineração.”

“Dizem que o automobilismo é muito importante na região. Eles conseguem um número muito bom de torcedores, e, embora seja um lugar muito afastado, não é difícil chegar lá.”

O dono da equipe Juncos, Ricardo Juncos, nativo da Argentina, disse ao Motorsport.com: “é uma construção fantástica e há muitos hotéis na cidade de San Juan, por isso é positivo nesse sentido. Agora cabe à IndyCar ver se o valor que eles precisam é realizável ou não”.

“Eu me reuni com a IndyCar e a discussão foi avaliar um pouco o valor comercial, o que eles acham que vale a pena, se os torcedores querem e o quanto cobrar pelos ingressos.”

Juncos também confirmou a importância da IndyCar em estabelecer um acordo de TV para a Argentina.

“Infelizmente, a IndyCar não está sendo mostrado na Argentina nos últimos anos. Isso também prejudica o produto. A IndyCar definitivamente precisa analisar essa parte e entender para chegar a um acordo que funcione para todos.”

Próximo artigo
Newgarden vence em St. Pete com estratégia precisa da Penske

Artigo anterior

Newgarden vence em St. Pete com estratégia precisa da Penske

Próximo artigo

Rosenqvist: 'Tive que dirigir 40 voltas com apenas um braço'

Rosenqvist: 'Tive que dirigir 40 voltas com apenas um braço'
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria IndyCar
Autor David Malsher