Fórmula 1
14 nov
-
17 nov
Evento encerrado
28 nov
-
01 dez
Evento encerrado
Fórmula E
R
ePrix de Santiago
17 jan
-
18 jan
Próximo evento em
40 dias
NASCAR Cup
08 nov
-
10 nov
Evento encerrado
15 nov
-
17 nov
Evento encerrado
Stock Car Brasil
08 nov
-
10 nov
Evento encerrado
22 nov
-
24 nov
Evento encerrado
MotoGP
01 nov
-
03 nov
Evento encerrado
15 nov
-
17 nov
Evento encerrado

Coluna do Carrapa: Por que o kart pode cansar mais do que um carro da F1 atual

compartilhar
comentários
Coluna do Carrapa: Por que o kart pode cansar mais do que um carro da F1 atual
Por:
, Colunista do Motorsport.com Brasil
19 de jun de 2019 16:19

Após pedidos de Lewis Hamilton de que carro da F1 seja mais físico e das declarações de Romain Grosjean, dizendo que se cansa mais no kart do que em seu carro atual, Ruben Carrapatoso esclarece as diferenças entre as duas máquinas para quem pilota

Um dos assuntos mais debatidos no mundo da Fórmula 1 é que se o modelo atual não cansa tanto quanto um dia já exigiu dos pilotos. O Kimi Raikkonen chegou a dizer há alguns anos, que o Fórmula Renault era mais difícil do que um F1 hoje em dia.

O kart de hoje exige muito mais do físico, porque você está no limite o tempo todo. Se você corre meia hora, um tanque, de shifter (modelo com marcha) que é o tipo que mais exige do físico, você tem que andar no máximo e sempre no limite. Qualquer descuido, você perde alguns décimos preciosos, e isso pode significar mais de 20 posições.

Leia também:

Esta é a diferença, nem tanto física, mas mental, de você sempre estar 100% com a sua concentração. Você pode observar que pilotos que participam do campeonato mundial ou europeu, que a diferença entre o primeiro e o quinto é muito pequena. Quanto menos se erra, quanto mais focado 100% o piloto estiver, ele ganha tempo.

Isso exige muito do corpo e do cérebro. Hoje em dia se fala muito em economia de energia mental, o cérebro consome muito, além dos músculos. Muitos treinadores e especialistas no assunto tentam criar exercícios para que você consuma menos energia cerebral.

Tenho vários alunos que foram conversar com Riccardo Ceccarelli, do Formula Medicine, e ele tem vários treinamentos baseados somente nisso, de você economizar esta energia gasta pelo cérebro. É por isso que o kart exige tanto ou mais que um F1 hoje em dia, porque você tem que administrar muito o carro, e você não anda dando 100% como um carro da F1 de antigamente.

 

Próximo artigo
Coluna do Carrapa: pilotos e kart, o automobilismo em estado puro

Artigo anterior

Coluna do Carrapa: pilotos e kart, o automobilismo em estado puro

Próximo artigo

Jovem de 12 anos chamado Kimi pode ser futuro da Mercedes

Jovem de 12 anos chamado Kimi pode ser futuro da Mercedes
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Kart
Autor Ruben Carrapatoso