Últimas notícias

Início da Indy fica a 69 ultrapassagens de bater F1 em 2017

Após prova que mais rendeu ultrapassagens na história da pista de São Petersburgo, categoria comemora bom momento

Sébastien Bourdais, Dale Coyne Racing with Vasser-Sullivan Honda

Phillip Abbott / Motorsport Images

Sébastien Bourdais, Dale Coyne Racing with Vasser-Sullivan Honda
Zachary Claman DeMelo, Dale Coyne Racing Honda, Scott Dixon, Chip Ganassi Racing Honda
Robert Wickens, Schmidt Peterson Motorsports Honda
Will Power, Team Penske Chevrolet
Race winner Sébastien Bourdais, Dale Coyne Racing with Vasser-Sullivan Honda
Race winner Sébastien Bourdais, Dale Coyne Racing with Vasser-Sullivan Honda

A abertura da Indy no último domingo teve nada menos que 366 ultrapassagens, segundo a organização da categoria. A corrida em São Petersburgo foi marcada também pela estreia de um novo pacote aerodinâmico, que, por diminuir o downforce, deixou os carros mais instáveis e acabou forçando alguns erros dos pilotos.

Em suas 110 voltas, a prova não desapontou os fãs. A ação foi coroada com a definição da vitória na última relargada, após o toque entre Robert Wickens e Alexander Rossi, que deu o triunfo a Sebastien Bourdais.

"O novo carro produziu disputas incríveis em todo o grid, já que houve um recorde de 366 ultrapassagens na pista, quebrando o antigo recorde desta corrida, de 323 manobras, ocorrido em 2008", disse o campeonato em comunicado. A abertura de 2018 foi corrida com pista seca, enquanto que a prova de 2008 foi afetada pela chuva.

Colocando como parâmetro a Fórmula 1, o dado ganha uma grande importância. A F1 viu uma média de 21,75 ultrapassagens por corrida em 2017 e um total de 435 manobras em toda a temporada de acordo com dados publicados pela Pirelli – 69 a mais do que esta prova em São Petersburgo da Indy.

No entanto, a fornecedora oficial de pneus da F1 conta ultrapassagens apenas como "manobras que ocorrem durante as voltas completas (sem contar a largada) e mantidas até a linha de chegada ao fim da volta" e não inclui alterações de posição devido a grandes problemas mecânicos. A IndyCar não explicou como determinou uma "ultrapassagem" ao calcular seu número.

24 carros largaram para a primeira corrida da IndyCar em 2018, quatro mais do que na F1 no ano passado. As ultrapassagens caíram em 47% em relação a 2016 na F1 em 2017, número atribuído aos novos regulamentos que levaram a carros a ter cargas aerodinâmicas mais altas.

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior Rossi culpa Wickens por acidente na relargada em St. Pete
Próximo artigo Wickens esperava outro desfecho de duelo contra Rossi

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil