Brasileiros vão competir em categorias de acesso da NASCAR na ‘Speed Week’

Beto Monteiro e Fê Tozzo se juntam a Diogo Moscato durante a semana mais importante da maior categoria das Américas

Beto Monteiro, Fê Tozzo e Diogo Moscato estarão nos grids da NASCAR Speed Week

Beto Monteiro, Fê Tozzo e Diogo Moscato estarão nos grids da NASCAR Speed Week

Divulgacao

O carnaval será diferente para alguns pilotos brasileiros. Além do soteropolitano Diogo Moscato, mais dois brasileiros estarão presentes nas disputas das corridas da NASCAR nos Estados Unidos.

O pernambucano Beto Monteiro e o catarinense Fê Tozzo carimbaram seu passaporte para a temporada 2024 da maior marca americana de competições automobilísticas. Esse intercâmbio faz parte do programa de desenvolvimento de jovens pilotos da NASCAR Brasil.

Leia também:

Os brasileiros estarão presentes na programação da NASCAR Speed Week, que será realizada entre 9 e 17 de fevereiro, em New Smyrna, e encerra com a disputa da maior corrida do campeonato, a Daytona 500, no Daytona International Speedway, na Flórida, no dia 18. Os três vão competir na categoria Super Late Model. Porém, no restante da temporada, Fê Tozzo cumprirá compromissos na NASCAR Pro-Trucks.

“Vai ser tudo novo para mim, mas iremos com o objetivo de adquirir o máximo de experiência possível. A expectativa é pegar mais experiência em ovais, para ficar mais preparado para oportunidades que possam surgir no futuro”, apontou Tozzo, que estreou na NASCAR Brasil no ano passado, terminando em quarto na tabela Overall pela classe PROAM.

Beto Monteiro tem uma expressiva carreira como piloto, com um vasto conhecimento em corridas nesse estilo. Além de disputar, será presença constante nos paddocks, dando assistência a Moscato e Tozzo. Ele também é um dos envolvidos e é o coordenador técnico do programa de intercâmbio.

“Nós vamos participar da ‘Super Late Model’ nesta abertura, mas como tem corrida toda a semana não vou correr na mesma categoria que ele para ficar de fora e ajudar na corrida”, explicou. “Estou empolgado em voltar a ter contato com esse tipo de pista com oval e tudo mais e, ainda, ajudar a fortalecer a conexão da NASCAR Brasil no exterior, já que o objetivo é preparar pilotos para entrar e chegar aos Estados Unidos, para que futuramente estejam preparados para as mais diversas categorias”, afirmou.

A NASCAR Speed Week inclui uma série de programações e termina com a disputa da Daytona 500 (500 milhas de Daytona).

As CONSEQUÊNCIAS do 'fico' de Norris: RED BULL vai atrás de QUEM agora que Lando ficará na McLaren?

Podcast #268 – O que será do futuro de Horner e Red Bull?

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Be part of Motorsport community

Join the conversation
Artigo anterior VÍDEO: Assista ao trailer da série sobre a NASCAR na Netflix
Próximo artigo Pilotos da NASCAR Brasil farão laboratório nos Estados Unidos

Top Comments

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Sign up for free

  • Get quick access to your favorite articles

  • Manage alerts on breaking news and favorite drivers

  • Make your voice heard with article commenting.

Motorsport prime

Discover premium content
Assinar

Edição

Brasil