Chefe de equipe da Stock Car explica custos de se colocar um carro no grid

compartilhar
comentários
Chefe de equipe da Stock Car explica custos de se colocar um carro no grid

Duda Pamplona, chefe da Crown Racing com a equipe Shell, explicou como funciona o lado financeiro da Stock em live com o Motorsport.com

Correr na Stock Car, a categoria mais importante do automobilismo nacional requer uma quantidade de dinheiro que condiz com a importância do campeonato. Mas você sabe quanto custa participar de uma temporada completa da Stock?

Duda Pamplona, chefe da Crown Racing com a equipe Shell falou sobre os valores necessários para correr com a Stock Car durante a live feita com o Motorsport.com, e afirmou que as equipes estão buscando reduzir os custos para os próximos anos, prevendo o impacto econômico da pandemia da Covid-19.

Leia também:

"Varia muito de equipe para equipe, pelo tamanho, pela estrutura de cada equipe. Mas estamos fazendo um trabalho muito grande com a Vicar e as equipes para buscar uma redução de custos".

"É necessário nesse momento, pós-pandemia, onde já sabemos que a economia será impactada de modo geral. É um trabalho, de médio prazo. Vamos ver alguma coisa esse ano, mas é mais para o ano que vem, 2022".

Pamplona explicou também que existem questões financeiras extra pista, que podem ser tratadas diretamente com os patrocinadores ou os pilotos.

"Hoje, um carro, para uma temporada inteira, vai custar dois, 2,5 milhões. Existe toda uma parte extra pista que é necessária e que os patrocinadores fazem, como ativações, mas existem também casos onde os pilotos conseguem os próprios salários, com o patrocinador principal bancando. É uma negociação muito particular na maior parte das vezes.

O chefe da Crown Racing alertou que não depende apenas de uma equipe para garantir a redução dos custos da Stock Car e falou sobre a diferença na temporada de 2020, afetada pela pandemia.

"Nós estamos trabalhando para trazer esses valores para baixo. Só que depende de uma cadeia, não é apenas uma decisão particular de uma equipe, depende dos fornecedores também, mas acho que vamos conseguir fazer isso a médio prazo, como uma resposta mais forte a tudo isso que estamos vivendo no momento".

"Nesse ano, vamos entregar praticamente o mesmo número de corridas, mas em menos finais de semana e isso reduz o custo de logística ao final do ano, por representar uma quilometragem menor. Então estamos buscando encaixar os orçamentos nessa nova realidade, algo necessário e que temos ciência".

GALERIA: Os campeões da década da Stock Car

2010: Max Wilson

2010: Max Wilson
1/10

Foto de: Divulgacao

2011: Cacá Bueno

2011: Cacá Bueno
2/10

Foto de: Divulgacao

2012: Cacá Bueno

2012: Cacá Bueno
3/10

Foto de: Chris Fabbri / CFR Media - Brazil

2013: Ricardo Mauricio

2013: Ricardo Mauricio
4/10

Foto de: Chris Fabbri / CFR Media - Brazil

2014: Rubens Barrichello

2014: Rubens Barrichello
5/10

2015: Marcos Gomes

2015: Marcos Gomes
6/10

2016: Felipe Fraga

2016: Felipe Fraga
7/10

2017: Daniel Serra

2017: Daniel Serra
8/10

2018: Daniel Serra

2018: Daniel Serra
9/10

Foto de: Fernanda Freixosa

2019: Daniel Serra

2019: Daniel Serra
10/10

Foto de: Renato Mafra

VÍDEO: Reginaldo Leme avalia dupla da Ferrari e futuro de Vettel na F1

PODCAST - Interlagos 80 anos: templo do automobilismo ou apenas mais um circuito?

 

Coluna do Vicente Sfeir: A Stock Car pós pandemia

Artigo anterior

Coluna do Vicente Sfeir: A Stock Car pós pandemia

Próximo artigo

Seletiva da Crown Racing tem 40 finalistas no iRacing e traz History de volta às corridas

Seletiva da Crown Racing tem 40 finalistas no iRacing e traz History de volta às corridas
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Stock Car Brasil