Apple pode comprar McLaren e entrar na F1, segundo jornal

Empresa norte-americana, uma das gigantes no mercado de tecnologia, teria procurado a McLaren para comprar a equipe ou fazer uma parceria, segundo o jornal britânico Financial Times; time de Woking nega

Apple pode comprar McLaren e entrar na F1, segundo jornal
McLaren logo
Jenson Button, McLaren MP4-31
The team at work in the garage of McLaren
Jenson Button, McLaren MP4-31
Fernando Alonso, McLaren MP4-31
Ron Dennis and Eric Boullier, McLaren

O diário britânico Financial Times, uma das publicações mais respeitadas no mercado financeiro, publicou uma notícia que mexe com as estruturas da Fórmula 1: a Apple, uma das gigantes do mercado de tecnologia, teria procurado o McLaren Technology Group, que engloba a equipe de F1, a fabricante de carros de rua e a empresa de tecnologia, a Mclaren Applied Technology.

Citando três pessoas envolvidas na negociação como fontes, o jornal alega que as conversas podem culminar na aquisição completa da equipe de F1 ou em uma parceria estratégica. 

O interesse da Apple na McLaren estaria ligado aos planos da empresa de revolucionar a indústria automotiva da mesma forma que a companhia mudou o mercado de smartphones com o iPhone.

A Apple tem trabalhado em carros elétricos autônomos há alguns anos, com as especulações mais recentes sugerindo que a entrada na indústria automotiva seria feita em parceria com uma fabricante de carros já presente no mercado, em vez da entrada da própria empresa sozinha.

O Financial Times estipula o valor do McLaren Technology Group entre £1 e £1,5 bilhão (entre R$ 4,2 e R$ 6,3 bilhões – com a McLaren Automotive tendo gerado lucro de £450 milhões (R$ 1,8 bilhão) somente no ano passado. 

McLaren nega conversas sobre investimento da Apple

O time de Woking se mexey rapidamente, entretanto, para negar as informações publicadas pelo Financial Times. Um porta-voz da equipe deixou claro que não houve nenhuma conversa com a Apple no sentido de um investimento conjunto.

"Podemos confirmar que a McLaren não está em conversas com a Apple a respeito de qualquer tipo de investimento. Como vocês imaginam, a natureza do nosso negócio nos faz ter conversas confidenciais com várias partes distintas, mas manteremos estas conversas em segredo", completou o porta-voz.

compartilhar
comentários
Análise: esporte e segurança levam FIA para a África

Artigo anterior

Análise: esporte e segurança levam FIA para a África

Próximo artigo

Matt LeBlanc renova contrato como apresentador do Top Gear

Matt LeBlanc renova contrato como apresentador do Top Gear
Carregar comentários