Stock Car Interlagos II

Stock Light se torna estágio obrigatório para ingresso na Stock Car

Pilotos vindos de qualquer categoria nacional deverão se provar no “laboratório” da maior categoria do automobilismo brasileiro

Stock Series (antiga Light) em Interlagos

A Stock Series (antiga Light) está prestes a iniciar a temporada de descoberta das novas estrelas da Stock Car Pro Series – categoria para a qual revelou sete em cada dez campeões, com o impressionante índice de 72%.

Leia também:

Nesse cenário, há uma grande novidade. Nesta segunda-feira (10), a Vicar, promotora das duas categorias, anunciou que vai concentrar na Stock Series a presença dos principais jovens talentos brasileiros: a partir de 2022, a categoria de acesso passa a ser estágio obrigatório para quem vem de outros campeonatos e quer ingressar na Stock Car. A medida inclui todos os campeonatos realizados no Brasil.

“Esta é uma medida coerente com a remodelação da Stock Series, que até o ano passado se chamava Stock Light”, disse Fernando Julianelli, CEO da Vicar. “A Stock Series é definitivamente onde os aspirantes à Stock Pro são testados e aprovados. Por isso, estamos implantando evoluções em todos os aspectos da competição. Para 2022, por exemplo, teremos um carro mais agressivo, agora com a carenagem do Chevrolet Cruze usado na Stock Pro. O carro será também apenas 1,5 segundo mais lento que o Stock da categoria principal, ou seja, andará muito perto. Vai ser interessante comparar o tempo de volta de cada modelo já na estreia, em Interlagos, dia 13 de fevereiro”, continua o executivo.

Para se ter uma ideia da proximidade promovida pelas alterações técnicas, os carros da Fórmula 2 – que serve de categoria escola para a Fórmula 1 – são geralmente de dez a 15 segundos mais lentos que a competição principal. E mesmo assim são considerados o estágio ideal para se chegar à Fórmula 1.

“As equipes têm consciência de que construímos o laboratório ideal para quem quer não apenas chegar à Stock Car, mas também chegar pronto para brigar por pódios e vitórias”, observa Julianelli. “Um consenso entre todos é que o índice de 72% vai ser aumentado a partir de agora. Não apenas pela obrigatoriedade que está sendo colocada para quem chega de categorias de base, mas principalmente por que o carro e o ambiente estão muito mais afinados em 2022. Daqui sairão grandes campeões”, resume o CEO da Vicar.

Assim como na categoria principal, a Stock Series vive um momento de definição dos competidores para a nova temporada. “Quem tem como objetivo chegar à Stock Pro, ou mesmo se preparar em alto nível para outro campeonato, deve consultar as equipes desde já”, diz Julianelli. “Ainda há vagas em times bem interessantes em aberto, então a hora é agora”, completou o CEO da Vicar.

Veja como foi a final da Stock Car de 2021

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações para ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

 

Podcast #155 - Piores da F1 2021: Quais pilotos/equipes decepcionaram? Masi é consenso?

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior Brasília promete entregar autódromo em maio e apresenta eventos de 2022
Próximo artigo Stock Car: Equipe Hot Car anuncia trio para temporada de 2022

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil