Stock Car Brasil
R
Londrina II
11 set
Evento encerrado
03 out
Evento encerrado
R
06 nov
Próximo evento em
16 dias
R
Goiânia II
20 nov
Próximo evento em
30 dias
R
Interlagos II
11 dez
Próximo evento em
51 dias

Átila Abreu assume sexta posição no campeonato da Stock Car

compartilhar
comentários
Átila Abreu assume sexta posição no campeonato da Stock Car
Por:

Sorocabano escala o pelotão vindo de 17º no grid e termina em sexto; Ricardo Zonta está em quarto na tabela, apenas sete pontos do líder

A Shell completou a quinta etapa da temporada de 2020 da Stock Car com dois pilotos entre os dez primeiros colocados. Átila Abreu escalou o pelotão e ganhou 11 posições para terminar em sexto, três colocações à frente de Ricardo Zonta, este com 25kg de lastro de performance, com Galid Osman também pontuando, em 11º. Na tabela, Zonta está a apenas sete pontos do líder, em quarto, enquanto Átila é o sétimo.

O sábado começou com dois treinos livres e a classificação. Sob um calor fortíssimo, Zonta ficou com o 13º lugar no grid de largada, com Átila em 17º, Gaetano em 18º, e Galid em 21º. Na hora da corrida, a temperatura do asfalto baixou um pouco com a chegada de nuvens ameaçadoras.

Leia também:

Dada a largada, um incidente envolvendo três carros permitiu a Gaetano ganhar posições e subir para 13º, com Átila em 15º, Zonta em 17º e Galid em 19º. Na segunda volta, outro incidente com vários carros levou a direção de prova a acionar o safety car, e os pilotos da Shell ganharam duas posições cada.

Na relargada, Di Mauro foi muito bem e rapidamente subiu para décimo - Átila e Zonta eram 13º e 14º. Gaetano seguiu progredindo e, com 15 minutos de corrida, já era o nono. Com a janela obrigatória de pit stops aberta, Di Mauro, Zonta e Osman entraram logo nos boxes, e Átila estendeu o stint.

O sorocabano assumiu a liderança e, pouco antes de ele entrar nos boxes, começou a chover. Mas a água caiu por pouco tempo não foi suficiente para molhar o asfalto, que estava muito quente, então Átila colocou pneus slicks no pit stop. Com todos tendo feito a parada, Gaetano era o sétimo, logo à frente de Átila, com Zonta em décimo e Galid em 15º.

Faltando 11 minutos para o fim, o piloto do carro #11 teve um furo no pneu traseiro direito e abandonou, o que levou Abreu à sétima posição e Zonta para nono. Nos minutos finais, um drive through ao líder Denis Navarro permitiu a Átila completar a prova em sexto, enquanto Zonta cruzou em nono, e Galid ainda evoluiu para 11º.

Neste domingo, a partir das 9h, será disputada a classificação da sexta etapa (com duas provas). As corridas começam respectivamente às 11h18 e 12h13. Na segunda prova, haverá a regra do grid invertido em relação aos dez primeiros da corrida anterior.

O que eles disseram:

"Foi uma corrida melhor do que esperávamos, até porque em nenhum momento do treino tínhamos mostrado velocidade. Largar em 17º e chegar em sexto foi um bom resultado para o campeonato. É óbvio que precisamos melhorar, em corrida estamos um pouquinho melhor do que na classificação, mas temos um desgaste excessivo de pneus. A corrida foi um pouco difícil porque na largada o carro do Nelsinho Piquet estourou o radiador e lambuzou de óleo, porque estamos com um parabrisa sem água. Então vieram terra, óleo, a visibilidade estava bem ruim, mas tiinha de tocar assim. A estratégia de box foi boa, a parada foi boa e ajudou a me colocar na frente. Consegui trazer o carro para casa, escapando dos acidentes e fazendo um bom ritmo de voltas na janela, ganhei algumas posições durante o pit. Um bom resultado, mas nosso carro tem algum problema. Desde o treino, no qual dei uma escapada na terra, o carro começou a ter um comportamento estranho. Não sabemos, checamos e não vimos nada. Vamos trabalhar para ver se é amortecedor e é algo mais para amanhã. Amanhã é um novo dia, nova tomada. O que é hoje já foi, vamos focar. Mesmo em momentos difíceis, a equipe não desanima, arregaça as mangas, e estamos crescendo no campeonato, entre os primeiros. Sem ter a performance que gostaríamos, estamos fazendo um bom campeonato. É continuar trabalhando, que quando tivermos performance, vamos crescer. "

Átila Abreu, piloto do carro #51 da equipe Shell V-Power Crown Racing

"Foi difícil. Trabalhamos bastante na corrida tentando ganhar algumas posições, porque a largada foi muito ruim. Eu me posicionei com reflexo no carro da frente. Ele acelerou e freou, tive de frear, e apagou a luz. Todo mundo de trás me ultrapassou, devo ter ficado em 20º, por aí. Também teve muita batida, tentei me posicionar onde não batesse. O carro estava bem até a décima volta depois do pit, estava chegando e me programando em que volta eu iria passar usando o push. Depois, o carro começou a perder muito a traseira, perder totalmente o balanço da traseira, quase saí na curva 1 do nada. Aí só trouxe para terminar. É um nono lugar, difícil falar sobre o campeonato, porque esse peso está arruinando muito a corrida dos líderes, e em pistas como Londrina e Cascavel, se sente muito esse peso a mais. Mesmo de 25kg para 15kg, não vai ser aquela melhora que esperávamos para brigar pela vitória. Vamos trabalhar para isso, tem mais uma etapa amanhã, vamos para lá.”

Ricardo Zonta, piloto do carro #10 da equipe Shell RCM

“Conseguimos fazer alguns pontinhos. Nosso carro ainda precisa melhorar em classificação, ainda precisamos entender por que estamos largando tão atrás depois de um início de ano no qual largávamos bem. Vamos trabalhar para a corrida de amanhã, e vamos nos preparar para uma boa classificação, o que vem sendo o principal problema nos fins de semana.”

Galid Osman, piloto do carro #28 da equipe Shell V-Power Crown Racing

“Com certeza, o top5 era uma realidade. Eu me posicionei muito bem na largada, estava com muita dificuldade para enxergar porque meu parabrisa ficou cheio de óleo. Quando começou a pingar, espalhou todo o óleo no meu vidro. Toda vez que passava onde estava sol, o vidro brilhava e eu não sabia onde estava. Eu me guiava pelos outros pilotos. Tínhamos um ritmo muito forte, uma pena ter furado o pneu. Temos de entender se foi um furo por algum acerto ou um furo de alguma peça que pegou. Mas vamos trabalhar mais para buscar melhorar para a próxima corrida,”

Gaetano di Mauro, piloto do carro #11 da equipe Shell Vogel Motorsports

F1: Alonso é taxativo sobre seus rivais Hamilton e Schumacher e ‘se compara’ a algoz Vettel

 
 

 

 

 

 

Stock Car: Camilo vê erro e punição a Navarro e vence em Cascavel

Artigo anterior

Stock Car: Camilo vê erro e punição a Navarro e vence em Cascavel

Próximo artigo

Stock Car: Bruno Baptista conquista primeira pole da carreira em Cascavel

Stock Car: Bruno Baptista conquista primeira pole da carreira em Cascavel
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Stock Car Brasil
Autor Redação Motorsport.com