Análise: esporte e segurança levam FIA para a África

Jean Todt visitou a Etiópia nesta semana para tentar melhorar a segurança rodoviária e o desenvolvimento do automobilismo africano

Análise: esporte e segurança levam FIA para a África
Carregar reprodutor de áudio

A caminho do Congresso Regional do Desporto da FIA, em Adis Abeba, na Etiópia, o presidente da entidade, Jean Todt, se reuniu com o presidente do país Mulatu Teshome para discutir os esforços para melhorar os padrões de segurança rodoviária no país.

Atuando como presidente da FIA e Enviado Especial do secretário-geral das Nações Unidas para a Segurança Rodoviária, a reunião de Todt com Teshome teve como temas aspectos do esporte e da mobilidade, assim como o desenvolvimento do automobilismo africano e os métodos de redução do número de acidentes e de mortos na Etiópia.

Parte do problema no país do leste da África vem da diferença substancial entre os acidentes registrados oficialmente pelas autoridades e os números estimados pela Organização Mundial de Saúde (OMS), nove vezes maior do que os dados oficiais.

"Queremos promover uma condução segura nas estradas, assegurar que a polícia está reforçando as regras de trânsito, incutir valores como disciplina, formação adequada, e boa educação na estrada", disse Todt.

"Em caso de acidentes, deve haver um serviço de 'pós-crash' adequado. Em suma, todo o progresso feito no automobilismo, nós queremos também que seja feito nos carros de rua."

"Temos uma prescrição: a educação, a aplicação da lei, infraestrutura rodoviária, veículos e cuidados após o acidente, e nós estamos prontos para divulgar o conhecimento sobre eles para os nossos colegas etíopes."

Teshome foi muito receptivo ao chamado de Todt para melhorar a aplicação das normas de segurança rodoviária existentes e de introduzir regras mais rigorosas para a eficácia do equipamento de proteção para os usuários, desde capacetes para motoristas até proteção de pedestres.

O presidente da Etiópia acrescentou sua assinatura no “Save Kids’ Lives” , um compromisso da FIA, prometendo o seu apoio à campanha.

Jean Todt, FIA president with Ethiopian President Mulatu Teshome
Jean Todt, presidente da FIA com o presidente Mulatu Teshome

Foto: FIA

Futuro do automobilismo na África

O principal objetivo do Congresso Regional Esportivo é o desenvolvimento do esporte a motor em todo o continente africano, tanto em termos de apoio de base existentes quanto em um esforço concentrado para desenvolver atividades de kart, como já foi feito no Paraguai.

"O kart é a porta de entrada para o esporte a motor", disse Todt no Paraguai no início deste mês. "Ele garante um fornecimento de novos campeões para o futuro. É o alicerce sobre o qual nossa pirâmide está baseada, levando ao mais alto nível do esporte."

A mensagem não foi alterada em Adis Abeba, onde o ex-co-piloto de rali apontou os karts como uma forma eficaz de introduzir a segurança rodoviária para os motoristas do amanhã.

Para este fim, a FIA introduziu um projeto para difundir o kart em todo o mundo a um custo baixo.

Jean Todt, FIA president with Ethiopian President Mulatu Teshome
Jean Todt, presidente da FIA com o presidente Mulatu Teshome

Foto: FIA

compartilhar
comentários
Kobe Bryant visita Ferrari em Maranello
Artigo anterior

Kobe Bryant visita Ferrari em Maranello

Próximo artigo

Apple pode comprar McLaren e entrar na F1, segundo jornal

Apple pode comprar McLaren e entrar na F1, segundo jornal