Stock Car: Fora da etapa de Interlagos, Serra projeta maior número de pontos possível no Velopark

Atual vice-líder do campeonato estará ausente na etapa de São Paulo por 24 Horas de Spa

Stock Car: Fora da etapa de Interlagos, Serra projeta maior número de pontos possível no Velopark
Carregar reprodutor de áudio

Ocupando atualmente a segunda posição no campeonato, Daniel Serra não estará no grid na sétima etapa da Stock Car em Interlagos. Na prova que acontecerá no dia 31 de julho em São Paulo, o tricampeão da categoria máxima do automobilismo brasileiro estará nas 24 Horas de Spa-Francorchamps, uma das corridas mais tradicionais do calendário de longa duração, e que hoje faz parte da Intercontinental GT Challenge.

Leia também:

Acostumado com a maratona de provas no Brasil e na Europa, Serra lamentou a coincidência de datas entre as duas provas:

“Lógico que não é o ideal, a gente queria estar participando de todas as corridas, mas infelizmente o calendário da Stock Car bate com três etapas lá fora, já bateu com Sebring e a gente conseguiu chegar para correr no domingo, agora Spa, que eu vou estar ausente e a outra que eu corro aqui e não lá fora”, disse Serra.

Para o final de semana na etapa do Velopark (RS), o piloto da Eurofarma-RC projeta fazer o máximo de pontos possível, pensando nos descartes que o regulamento da temporada 2022 permite e também projetando a luta pelo título:

“É tentar marcar o máximo de pontos aqui (no Velopark), e a gente tem os descartes, são quatro por ano, já temos dois, o que ao mesmo tempo nos tira a chance de ter um problema ou imprevisto que aconteça. Então, a gente perde um pouco essa possibilidade de ter que usar (os descartes) já que eu não vou estar aqui, mas de qualquer maneira, acho que não é isso que vai tirar a gente da briga, temos totais condições de lutar pelo título até o final, acho que depende de a gente continuar fazendo um bom campeonato nessas etapas que eu vou estar presente”, disse Daniel.

Sem priorizar nenhuma das categorias que compete, Serra garante que o seu foco está em todas os campeonatos que disputa. Não escondendo a paixão pela Stock Car, o tricampeão garante que se sente confortável com a rotina de intensa de provas.

“Eu corro aqui e lá fora, e eu só não moro lá (fora do país). O foco está nos dois campeonatos que eu faço, nos meus dois programas (Ferrari e Eurofarma-RC), e lá fora eu acabo correndo as maiores corridas de endurance que tem. Esse ano corremos em Daytona e Le Mans com dois segundos lugares, agora fazendo as 24 horas de Spa, estou disputando o campeonato inteiro do GT Challenge, e fazendo o campeonato inteiro da IMSA. O foco quando estou dentro do carro e a dedicação, é sempre o mesmo, independente se estou aqui ou lá” disse Serra.

Mesmo ciente das dificuldades para conseguir conciliar o calendário de provas no Brasil e na Europa, Serra projeta no futuro um calendário de provas que o permita participar do máximo de corridas possíveis no ano:

“É sempre muito difícil conciliar os dois (campeonatos). Estou numa posição que eu trabalhei muito para chegar, e eu gosto muito de correr na Stock Car, então nem penso em parar de correr aqui. Eu espero que no futuro a gente possa sempre trabalhar para que os calendários não se coincidam mais, lógico que não depende só de mim, mas seria muito legal” – concluiu o tricampeão.

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações para ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

 

Podcast #184 - Felipe Kieling, da Band, revela como foi substituir Mariana Becker na cobertura da F1

 

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

 

 

compartilhar
comentários
Stock Car: Gomes supera Serra e lidera TL1 no Velopark
Artigo anterior

Stock Car: Gomes supera Serra e lidera TL1 no Velopark

Próximo artigo

Stock Car: Ramos lidera TL2 no Velopark com melhor tempo da sexta-feira

Stock Car: Ramos lidera TL2 no Velopark com melhor tempo da sexta-feira