Dakar: Brasileiro Gugelmin segue em primeiro nos UTVs após nona etapa; Toyota domina nos carros e novo líder nas motos

Representante do país e sua dupla, Jones, fecharam especial na segunda posição; Al-Attiyah mantém ponta com pódio e Walkner desbanca Sunderland

Dakar: Brasileiro Gugelmin segue em primeiro nos UTVs após nona etapa; Toyota domina nos carros e novo líder nas motos
Carregar reprodutor de áudio

Em mais um dia forte da Polônia, a nona etapa do Dakar 2022 nas UTVs, disputada nesta terça-feira (11), terminou com a vitória de Marek Goczal e Lukasz Laskawiec, seguidos de Austin Jones e seu navegador, Gustavo Gugelmin. Apesar de terminarem na segunda colocação no trecho de 491 km em Wadi Ad Dawasir, a dupla do americano com o brasileiro segue na liderança da divisão.

Confira as últimas do Dakar 2022:

Os outros representantes do país na disputa, Rodrigo Luppi e Maykel Justo, se recuperaram após dois dias ruins e fecharam a especial na quarta colocação. No entanto, ainda não foi o suficiente para eles retornarem ao top 5 do qual já estiveram na ponta há alguns dias. Os espanhóis Gerard Farres Guell e Diego Ortega Gil e os poloneses Michal Goczal e Szymon Gospodarczyk completam os três primeiros.

Top 5 do Dakar 2022 após a nona etapa - UTVs

Pos. Piloto/Navegador Equipe Tempo Diferença Penalidade
1 401
Austin Jones/Gustavo Gugelmin
CAN-AM FACTORY SOUTH RACING 37:14:28   00:06:00
2 416
Gerard Farres Guell/Diego Ortega Gil
CAN-AM FACTORY SOUTH RACING 37:28:15 00:13:47 00:00:00
3 403
Michal Goczal/Szymon Gospodarczyk
COBANT-ENERGYLANDIA RALLY TEAM 37:30:55 00:16:27 00:32:00
4 410
Marek Goczal/Lukasz Laskawiec
COBANT-ENERGYLANDIA RALLY TEAM 37:46:47 00:32:19 00:00:00
5 414
Rokas Baciuska/Oriol Mena
SOUTH RACING CAN-AM 37:50:38 00:36:10 00:15:00

Toyota domina nos carros e conquista todas as posições do pódio; Al-Attiyah segue na ponta

A Toyota desfrutou de sua exibição mais forte no Dakar de 2022, com Giniel de Villiers liderando um 1-2-3 para o fabricante, à frente de Henk Lategan e do líder geral Nasser Al-Attiyah. Com os Audis de Mattias Ekstrom e Stephane Peterhansel forçados a abrir a estrada após a dobradinha de segunda-feira, os três carros da marca japonesa disputaram a vitória no trecho de 287 km da divisão.

Lategan manteve a vantagem inicial em sua Hilux T1+, mas não conseguiu abrir uma lacuna sobre seus companheiros de equipe, já que Peterhansel e Sebastien Loeb, da Prodrive, também forneceram uma luta dura para os Toyotas no início da especial.

De Villiers passou para a liderança no terceiro waypoint em 118 km e conseguiu ficar à frente, vencendo sua primeira no Dakar 2022 por apenas nove segundos sobre o compatriota sul-africano.

Al-Attiyah terminou pouco mais de um minuto atrás de seus companheiros de equipe em terceiro, depois de perder tempo na segunda-feira com um diferencial traseiro quebrado, fortalecendo sua busca por uma quarta vitória no Dakar da carreira.

Top 10 do Dakar 2022 após a nona etapa - Carros

Pos. Piloto Equipe Tempo Diferença Penalidade
1 Nasser Al-Attiyah TOYOTA 30:10:04   00:00:00
2 Sebastien Loeb PRODRIVE 30:49:09 +00:39:05 00:00:00
3 Yazeed Al Rajhi TOYOTA 31:08:48 +00:58:44 00:00:35
4 Orlando Terranova PRODRIVE 31:46:13 +01:36:09 00:12:00
5 Giniel de Villiers TOYOTA 31:55:05 +01:45:01 00:05:00
6 Jakub Przygosnki MINI 31:56:08 +01:46:04 00:00:00
7 Vladimir Vasilyev BMW 31:58:37 +01:48:33 00:05:00
8 Martin Prokop FORD 32:14:32 +02:04:28 00:07:00
9 Sebastian Halpern MINI 32:24:56 +02:14:52 00:05:00
10 Mathieu Serradori CENTURY 32:43:46 +02:33:42 00:15:00

Cornejo conquista segunda vitória no ano e Walkner assume liderança nas motos

José Ignacio Cornejo, da Honda, conquistou a vitória nas motos na terça-feira, enquanto Matthias Walkner, da KTM, capitalizou as dificuldades de Sam Sunderland para chegar à liderança geral. O trecho foi dominado pela equipe de fábrica, com o vencedor deste ano e o de 2020, Ricky Brabec, trocando o primeiro lugar ao longo do dia.

Cornejo manteve a vantagem inicial após o primeiro waypoint em 40 km, mas foi rapidamente ultrapassado por Brabec na moto irmã CRF 450 Rally. O piloto de 30 anos construiu uma pequena lacuna para si mesmo até o quarto waypoint, mas não conseguiu evitar que o chileno o ultrapassasse.

Brabec ainda caiu para o terceiro lugar no dia, atrás de Kevin Benavides, após perder tempo nos 86 km finais. O vencedor do Dakar de 2018, Walkner, nunca esteve na disputa por um pódio, mas acabou a apenas 2m06s do líder em quarto, conquistando a liderança geral.

O austríaco aproveitou uma exibição difícil para o antigo detentor da ponta, Sunderland, que terminou a mais de oito minutos do ritmo em 14º depois de abrir a estrada com a sua GasGas.

Top 10 do Dakar 2022 após a nona etapa - Motos

Pos. Piloto Equipe Tempo Diferença
1 Matthias Walkner KTM 30:14:03  
2 Sam Sunderland GasGas 30:16:15 +00:02:12
3 Adrien van Beveren YAMAHA 30:17:59 +00:03:56
4 Pablo Quintanilla HONDA 30:18:44 +00:04:41
5 Kevin Benavides KTM 30:24:25 +00:10:22
6 Joan Barreda HONDA 30:25:00 +00:10:57
7 Lorenzo Santolino SHERCO FACTORY 30:40:57 +00:26:54
8 Stefan Svitko KTM 30:41:55 +00:27:52
9 Jose Ignacio Cornejo HONDA 30:46:33 +00:32:30
10 Andrew Short YAMAHA 30:49:02 +00:34:59

Editor revela BASTIDORES da cobertura ESPECIAL no GP DE SÃO PAULO: "Band ABRAÇOU a F1"

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações para ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #156 - Mariana Becker traz bastidores de Verstappen x Hamilton na F1 2021

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
Dakar: Marcelo Medeiros chega em 2º nos quadriciclos
Artigo anterior

Dakar: Marcelo Medeiros chega em 2º nos quadriciclos

Próximo artigo

Dakar: Marcelo Medeiros está em sétimo na geral dos quads

Dakar: Marcelo Medeiros está em sétimo na geral dos quads