Cadu Bonini estreia nos monopostos na Inglaterra e inicia projeto com Roberto Pupo Moreno

Kartista de 16 anos passa a ter o um dos principais pilotos do automobilismo como seu coach e administrador de carreira e começa novo desafio na Europa

Cadu Bonini e Roberto Pupo Moreno

Aos 16 anos e com uma carreira de destaque no kartismo, o paulista Cadu Bonini prepara-se para dar um passo importante em sua trajetória como piloto. Nos dias 22 e 23 de outubro, ele fará sua estreia nos monopostos na disputa do Fórmula Ford Festival, em Brands Hatch, na Inglaterra, correndo pela equipe Kevin Mills Racing.

Apoiado pela Lubrisint, com as marcas AVIA e CEPSA, que há dois anos vislumbrou o potencial do jovem piloto, além da EIKO-Brazil Motorsports, Bonini também contará nesta fase com um dos principais nomes do automobilismo ao seu lado: Roberto Pupo Moreno, que correu na Fórmula 1 e Indy, e será seu coach e administrador de carreira neste novo projeto rumo ao automobilismo europeu.

Além da disputa em Brands Hatch em outubro, Bonini também já está negociando para fazer parte do grid da temporada 2023 da Fórmula Ford Inglesa. Enquanto isso, o piloto – que compete em seu primeiro ano na categoria Graduados – também segue na briga por títulos no kartismo nacional.

Mesmo tendo perdido duas etapas da Copa SP Light de Kart, em razão da Covid, Bonini segue com chances na luta pelo título nas duas etapas finais. Em novembro, também participa do 57º Campeonato Brasileiro de Kart, em Paladino (PB), e vai em busca de seu tricampeonato na principal competição do país.

A viagem para a Inglaterra está programada para a próxima semana (terça-feira, dia 20). Bonini terá três testes até a disputa do Fórmula Ford Festival para se adaptar ao carro. Realizado anualmente na Inglaterra, o Festival engloba as diferentes subdivisões da Fórmula Ford pela Europa e já teve entre seus campeões importantes nomes do esporte, como o próprio Moreno (1980) e Chico Serra (1977) e estrelas internacionais, como Johnny Herbert (1985), Roland Ratzemberger (1986), Eddie Irvine (1987), Mark Webber (1996), Jenson Button (1998) e Josef Newgarden (2008).

Categoria de base de suma importância no automobilismo europeu, a Fórmula Ford também foi a “porta de entrada” no velho continente para o tricampeão de Fórmula 1, Ayrton Senna, que foi campeão da Fórmula Ford 1600 em 1981, em seu primeiro ano correndo na Europa. No ano seguinte, outro brasileiro faturou o título: Maurício Gugelmin.

“Estou muito ansioso por essa estreia na Europa. Poder participar dessa categoria é uma grande oportunidade e iremos desfrutar 200%, iniciando essa vivência do automobilismo fora do Brasil. Sei que temos um longo caminho pela frente, mas vamos trabalhar muito para que já seja um começo bem positivo”, comentou Bonini.

“Ter o Moreno ao meu lado é um grande privilégio. Certamente, aprenderei com o melhor”, ressaltou o piloto.

“Ajudar as novas gerações a conquistarem um lugar ao sol em um mundo tão competitivo é mais que um privilégio para mim, pois sinto que devo passar adiante todos os ensinamentos, todo o aprendizado que tive em décadas de experiências no mais elevado nível do automobilismo mundial e, a partir deste ano, o Cadu vai trilhar este caminho. Será um prazer enorme fazer parte desta jornada”, declarou Moreno.

Moreno também explicou o principal motivo para escolher o caminho da Fórmula Ford, revivendo os passos que os grandes campeões faziam algumas décadas atrás.

“Muitos pilotos hoje saem do kart e já partem para uma categoria com aerodinâmica, como a Fórmula 4. Mas isso impede o piloto de aprender sobre o grip mecânico, o que é possível numa categoria como a Fórmula Ford, que não tem aerodinâmica. Isso torna o piloto mais técnico. Essa subida rápida, que acontece hoje em dia, faz alguns pilotos queimarem etapas. Alguns chegam à Fórmula 1 sem saber acertar um carro. Por isso, decidimos tomar esse caminho, que era seguido pelos campeões de antigamente e que contribui muito para uma formação mais técnica e completa de um piloto”, destacou Moreno.

Principais destaques da carreira de Cadu Bonini no kart:

2021 - Terceiro lugar no Brasileiro de Kart (Graduados B)

Vice-campeão Brasileiro de Rotax (Rotax Max)

2020 – Bicampeão Brasileiro de Kart (Júnior) – Volta mais rápida

Vice-campeão do Open do Brasileiro de Kart (Júnior)

2019 – Campeão Brasileiro de Kart (Júnior Menor) – Pole Position e volta mais rápida

Campeão do Open do Brasileiro de Kart (Júnior Menor)

Campeão Copa Interlagos de Kart (Júnior Menor)

Podcast #195 - Fantasma de Abu Dhabi assombra Monza: o que mudar na F1?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

 

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior Barrichello afirma que equipes de F1 já desmontavam tudo antes do cancelamento do GP da Austrália

Principais comentários

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil Brasil