Iannone encerra jejum da Ducati e vence primeira na MotoGP

Andrea Iannone triunfa no GP da Áustria e quebra jejum da Ducati, que não vencia desde 2010; Jorge Lorenzo termina em terceiro,Valentino Rossi é quarto e Marc Márquez o quinto

Iannone encerra jejum da Ducati e vence primeira na MotoGP

Demorou, mas Andrea Iannone finalmente conquistou a primeira vitória da carreira na MotoGP neste domingo (14), ao triunfar no GP da Áustria. O italiano, que largou na pole, levou a Ducati novamente ao topo do pódio – o que não acontecia desde o GP da Austrália de 2010, com Casey Stoner.

Iannone apostou em uma combinação de macio na frente e médio na traseira. O que poderia ser um problema no fim da prova em relação ao desgaste de pneus não aconteceu e o ‘Crazy Joe’ cruzou a linha de chegada em primeiro, vibrando bastante.

Dovizioso foi o segundo e Jorge Lorenzo, após uma sequência de resultados abaixo da média, voltou ao pódio em terceiro lugar. Valentino Rossi, que largou em segundo, terminou em quarto e Marc Márquez foi o quinto, mantendo-se na liderança do campeonato.

Márquez segue com uma vantagem confortável no topo da tabela: o piloto da Honda tem 181 pontos, contra 138 de Lorenzo e 124 de Rossi.

A corrida

Com a escolha de macio na dianteira e médio na traseira, diferente da maioria dos pilotos da frente, Iannone pulou na liderança. Rossi largou mal e caiu para quinto na primeira curva, mas contou com Márquez e Lorenzo para voltar a terceiro.

Na abertura da segunda volta, uma disputa espetacular envolveu as duplas da Yamaha e da Ducati. O resultado da intensidade da disputa foi a subida de Lorenzo para a segunda posição e Rossi caiu para quinto, atrás de Márquez.

A 24 giros do final da prova, formou-se um grupo de seis pilotos colados: Iannone, Lorenzo, Dovizioso, Márquez, Rossi e Maverick Viñales. Na volta seguinte, o líder do campeonato errou a freada da curva 3 e Rossi voltou ao quarto lugar. Na freada da curva 4, Dovizioso superou Lorenzo e subiu para segundo.

Com as trocas de posições, Rossi passou a pressionar Lorenzo pela terceira posição, mas sem tentar a manobra nos primeiros instantes. Quem partia para cima do companheiro de equipe era Dovizioso, que executou a manobra a 19 voltas do final e assumiu a ponta da prova.

O italiano ultrapassou e logo começou a abrir vantagem sobre Iannone. Enquanto isso, Hector Barbera - que, assim como Yonny Hernandez, Cal Crutchlow, Stefan Bradl e Alvaro Bautista, queimou a largada – foi excluído da prova por não cumprir o ride through.

A quinze voltas do fim, Dovizioso e Iannone, que não deixou o companheiro de equipe abrir muito, estabeleceram certa vantagem sobre Lorenzo e Rossi. Quem ficava para trás era Márquez, pressionado por Viñales na disputa pela quinta posição.

Quatro voltas depois, no entanto, os quatro primeiros andavam juntos novamente, com Dovizioso seguindo à frente de Iannone, Lorenzo e Rossi. Pouco depois, a dupla italiana apertou o ritmo e voltou a abrir do duo da Yamaha.

Iannone colocou por dentro a oito voltas do fim na curva 9 e reassumiu a liderança. Rossi seguia próximo de Lorenzo, mas sem chance de ultrapassar. Apesar da pressão de Dovizioso até a última volta, Iannone se manteve firme na liderança para vencer pela primeira vez na MotoGP.

De quebra, o piloto – que vai para a Suzuki em 2017 após ser o escolhido para deixar a Ducati por causa da chegada de Lorenzo para a próxima temporada – encerrou o jejum do time de Borgo Panigale sem vitórias: desde o GP da Austrália de 2010, vencido por Casey Stoner, a equipe italiana não vencia na MotoGP.

Dovizioso completou a dobradinha da Ducati e Lorenzo voltou ao pódio após três corridas, terminando em terceiro. Apesar de ter largado em segundo, Rossi não conseguiu superar o companheiro de equipe e cruzou a linha de chegada em quarto, com Márquez em quinto.

Viñales, Dani Pedrosa, Scott Redding, Bradley Smith e Pol Espargaró, nesta ordem, completaram o grupo dos dez primeiros do GP da Áustria.

Confira o resultado final:

Pos. Pontos Num. Piloto Equipe Moto Tempo/Dif.
1 25 29 Andrea IANNONE Ducati Team Ducati 39'46.255
2 20 4 Andrea DOVIZIOSO Ducati Team Ducati +0.938
3 16 99 Jorge LORENZO Movistar Yamaha MotoGP Yamaha +3.389
4 13 46 Valentino ROSSI Movistar Yamaha MotoGP Yamaha +3.815
5 11 93 Marc MARQUEZ Repsol Honda Team Honda +11.813
6 10 25 Maverick VIÑALES Team SUZUKI ECSTAR Suzuki +14.341
7 9 26 Dani PEDROSA Repsol Honda Team Honda +17.063
8 8 45 Scott REDDING OCTO Pramac Yakhnich Ducati +29.437
9 7 38 Bradley SMITH Monster Yamaha Tech 3 Yamaha +29.785
10 6 44 Pol ESPARGARO Monster Yamaha Tech 3 Yamaha +37.094
11 5 9 Danilo PETRUCCI OCTO Pramac Yakhnich Ducati +39.765
12 4 51 Michele PIRRO Ducati Team Ducati +39.766
13 3 76 Loris BAZ Avintia Racing Ducati +44.284
14 2 53 Tito RABAT Estrella Galicia 0,0 Marc VDS Honda +45.004
15 1 35 Cal CRUTCHLOW LCR Honda Honda +1'03.246
16   19 Alvaro BAUTISTA Aprilia Racing Team Gresini Aprilia +1'12.448
17   68 Yonny HERNANDEZ Pull & Bear Aspar Team Ducati +1'14.517
18   50 Eugene LAVERTY Pull & Bear Aspar Team Ducati +1'36.510
19   6 Stefan BRADL Aprilia Racing Team Gresini Aprilia 1 volta
Não completou   41 Aleix ESPARGARO Team SUZUKI ECSTAR Suzuki 4 voltas
Desclassificado   8 Hector BARBERA Avintia Racing Ducati  
compartilhar
comentários
Miller sofre acidente e está fora do GP da Áustria

Artigo anterior

Miller sofre acidente e está fora do GP da Áustria

Próximo artigo

Mesmo terminando em 5º, Márquez segue líder; confira tabela

Mesmo terminando em 5º, Márquez segue líder; confira tabela
Carregar comentários