MotoGP
R
GP do Catar
05 mar
-
08 mar
Próximo evento em
38 dias
R
GP da Tailândia
19 mar
-
22 mar
Próximo evento em
52 dias
R
GP das Américas
02 abr
-
05 abr
Próximo evento em
66 dias
R
GP da Argentina
16 abr
-
19 abr
Próximo evento em
80 dias
R
GP da Espanha
30 abr
-
03 mai
Próximo evento em
94 dias
R
GP da França
14 mai
-
17 mai
Próximo evento em
108 dias
R
GP da Itália
28 mai
-
31 mai
Próximo evento em
122 dias
R
GP da Catalunha
04 jun
-
07 jun
Próximo evento em
129 dias
R
GP da Alemanha
18 jun
-
21 jun
Próximo evento em
143 dias
R
GP da Holanda
25 jun
-
28 jun
Próximo evento em
150 dias
R
GP da Finlândia
09 jul
-
12 jul
Próximo evento em
164 dias
R
GP da República Tcheca
06 ago
-
09 ago
Próximo evento em
192 dias
R
GP da Áustria
13 ago
-
16 ago
Próximo evento em
199 dias
R
GP da Grã-Bretanha
27 ago
-
30 ago
Próximo evento em
213 dias
R
GP de San Marino
10 set
-
13 set
Próximo evento em
227 dias
R
GP de Aragón
01 out
-
04 out
Próximo evento em
248 dias
R
GP do Japão
15 out
-
18 out
Próximo evento em
262 dias
R
GP da Austrália
23 out
-
25 out
Próximo evento em
270 dias
R
GP da Malásia
29 out
-
01 nov
Próximo evento em
276 dias
R
GP de Valência
12 nov
-
15 nov
Próximo evento em
290 dias

Crutchlow: Márquez está jogando, ele poderia ir mais rápido

compartilhar
comentários
Crutchlow: Márquez está jogando, ele poderia ir mais rápido
Por:
8 de fev de 2019 12:59

Britânico reapareceu nos testes de Sepang depois de forte acidente em Phillip Island e da grave lesão sofrida no tornozelo direito

Cal Crutchlow sofreu uma queda na primeira curva do circuito de Phillip Island durante o 2º treino livre do GP da Austrália, no dia 26 de outubro, fraturando a parte anterior da tíbia, perto do tornozelo direito. Ele teve que passar por duas cirurgias antes de iniciar uma longa reabilitação na Califórnia, onde estava se recuperando para poder chegar aos testes de Sepang.

Nesta quinta-feira, no segundo dia de trabalho na Malásia, o britânico deu um susto ao sofrer uma nova queda. Depois da sessão, foi perguntado a Crutchlow o que havia acontecido.

"Eu gostaria de poder dizer isso, mas não tenho a menor ideia, e ninguém sabe. Eu estava devagar, virei na curva 5 e caí, mas não havia razão para isso. Eu não fiz nada de diferente. Mas eu caí ", disse ele.

Dentro da má sorte da queda, o fato de não ter sofrido a lesão é um bom sinal?

"Sim, mas é uma merda do ponto de vista de uma lesão. Eu bati muito rápido no lado esquerdo, levantei minha perna (direita) no ar todo o caminho até o cascalho e fui devagar. Mas, honestamente, não tenho ideia do motivo da queda, nem ninguém sabe da Honda.”

Depois de dois dias de trabalho em Sepang, o britânico tem seu próprio diagnóstico sobre o atual momento dos testes.

"A Yamaha é forte e a Ducati também. Maverick é claramente o mais rápido, mas Petrucci e Dovizioso também estão rápidos, e seu pacote funciona bem.”

"Mas eu diria que Marc [Márquez] está jogando, ele poderia ir muito mais rápido. Ele será competitivo desde o início ", acrescentou.

No entanto, Crutchlow separa os testes das corridas.

"Não se esqueça, você tem que terminar as corridas e estar lá sempre. Ser rápido aqui na Malásia pode não significar nada, eu não acho que Jack [Miller], se você ver o resultado dele, termine em terceiro na corrida. Nada contra ele, mas eu não acho que seja assim, não é significativo", completou o britânico.

Próximo artigo
Após cirurgia, Pedrosa deve ficar três meses em recuperação

Artigo anterior

Após cirurgia, Pedrosa deve ficar três meses em recuperação

Próximo artigo

Rossi: Yamaha não está "perdida" como em 2017 e 2018

Rossi: Yamaha não está "perdida" como em 2017 e 2018
Carregar comentários