IndyCar
R
St. Pete
13 mar
-
15 mar
Próximo evento em
14 dias
R
Birmingham
03 abr
-
05 abr
Próximo evento em
35 dias
R
Long Beach
17 abr
-
19 abr
Próximo evento em
49 dias
R
Austin
24 abr
-
26 abr
Próximo evento em
56 dias
R
GP de Indianápolis
07 mai
-
09 mai
Próximo evento em
69 dias
22 mai
-
24 mai
Próximo evento em
84 dias
R
Detroit
29 mai
-
31 mai
Próximo evento em
91 dias
R
Texas
04 jun
-
06 jun
Próximo evento em
97 dias
R
Road America
19 jun
-
21 jun
Próximo evento em
112 dias
R
Richmond
25 jun
-
27 jun
Próximo evento em
118 dias
R
Toronto
10 jul
-
12 jul
Próximo evento em
133 dias
R
16 jul
-
18 jul
Próximo evento em
139 dias
R
Mid-Ohio
14 ago
-
16 ago
Próximo evento em
168 dias
R
Gateway
20 ago
-
22 ago
Próximo evento em
174 dias
R
Portland
04 set
-
06 set
Próximo evento em
189 dias
R
Laguna Seca
18 set
-
20 set
Próximo evento em
203 dias

Pietro Fittipaldi admite que retornou cedo demais após contusão em Spa

compartilhar
comentários
Pietro Fittipaldi admite que retornou cedo demais após contusão em Spa
21 de dez de 2018 11:24

Piloto brasileiro celebra recuperação veloz, mas diz que correu risco na primeira corrida de volta às corridas, em Mid Ohio pela Indy

Pietro Fittipaldi teve o ano de 2018 atrapalhado por um acidente na Eau Rouge em Spa-Francorchamps em maio, enquanto se classificava para a etapa de abertura do WEC.

O neto do bicampeão de Fórmula 1, Emerson Fittipaldi, quebrou as duas pernas e passou um bom tempo se recuperando enquanto deixava de realizar um cronograma para esta temporada que incluía a Indy 500, as 24 Horas de Le Mans e provas na Super Fórmula japonesa. Ele retornou dois meses depois, em Mid Ohio pela Indy, depois de uma intensa recuperação.

"Este ano foi muito duro", disse Fittipaldi. “Eu quebrei minhas duas pernas em Spa em maio. Voltei para Indianápolis uma semana depois da minha cirurgia e estava morando dentro do Indianapolis Motor Speedway em um motorhome, e lá tinha o Dr. Trammell – que é o médico da IndyCar – me auxiliando.”

"O centro médico ficava do lado de fora do meu motorhome, então eu ia todos os dias e fazia fisioterapia. Eles faziam tudo nas minhas pernas, faziam um ótimo trabalho. A IndyCar faz um ótimo trabalho. Eles me ajudaram muito."

Apesar de Fittipaldi ser grato pelo programa de reabilitação, ele admitiu que voltou a correr cedo demais, já que suas pernas não estavam completamente curadas das fraturas.

"Eu estava trabalhando sete ou oito horas por dia para voltar correndo o mais rápido possível. Voltamos a correr em Mid Ohio, que foi cerca de dois meses e meio após a minha lesão e foi difícil voltar", disse Fittipaldi.

"Eu talvez tenha voltado um pouco cedo demais, porque minha perna esquerda ainda estava quebrada, então foi muito difícil e doloroso. Mas depois da minha primeira corrida, minha perna começou a curar mais e eu me senti bem no carro. Nós passamos a correr no top-10 e éramos consistentes lá, então eu estava feliz.”

"Com certeza este ano tem sido difícil, mas eu consegui retornar. Estou totalmente curado agora, estou muito feliz com isso. Os médicos e cirurgiões fizeram um trabalho incrível e agora estou apenas olhando para o futuro."

Fittipaldi assumirá a função de piloto de testes da Haas na Fórmula 1 no ano que vem, o que levou o brasileiro a colocar suas aspirações na IndyCar em segundo plano por enquanto.

"Infelizmente, descartamos a IndyCar. Eu gosto de correr na IndyCar, mas isso está descartado, porque haveria muito confronto. Mas teremos algo em breve."

"Claro que eu quero estar correndo no ano que vem, a equipe quer que eu corra também. Eu tenho que encontrar um campeonato que não colida muito com o cronograma da Fórmula 1. Então estamos olhando para isso e nós vamos ter algumas novidades em breve.”

Próximo artigo
Cosworth negocia com montadora para entrar na Indy

Artigo anterior

Cosworth negocia com montadora para entrar na Indy

Próximo artigo

McLaren planeja iniciar testes para Indy 500 em abril

McLaren planeja iniciar testes para Indy 500 em abril
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria IndyCar