Porsche Cup 500 km de Interlagos (Endurance)

Porsche Cup: Veja o que disseram os pilotos após os 500km de Interlagos

Disputada sob chuva, prova determina oito títulos de 2022, com Nelson Marcondes e Renan Guerra vencendo o Endurance Challenge na classe Challenge

Christian Hahn e Diego Nunes

O capítulo final da temporada 2022 da Porsche Cup C6 Bank Mastercard foi escrito sob forte chuva em Interlagos, finalizando a jornada de estreia dos novíssimos carros da geração 992 com o mais desafiador panorama do ano. No fim prevaleceu a dupla do Porsche #26, Christian Hahn e Diego Nunes. A vitória garantiu o título do Endurance Challenge para a dupla na Carrera Cup.

A vitória na classe Challenge ficou com o carro #34, de Ricardo Fontanari, Matheus Iorio e Christian Fittipaldi. E o título com a tripulação do #199, Nelson Marcondes e Renan Guerra, que terminaram em segundo lugar. Com o resultado, Marcondes, vice-campeão no certame de sprint, assegurou também o título overall na classe.

Leia também:

Pelo resultado final de pista, o carro vencedor na Carrera Sport foi o #70, de Lucas Salles, Fran Lara e Rafael Suzuki. E o título ficou com o #80, de Rouman Ziemkiewicz e Gabriel Casagrande, que nesta etapa tiveram a companhia de Renan Pizii.

A vitória na Carrera Rookie mais uma vez ficou com o #73, de Enzo Elias e Adroaldo Weisheimer. Eles terminaram ainda como vice-campeões no geral, pontuação que, somada aos tentos conquistados no campeonato de sprint, conferiu ao piloto brasiliense o título overall de 2022.

A vitória e o título na Challenge Sport ficaram com a dupla do carro #777, formada por Josimar Junior e Sergio Ramalho. Da mesma forma, a vitória e o título na Challenge Rookie acabaram nas mãos do dueto do carro #66, composto por Sadak Leite e Fabio Carbone.

Galeria dos campeões 2022

Campeonato de Sprint

Carrera Cup – Enzo Elias

Carrera Sport – Franco Giaffone

Carrera Rookie – Lineu Pires

Challenge – Raijan Mascarello

Challenge Sport – Guilherme Bottura

Challenge Rookie – Gustavo Zanon

Campeonato Endurance

Carrera Cup – Christian Hahn e Diego Nunes

Carrera Sport – Rouman Ziemkiewicz e Gabriel Casagrande

Carrera Rookie – Adroaldo Weisheimer e Enzo Elias

Challenge – Nelson Marcondes e Renan Guerra

Challenge Sport – Josimar Junior e Sergio Ramalho

Challenge Rookie – Sadak Leite e Fabio Carbone

Overall

Carrera – Enzo Elias

Challenge – Nelson Marcondes

A corrida

A prova foi iniciada sob regime de safety car após atraso de 30 minutos na largada por causa da forte chuva. Na abertura da quarta volta aconteceu a relargada, Werner Neugebauer e Christian Hahn mantiveram suas posições, Cesar Ramos superou Guilherme Salas na primeira curva e se manteve em quarto. Na Challenge, Sergio Ramalho passou Luiz Razia para liderar.

Assim que o box foi aberto para os pits obrigatórios, o carro #70, de Lucas Salles, Rafael Suzuki e Fran Lara, parou no setor de apoio. Pole na classe Carrera Sport, ele perdeu muito rendimento nas voltas iniciais e entrou nos pits na primeira oportunidade.

Na oitava volta, Chris Hahn passou Werner para ser líder com o #26. Na Sport o #88 liderava com Cesar Ramos no terceiro lugar geral. Em oitavo, o #73, com Enzo Elias, era líder na Rookie.

Werner rodou com pneu traseiro direito danificado na volta 9, perdendo inúmeras posições antes de entrar nos pits pela primeira vez.

Na décima volta, o #3, com Franco Giaffone, também recolheu para box com o pneu traseiro direito destalonado. A seguir Cesar Ramos entrou nos pits para a primeira parada do carro #88, também com pneu danificado.

No marco de 30 minutos de prova, com 14 voltas completadas pelo carro líder de Chris Hahn, o top5 tinha atrás do carro #26, o #7 com Miguel Paludo, o #1, com Gui Salas, o #73 com Enzo Elias e o #77, com Pedro Aguiar. Ramalho seguia liderando na classe Challenge.

Marçal Müller no final da reta Oposta, passou Pedro Aguiar com autoridade para entrar no top5 na volta 15. Mais à frente, Enzo passou Gui Salas, assumindo o terceiro lugar.

Na volta 21, o #8 novamente teve o pneu traseiro direito furado, agora com Ricardo Zonta na pilotagem. O mesmo aconteceu com o #88, que tinha Georgios Frangulis no comando. Na mesma passagem Enzo alcançou Paludo em disputa pela vice-liderança.

Paludo entrou nos pits após a volta 25 para o primeiro pit do #7. Enzo teve caminho aberto para tentar alcançar Hahn, mas o #26 havia estabelecido um primeiro stint muito produtivo, abrindo mais de 16s em 20 voltas de bandeira verde. Ele entrou nos pits na conclusão da volta 27.

Separados por menos de 5s em P1 e P2, Enzo e Marçal, que disputaram até o fim o campeonato de sprint, estenderam seus stints iniciais. Müller entrou no box com o #17 após 31 giros. Enzo levou o carro até a 32ª volta. E a liderança ficou para Bruno Campos, o último a fazer a parada mandatória, no giro 40.

Diego Nunes foi forçado a retornar com o #26 para o box depois de apenas cinco voltas, também com o pneu traseiro direito danificado.

Com o pelotão reordenado depois do primeiro pit obrigatório, a liderança era do #73, com Adroaldo Weisheimer. Dennis Dirani vinha 10s atrás com o #7 quando levou o carro para a segunda parada.

Com mais de 1h20 de prova e 41 voltas realizadas, a chuva apertou consideravelmente. Adroaldo seguia na frente, com Allam Khodair em segundo no #116 (liderando na Sport). Em 14º, Pedro Costa liderava na Challenge com o #145.

Na condição crítica do asfalto, o nome da corrida era Caio Collet, a bordo do carro #9. Com voltas até 2s mais velozes que os concorrentes, o piloto da F3 ingressou no top5.

Na volta 47, Caio passou Casagrande e JP Mauro, enquanto Khodair assumia a liderança ao superar Adroaldo. O #9 entrou para sua segunda parada a seguir.

Na volta 50 a chuva apertou ainda mais, complicando a visibilidade na subida do Café, reta principal e na Oposta. Khodair seguia firme na liderança com o #116, Adroaldo era segundo. JP Mauro, Leo Sanchez e Ricardo Mauricio completavam o top5. Em sexto no geral, Matheus Iorio liderava na Challenge com o carro #34.

Khodair entrou nos pits na volta 57. Favorecido por seguidas voltas muito rápidas, Chris Hahn assumiu a liderança a três voltas do fim do segmento.

O #26 venceu o segmento com muita autoridade, com direito a mais de um minuto de vantagem sobre o #1, àquela altura com Gui Salas. Enzo Elias, Beto Gresse e Nicolas Costa completavam o top5. Em 19º, o #199, com Renan Guerra, liderava na Challenge.

Na volta 67, Alceu Feldmann, que havia rodado na curva do Sol alguns giros antes, encostou o carro #1 na Junção. Nos pits, Gui Salas se agitava para assumir o carro reserva.

O safety-car então foi acionado, vez que Alceu ficou parado em local perigoso.

As equipes rapidamente se precipitaram para antecipar a próxima rodada de pits. Na volta 70 foi acionada a bandeira verde, com 28 dos 30 carros nos pits. A seguir o #145 parou no Laranjinha.

Com 2h30min de corrida realizada, a liderança era do #73 com Adroaldo Weisheimer. Vitor Meira no #888 vinha em segundo. Gabriel Casagrande (#80), Fran Lara (#70) e Francisco Horta (#77) completavam o top5. Pela Challenge, a liderança era do #34, com Matheus Iorio. Chris Hahn era 15º, com o #26, mas o carro já havia cumprido quatro paradas obrigatórias, contra três da maioria dos seus concorrentes diretos.

Com o anoitecer, a chuva ficou ainda mais forte. Assim os tempos de volta subiram consideravelmente e muitos carros escapavam da pista ou rodavam após destracionar.

O safety-car novamente foi acionado na volta 75, para resgate do carro #25 atolado por dentro da curva do Bico de Pato. Mais uma vez os competidores se precipitaram para os pits -quase todos para a quarta parada mandatória, mas o #99, de Nicolas Costa e Jeff Giassi, para a quinta e última exigida pelo regulamento.

Com o tempo muito fechado, pouca visibilidade e a perspectiva de muito mais tempo de safety-car, diversos carros entraram novamente nos pits, para a quinta parada.

O #88, com Cesar Ramos, seguia na pista em primeiro lugar e com quatro paradas obrigatórias. Com os demais concorrentes tendo realizado os cinco pits, na pista o top5 era completado por Diego Nunes (#26), Adroaldo Weisheimer (#73), Fran Lara (#70) e Átila Abreu (#17).

Pela Challenge, a liderança era de Matheus Iorio (#34), com Nelson Marcondes (#199), Josimar Junior (#777), Ayman (#555) e Fabio Carbone (#66, liderando na Rookie).

O #88 entrou para seu último pit na volta 94, deixando a liderança para o #26 e retornando em nono depois da parada. Consequentemente, o #80, com Renan Pizii entrou no top 5.

Na bandeirada com 110 voltas realizadas e o limite de 4h30min de prova, vitória e título para a dupla do #26, Christian Hahn e Diego Nunes. Pela Challenge, triunfou o carro #34, de Ricardo Fontanari, Matheus Iorio e Christian Fittipaldi. Em segundo ficou o #199, de Nelson Marcondes e Renan Guerra, assegurando o título no processo.

Veja o que os pilotos disseram:

“Espero chegar em 300 corridas como meu pai, curtindo muito no caminho. O mais importante é a jornada e não o destino. É por isso que estamos aqui! Estou muito contente, fazendo meu primeiro título justamente no dia da corrida 300 do meu pai. O título parecia impossível para a gente, tivemos furo de pneu, dificuldades durante o ano. Hoje mesmo tivemos um pneu furado e acabou da melhor forma possível. Acho que nossa melhor performance do ano foi hoje. Eu queria chuva, depois de três anos correndo na Inglaterra. E sabia que se chovesse ia dar bom na corrida”

Christian Hahn

“Corrida de grande risco, especialmente depois que começou a escurecer e tinha muita água. Nos 20 minutos finais tivemos água o tempo todo. Nosso carro foi muito, muito rápido na chuva tanto comigo quanto com o Chris. Ele estava voador no molhado. Começamos o campeonato com a liderança e terminamos em primeiro vencendo a corrida, depois de uma corrida complicada com dois pneus furados em Goiânia. Agora é comemorar”

Diego Nunes

“Um dia realmente incrível, passamos muito sufoco fazendo contas, deu tudo certo. Além do campeonato de Rookie, tenho que lembrar que o Adroaldo em sua temporada de estreia nunca tinha andado em provas no asfalto e ele pegou uma tempestade muito forte e pilotou muito hoje. Com essas conquistas eu me torno um dos maiores vencedores de títulos na Porsche Cup e isso me deixa muito feliz.”

Enzo Elias

“Jamais imaginava esse ano de início, mas quero dar um recado pra todos: mérito do Enzo! Esse é o piloto da família e tenho orgulho de andar com ele. Foi difícil andar na chuva, mas, querendo ou não, minha experiência no rally acho que ajudou bem. Fico feliz com essas conquistas, fiz só três corridas de Porsche na vida e saímos com esse resultado magnífico. Campeão brasileiro de Rally e de Porsche na Endurance! É só o começo.”

Adroaldo Weisheimer

"A jornada hoje foi fenomenal. Começou o dia supercomplexo, eu que larguei. Primeira vez que eu largo na chuva em um Endurance. Foi difícil, mas consegui manter um bom ritmo de corrida. Depois entrou o Casagrande e manteve um bom ritmo de corrida, aí veio o Pizii e manteve um bom ritmo igual. Acabamos em segundo e, na nossa análise, se houver punições acabamos em primeiro. Mesmo assim somos campeões da Sport, fechando muito bem 2022 e que venha 2023

Rouman Ziemkiewicz

“Foi uma experiência muito bacana, mais uma vez estar com todo o pessoal da Porsche Cup. Serviu como um baita treino para o que a gente vai enfrentar na semana que vem. Foi uma corrida muito legal, gostei demais de andar com esse carro na chuva, que eu ainda não tinha guiado. Apesar de no final da bandeira verde a gente ter um pouco de perigo além do que deveria, foi uma experiência muito legal. Estar com o Rouman e com o Pizzi, compartilhamos o carro e tivemos um entrosamento muito bacana. Foi para coroar esse ano do Rouman, que ele evoluiu bastante, o primeiro dele nesse carro novo, mas ele evoluiu muito nessa etapa. Ele estava sempre brigando entre os primeiros da classe dele, então estou muito feliz por isso. Feliz por a gente ter conquistado o segundo lugar na classe. Pelo que eu vi, a gente ainda consegue conquistar o título.”

Gabriel Casagrande

Foi surpreendente. Larguei, tava chovendo e depois intensificou a chuva e ficaram críticas as condições. Mas a estratégia deu certo e estou muito feliz com o resultado

Lucas Salles

Foi uma corrida maluca, uma das mais doidas que já corri. A visibilidade estava muito baixa e tinha horas que o carro aquaplanava na reta, mas sobrevivemos. Lucas e o Fran fizeram um trabalho espetacular e tivemos a frieza para encaixar, além da vitória na Sport, o terceiro no geral

Rafael Suzuki

“Foi uma corrida que deu tudo certo, apesar das dificuldades. Nelsinho está de parabéns porque a pista mudava muito e o piloto precisava estar pronto sempre na hora. Ele leu a condição da pista muito bem e está de parabéns pelos títulos”

Renan Guerra

“No automobilismo para acontecer o resultado ideal, muitas coisas precisam dar certo. E o campeonato de Endurance com o Renan deu muito, muito certo. Fomos impecáveis na Argentina, andamos bem em Goiânia e aqui a mudança climática de última hora embaralhou tudo, mas demos conta. Eu acho que tenho o melhor time de engenharia e mecânicos da Porsche Cup e, apesar das dificuldades, os resultados vieram”

Nelson Marcondes

“Para ser bem sincero: foi bem estressante. Acho que é esta a palavra. O grid todo ficou bem apreensivo, mas graças a Deus deu tudo certo. Já estava escrito e era nosso. Só tenho a agradecer pela oportunidade que o Fontanari tem me dado há algum tempo e hoje a gente conseguir essa vitória coroa o trabalho de uma equipe maravilhosa”

Matheus Iorio

“Nós em primeiro! Baita experiência, ainda mais correndo com o Christian. Tivemos um grande time com o Pedro Moysés na estratégia. A corrida foi para a prorrogação até (risos) Para chegar nesse acerto nós apanhamos muito, trabalhando com os dados desde quarta-feira. O carro tinha alguns problemas, que foram resolvidos, fizemos um bom quali e uma boa corrida”

Ricardo Fontanari

Foi emocionante desde o começo. Nunca tinha andado no molhado e hoje a chuva era forte. Acho que tive uma boa performance desde o começo, considerando o que tenho de experiência. Estou muito feliz com o resultado, em meu primeiro campeonato. E espero ter a chance de correr mais uns dez campeonatos assim”

Sadak Leite

“Estava bem difícil realmente. Pode ser que tenha alguma revisão de resultados. O safety-car realmente tinha que ter entrado, mas demorou muito tempo para sair”

Fabio Carbone

Resultado (sujeito à confirmação dos comissários):

Endurance Challenge – 500 km Interlagos

  1. #26 Christian Hahn e Diego Nunes 4:30:35.232
  2. #73 Adroaldo Weisheimer e Enzo Elias** +2.581
  3. #70 Lucas Salles, Rafael Suzuki e Fran Lara* +12.064
  4. #17 Leonardo Sanchez, Átila Abreu e Marçal Muller** +12.195
  5. #80 Rouman Ziemkiewicz, Gabriel Casagrande e Renan Pizii* +18.006
  6. #116 Marcelo Hahn e Allam Khodair* +24.378
  7. #77 Francisco Horta, William Freire e Pedro Aguiar* +29.891
  8. #888 Lineu Pires, Beto Gresse e Vitor Meira** +31.852
  9. #88 Georgios Frangulis e Cesar Ramos* +33.634
  10. #99 Jeff Giassi e Nicolas Costa +48.323
  11. #7 Miguel Paludo e Dennis Dirani -1 volta
  12. 1 #8 Werner Neugebauer e Ricardo Zonta -1 volta
  13. #87 Nelson Monteiro, Alan Hellmeister e JP Mauro** -1 volta
  14. #33 Bruno Campos, Giuliano Losacco e Ricardo Maurício** -1 volta
  15. #121 João Barbosa e João Gonçalves** -2 voltas
  16. #85 Eduardo Menossi, Pedro Boesel e Sergio Sette Câmara* -2 voltas
  17. #3 Franco Giaffone e Rubens Barrichello* -2 voltas
  18. #44 Gustavo Farah e Sebastian Moreno** -2 voltas
  19. #25 Paulo Sousa, Bia Figueiredo e Galid Osman** -2 voltas
  20. #34 Ricardo Fontanari, Matheus Iorio e Christian Fittipaldi -2 voltas
  21. #9 Edu Guedes, Carlos Ambrósio e Caio Collet** -2 voltas
  22. #199 Nelson Marcondes e Renan Guerra -3 voltas
  23. #777 Josimar Junior e Sergio Ramalho* -3 voltas
  24. #555 Ayman Darwich e Sergio Jimenez -3 voltas
  25. #66 Sadak Leite e Fabio Carbone** -4 voltas
  26. #14 André Gaidzinski, Nasser Aboultaif e Gabriel Robe** -4 voltas
  27. #145 Carlos Renaux, Luiz Razia e Pedro Costa -4 voltas
  28. #74 Piero Cifali e André Bragantini Junior** -5 voltas
  29. #1 Alceu Feldmann e Guilherme Salas -5 voltas
  30. #002 Junior Dinardi e Yuri Alves** -6 voltas

*Sport

**Rookie

Em itálico, classe Challenge

Campeonatos (top 5)

Carrera

  1. Christian Hahn e Diego Nunes – 181 pontos
  2. Enzo Elias e Adroaldo Weisheimer – 164
  3. Alceu Feldmann e Gui Salas – 161
  4. Jeff Giassi e Nicolas Costa – 139
  5. Lineu Pires e Beto Gresse - 118

Carrera Sport

  1. Rouman Ziemkiewicz e Gabriel Casagrande – 198 pontos
  2. Lucas Salles e Rafael Suzuki - 187
  3. Francisco Horta e William Freire – 175
  4. Marcelo Hahn e Allam Khodair – 174
  5. Georgios Frangulis e Cesar Ramos – 158

Carrera Rookie

  1. Enzo Elias e Adroaldo Weisheimer – 212 pontos
  2. Lineu Pires e Beto Gresse – 190
  3. Nelson Monteiro e Alan Hellmeister 188
  4. Leo Sanchez e Átila Abreu – 162
  5. Paulo Sousa e Galid Osman - 135

Challenge

  1. Nelson Marcondes e Renan Guerra – 211 pontos
  2. Josimar Jr e Sergio Ramalho – 182
  3. Ayman Darwich e Sergio Jimenez – 171
  4. Sadak Leite e Fabio Carbone – 145
  5. Carlos Renaux e Luiz Razia - 134

Challenge Sport

  1. Josimar Jr e Sergio Ramalho – 222
  2. Sadak Leite e Fabio Carbone – 192
  3. Andre Gaidzinski – 180
  4. Junior Dinardi e Yuri Alves – 166
  5. Piero Cifali e Andre Bragantini jr – 125

Challenge Rookie

  1. Sadak Leite e Fabio Carbone – 210
  2. Andre Gaidzinski – 199
  3. Junior Dinardi e Yuri Alves - 185
  4. Piero Cifali e André Bragantini Jr – 139
  5. Nasser Aboultaif e Gabriel Robe - 108

Binotto na Audi? Saiba de novo rumor na F1

Faça parte do Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube

Quer fazer parte de um seleto grupo de amantes de corridas, associado ao maior grupo de comunicação de esporte a motor do mundo? CLIQUE AQUI e confira o Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube. Nele, você terá acesso a materiais inéditos e exclusivos, lives especiais, além de preferência de leitura de comentários durante nossos programas. Não perca, assine já!

Podcast #206 – Saída de Binotto resolve os problemas da Ferrari?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior Sprint, Endurance, Overall: conheça os campeões da Porsche Cup 2022
Próximo artigo Porsche Esports Brasil chega a Interlagos para disputa do título da temporada 2022 nas classes Pro e Pro-Am

Principais comentários

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil Brasil