Diego Ramos e Gaetano di Mauro conquistam Brasileiro de Kart e mantêm retrospecto da Shell

Desde o início do programa, em 2015, sempre um representante da marca sobe no lugar mais alto do pódio no principal campeonato do país. Ambos buscam voltar a birigui para Mundial em 2021

Diego Ramos e Gaetano di Mauro conquistam Brasileiro de Kart e mantêm retrospecto da Shell

Terminou neste sábado a 55ª edição do Campeonato Brasileiro de Kart, realizado em Birigui, no interior de São Paulo, local previsto para acontecer o Mundial de Kart em 2021.

Na categoria Graduados, Diego Ramos conquistou seu quarto título brasileiro. A conquista veio apenas uma semana depois do título da Copa Shell HB20 em Interlagos. Ao final dos trabalhos, o piloto de 18 falou sobre o final de ano iluminado.

Leia também:

“Encerrar o ano com chave de ouro é sempre muito bom”, disse Diego. “Na semana passada fui campeão da Copa Shell HB20 e nessa semana conseguimos os tetra do brasileiro, dessa vez na categoria graduados. Eu só tenho a agradecer a Shell por confiar em mim mais um ano, foi uma corrida muito difícil, cansativa, com 24 voltas.“

Apesar do sucesso nos carros, Diego se diz focado também de voltar a Birigui para o Mundial: “Esse ano eu estava totalmente focado nos carros, e como as datas não conflitaram, eu fui convidado para fazer o Brasileiro, então estou muito feliz em voltar a correr de kart e ser competitivo. Essa é uma pista bem desafiadora, cansa bastante e é um bom começo para a preparação para o Mundial.”

Um dos astros da Stock Car, Gaetano di Mauro também fez bonito, mesmo em um ano dedicado quase que totalmente aos carros. O representante da Shell triunfou na categoria KZ Graduados.

“Foi uma semana de muito trabalho, muito difícil”, disse Di Mauro. “Eu não tinha velocidade para estar em primeiro em todos os treinos, estava bem difícil. Fomos construindo o campeonato no decorrer de todas as baterias, economizando pneus, fizemos estratégia de calibragem e ficamos pensando no que poderíamos melhorar no motor. Como era uma pista que eu não pude treinar muito, que conheço a pouco tempo, cada bateria a gente ia conhecendo mais e tudo isso é um trabalho em equipe, não fiz nada sozinho e conseguimos terminar da melhor forma possível. Estou muito contente, é o meu sexto título na categoria, mas foi com muito suor.”

Di Mauro também comentou sobre o fato de ter que enfrentar especialistas no kart, o que contrasta com a sua realidade, nos carros da maior categoria do automobilismo brasileiro.

“Eu passei por isso, fui um cara que me dediquei muito ao kart, e o kart ainda faz parte de mim. Me preparei muito bem fisicamente e mentalmente na KTF e acho que isso me ajudou no kart, que era uma coisa que eu ainda não trabalhava tanto. Depois que fui para a Stock e senti o calor do carro, eu pude implementar isso dentro do meu perfil no kart, e acho que isso me ajudou muito.”

“Vou ficando mais velho, sou muito jovem ainda, mas é diferente de quando você é molequinho e começa a conquistar, então tudo vem do esforço físico, do meu trabalho mental, com meu trabalho na equipe da Stock Car e consegui colocar tudo isso junto para ter um bom resultado.”

Assim como Diego Ramos, Di Mauro também espera poder conquistar o mesmo resultado no Mundial: “Com certeza, sempre foi um desafio meu, sempre quis ganhar um mundial, fui quarto uma vez, mas é algo que está dentro de mim, ainda quero ter essa conquista, então eu vou batalhar bastante, vou chegar no peso, me preparar fisicamente, para representar o Brasil.”

Rubinho relata emoção com filhos nas 500 Milhas de Kart e Motorsport.com estreia bem com o 11° lugar

PODCAST: Como ficará marcada a temporada de 2020 da F1?

 

compartilhar
comentários
Drama e superação em família: Barrichello relata experiência emocionante com os filhos nas 500 Milhas de Kart
Artigo anterior

Drama e superação em família: Barrichello relata experiência emocionante com os filhos nas 500 Milhas de Kart

Próximo artigo

Sonhando com o Mundial em casa, prodígio pernambucano Rafael Câmara inicia temporada na maior equipe do kartismo mundial

Sonhando com o Mundial em casa, prodígio pernambucano Rafael Câmara inicia temporada na maior equipe do kartismo mundial
Carregar comentários