MotoGP
R
GP do Catar
05 mar
-
08 mar
Próximo evento em
36 dias
R
GP da Tailândia
19 mar
-
22 mar
Próximo evento em
50 dias
R
GP das Américas
02 abr
-
05 abr
Próximo evento em
64 dias
R
GP da Argentina
16 abr
-
19 abr
Próximo evento em
78 dias
R
GP da Espanha
30 abr
-
03 mai
Próximo evento em
92 dias
R
GP da França
14 mai
-
17 mai
Próximo evento em
106 dias
R
GP da Itália
28 mai
-
31 mai
Próximo evento em
120 dias
R
GP da Catalunha
04 jun
-
07 jun
Próximo evento em
127 dias
R
GP da Alemanha
18 jun
-
21 jun
Próximo evento em
141 dias
R
GP da Holanda
25 jun
-
28 jun
Próximo evento em
148 dias
R
GP da Finlândia
09 jul
-
12 jul
Próximo evento em
162 dias
R
GP da República Tcheca
06 ago
-
09 ago
Próximo evento em
190 dias
R
GP da Áustria
13 ago
-
16 ago
Próximo evento em
197 dias
R
GP da Grã-Bretanha
27 ago
-
30 ago
Próximo evento em
211 dias
R
GP de San Marino
10 set
-
13 set
Próximo evento em
225 dias
R
GP de Aragón
01 out
-
04 out
Próximo evento em
246 dias
R
GP do Japão
15 out
-
18 out
Próximo evento em
260 dias
R
GP da Austrália
23 out
-
25 out
Próximo evento em
268 dias
R
GP da Malásia
29 out
-
01 nov
Próximo evento em
274 dias
R
GP de Valência
12 nov
-
15 nov
Próximo evento em
288 dias

Rossi se desanima por "enorme" diferença para Márquez na Argentina

compartilhar
comentários
Rossi se desanima por "enorme" diferença para Márquez na Argentina
Por:
2 de abr de 2019 20:41

Italiano não gostou do tamanho do déficit para piloto da Honda no GP da Argentina do último fim de semana, apesar de ter seu melhor resultado desde julho do ano passado

Valentino Rossi venceu o duelo com Andrea Dovizioso, da Ducati, em Termas de Rio Hondo, no último domingo e terminou em segundo lugar, pouco menos de 10 segundos para o vencedor, Marc Márquez.

Embora Rossi tenha dito que correu como "quando era jovem" na Argentina, falando com a imprensa italiana, ele permaneceu um pouco mais abatido por não ter conseguido brigar com Márquez.

Leia também:

"Estou feliz por estar em terceiro no campeonato atrás de Márquez e Dovi, que são os favoritos", disse o piloto de 40 anos, que está 14 pontos atrás de Márquez. "Mas acho que devemos focar corrida a corrida.”

"Há um bom grupo na Yamaha e estamos trabalhando arduamente, mas o desafio é muito difícil. Os dois [Márquez e Dovizioso] continuam sendo os favoritos, mas temos que tentar trabalhar para sermos competitivos.”

"E para ficar mais perto de Márquez, porque terminar 10 segundos atrás é algo enorme. Eu preferia estar apenas três segundos atrás e vê-lo às vezes."

O terceiro colocado, Dovizioso, foi mais filosófico sobre a diferença, destacando que Márquez poderia ter sido ainda mais dominante em 2018, sem os dramas que destruíram a sua corrida.

"A distância [para Márquez] de hoje é muito importante, porque ele colocou 10 segundos à nossa frente, mas também poderia ter sido mais", afirmou o piloto da Ducati.

"No ano passado, ele poderia ter nos superado, então não quero ver isso como algo mais preocupante do que o normal.”

"O problema hoje é que ele conseguiu manter um bom ritmo, enquanto todos nós fomos mais devagar. Não houve possibilidades [de desafiar Márquez]."

Andrea Dovizioso, Ducati Team

Andrea Dovizioso, Ducati Team

Photo by: Gold and Goose / LAT Images

Próximo artigo
Barros vê Márquez imbatível: “se não machucar, é campeão de novo”

Artigo anterior

Barros vê Márquez imbatível: “se não machucar, é campeão de novo”

Próximo artigo

Márquez sobre Lorenzo: “seu aprendizado está custando mais que o esperado”

Márquez sobre Lorenzo: “seu aprendizado está custando mais que o esperado”
Carregar comentários