Fórmula 1
01 ago
-
04 ago
Evento encerrado
MotoGP
09 ago
-
11 ago
Evento encerrado
IndyCar
16 ago
-
18 ago
Evento encerrado
R
Gateway
22 ago
-
24 ago
Próximo evento em
2 dias
Fórmula E
12 jul
-
13 jul
Evento encerrado
14 jul
-
14 jul
Evento encerrado

Com Massa e Doria, encontro encaminha Mundial de Kart no Brasil

compartilhar
comentários
Com Massa e Doria, encontro encaminha Mundial de Kart no Brasil
Por:
, Repórter
14 de ago de 2019 22:13

Em evento realizado nesta quarta-feira, governo paulista reuniu comissão organizadora e investidores para viabilizar logística

Conforme antecipado pelo Motorsport.com, o Brasil está muito perto de receber o Campeonato Mundial de Kart pela primeira vez em 2020. É o que afirmam Felipe Massa, presidente da Comissão Internacional de Kart (CIK-FIA), e João Doria (PSDB), governador de São Paulo.

Em reunião no Palácio dos Bandeirantes nesta quarta-feira, o tucano apresentou a comissão organizadora do campeonato a investidores privados, com o intuito de viabilizar o financiamento logístico da iniciativa.

Leia também:

Além de Massa e Doria, também estiveram presentes Ricardo Gracia, dono do Speedpark, kartódromo que receberá a competição em Birigui (SP), e Cacá Bueno, piloto da Stock Car e integrante do projeto.

O governador paulista destacou a importância da empreitada: "Estaremos trazendo equipes do mundo todo, ajudando o kartismo brasileiro a formar novos campeões e, quem sabe, abrindo um portal de entrada para a Fórmula 1".

 

Ex-piloto da Ferrari na F1, Massa reforçou o discurso de Doria: "Eu estou aqui, junto com o governador, para tentar fazer com que o Brasil e o estado de São Paulo abracem essa causa de trazer o campeonato mundial para cá".

O piloto da Venturi na Fórmula E continuou: "Foi uma ideia minha desde o começo. Sou o presidente da CIK-FIA e tive essa ideia pensando não só no Brasil, mas no kart em geral. Temos que tentar levar [o mundial] para países importantes em todo o mundo".

 

Articulador político da comissão organizadora no âmbito da comunicação, Bueno fez a interlocução com a Rede Globo, que transmitirá o evento. "Eu trabalho dedicando meu tempo em prol do futuro do nosso automobilismo dentro da área de comunicação e experiências, com captação de patrocínios e montagem do projeto, mais na área de comunicação", disse.

"Logicamente fiz parte das conversas com Globo e SporTV, minha responsabilidade é conseguir o maior retorno possível em todos os meios de comunicação. Mas claro que é um passo importante a gente já ter uma carta assinada de um grande canal", detalhou o pentacampeão da Stock Car e piloto da Cimed.

Dono do Speedpark, Gracia falou sobre os próximos passos para a confirmação do evento: "Nós estamos agora na reta de captação dos recursos com as vendas das cotas de patrocínio". Os pacotes são: gold (uma cota no valor de R$ 1.700.000,00); silver (três cotas no valor de R$ 1.000.000,00); bronze (cinco cotas no valor de R$ 500.000,00).

"A busca agora é para que a gente possa viabilizar toda essa logística para trazer os equipamentos da Europa para cá. A gente acredita que consiga fechar as cotas até o final deste mês e dar o sinal verde para a FIA para que ela realmente nos indique como sede oficial".

Galeria
Lista

Ayrton Senna foi um dos pilotos com passagem pelo Mundial de Kart, assim como

Ayrton Senna foi um dos pilotos com passagem pelo Mundial de Kart, assim como
1/10

Foto de: Rainer W. Schlegelmilch

Alain Prost,

Alain Prost,
2/10

Foto de: Rubio / Sutton Images

Nigel Mansell,

Nigel Mansell,
3/10

Foto de: LAT Images

Michael Schumacher,

Michael Schumacher,
4/10

Foto de: XPB Images

Fernando Alonso,

Fernando Alonso,
5/10

Foto de: Geoffrey M. Miller / LAT Images

Lewis Hamilton,

Lewis Hamilton,
6/10

Foto de: Steve Etherington / LAT Images

Sebastian Vettel,

Sebastian Vettel,
7/10

Foto de: Mark Sutton / Sutton Images

Kimi Raikkonen,

Kimi Raikkonen,
8/10

Foto de: Gareth Harford / Sutton Images

Max Verstappen,

Max Verstappen,
9/10

Foto de: Andy Hone / LAT Images

Charles Leclerc, entre outros.

Charles Leclerc, entre outros.
10/10

Foto de: Jerry Andre / Sutton Images

Mundial, Brasileiro e Paulista

O Campeonato Mundial de Kart de 2020 deve acontecer entre os dias 15 e 18 de outubro. A comissão organizadora estima a participação de 250 pilotos de 42 países. Antes, devem ocorrer os campeonatos paulista e brasileiro, também em Birigui, conforme explica Gracia.

"Não é só o Mundial, teremos também o Paulista, o Nacional e a seleção brasileira de kart. Então é um grande pacote, o maior do nosso automobilismo para o ano que vem", disse o empresário, que destacou a parceria com a Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA).

"A CBA que teve a iniciativa da seleção. Quero agradecer ao presidente Waldner Bernardo, o Dadai, que também cedeu o Brasileiro para o estado de São Paulo no ano que vem, uma vez que estiver confirmado o Mundial".

João Doria, Felipe Massa, Ricardo Gracia e Cacá Bueno

João Doria, Felipe Massa, Ricardo Gracia e Cacá Bueno

O campeonato nacional deve ocorrer em julho de 2020. De acordo com a comissão organizadora do Mundial de Kart, os quatro mais bem colocados no torneio doméstico integrarão a seleção brasileira no internacional, sendo subsidiados pela CBA. No caso do Paulista, a iniciativa veio da cúpula do Mundial.

"A ideia do Paulista veio da comissão organizadora, para que o brasileiro possa treinar na sede do Mundial por um tempo maior. Hoje, acontece o inverso: o europeu treina nas pistas de lá e compete 'em casa', o que causa um desequilíbrio de performance com relação ao brasileiro, que chega na semana para competir", disse Gracia, mencionando o fato de que os campeonatos mundias geralmente acontecem em solo europeu.

"A gente quer fazer isso no Brasil, proporcionando para os nossos pilotos mais treinamento dentro do local onde será o Mundial, para que eles estejam bem preparados para buscar o título, fazendo com que tenhamos mais brasileiros campeões mundiais", completou. 

Brasil é bem recebido pelo mundo do kart

A escolha do Brasil como próxima sede não é assunto apenas no alto escalão de dirigentes e em âmbito executivo. Segundo fontes ouvidas pelo Motorsport.com, os fabricantes adoraram a ideia de correr em um kartódromo brasileiro. Seria a primeira vez que isso aconteceria.

A Argentina, vizinha do Brasil, já teve a honra de sediar um Mundial. Foi em 1994, em Córdoba, um ano antes de Gastão Fráguas Filho conquistar seu título mundial na França. São apenas três os brasileiros campeões mundiais: Fráguas, Guga Ribas (1986) e Ruben Carrapatoso (1998).

Brasileiros campeões mundiais de Kart: Gastão Fráguas Filho, Guga Ribas e Ruben Carrapatoso

Brasileiros campeões mundiais de Kart: Gastão Fráguas Filho, Guga Ribas e Ruben Carrapatoso

Photo by: Divulgacao

Massa, porém, não teve a oportunidade de disputar a competição. "Eu nunca corri um Mundial porque não tinha dinheiro. A maior parte deles acontece na Europa. Tudo vem pela escola, que é o kart. Mas o pai de um kartista gasta cerca de 200, 250 mil euros por ano", revelou.

"A gente tem que trazer eventos importantes para ajudar o kart e os pilotos. Agora, o passo é ajudar a criar o lado financeiro com as empresas, para elas ajudarem a trazer o campeonato. O que é trazer? Pagar logística, hotel, alimentação e criar um evento importante", explicou o piloto da F-E.

"Não é só fazer o evento, é fazer com que a gente consiga trazer tudo e que isso seja um fator para os pais de cada piloto gastarem menos para os filhos correrem no Brasil, num campeonato fora da Europa. A única vez em que isso aconteceu foi no Bahrein (2016), que teve exatamente essa ideia. Eu peguei aquilo que eles fizeram lá e a gente vai fazer exatamente a mesma ideia aqui no Brasil".

O presidente da CIK-FIA também falou sobre a importância do evento para a base do automobilismo nacional: "Depois que encerrei minha carreira na F1, a gente não tem mais nenhum piloto brasileiro na F1. E a escola é o kart, tudo vem do kart".

"Para você criar um piloto, ensinar um piloto, para ele chegar no automobilismo pronto, precisa do kart. E eu tenho certeza que, com um pacote como esse – não é só o mundial, tem o paulista e o brasileiro – a gente ajuda a melhorar nossa escola no automobilismo, o que começa pelo kart".

Massa ainda afirmou que só restam detalhes para oficializar o Mundial em Birigui. "A gente tem que ter tudo claro para o campeonato entrar no calendário da FIA, então temos até outubro para ter as empresas e as cotas fechadas no próximo conselho mundial. Tendo isso feito, o campeonato vai vir para o Brasil", completou o vice-campeão da F1 de 2008.

Próximo artigo
Coluna do Carrapa: Na base, Albon era superior a Gasly

Artigo anterior

Coluna do Carrapa: Na base, Albon era superior a Gasly

Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Kart
Autor Carlos Costa
Seja o primeiro a receber as últimas notícias