Toyota se coloca na obrigação de vencer Dakar em 2019

compartilhar
comentários
Toyota se coloca na obrigação de vencer Dakar em 2019
Por:
6 de jan de 2019 14:05

Para diretor da equipe, Glyn Hall, não ter uma equipe de fábrica da Peugeot no maior rali do mundo traz obrigação de vitória histórica de marca japonesa

Os carros da Toyota terminaram como os melhores atrás dos Peugeot nas últimas duas edições do Dakar, com os pilotos Nasser Al-Attiyah e Giniel de Villiers fazendo o pódio atrás do vencedor Carlos Sainz no ano passado.

E agora que a Peugeot retirou sua equipe de fábrica do rali, o diretor da equipe, Glyn Hall, está convencido de que sua equipe deve aproveitar a chance na competição de 2019, que começa nesta segunda-feira.

"No ano passado nosso objetivo também foi vencer, mas este ano nós temos que conseguir", disse Hall ao Motorsport.com.

“Temos um bom carro, bons pilotos, o mesmo time do ano passado. É uma continuidade positiva.”

“Tivemos duas chances de vencer [em 2018], mas terminamos em segundo e terceiro. Este ano devemos conseguir.”

Al-Attiyah e de Villiers voltarão a ter uma parceria com o terceiro piloto Bernhard ten Brinke, que também correu na frente no ano passado e conquistou uma vitória de estágio.

A Toyota competirá contra a equipe X-raid Mini, que contratou três pilotos vindos da Peugeot para guiar seus veículos, assim a equipe privada da Peugeot, a PH Sport terá Sebastien Loeb.

"Esperamos poder fazer um trabalho muito bom, precisamos dar à Toyota o primeiro lugar que eles ainda não conseguiram", disse o campeão de 2009 Villiers ao Motorsport.com.

“Temos a mesma pressão que no ano passado com a Peugeot, acho que podemos ter uma chance ligeiramente maior de vencer agora que não há equipe oficial, mas será uma corrida difícil. A equipe que cometer menos erros vai ganhar.”

Al-Attiyah, que venceu com a Volkswagen em 2011 e Mini em 2015, diz que é encorajado pela prevalência de dunas de areia na rota em todo o Peru em 2019.

“No ano passado, tivemos uma boa chance de vencer, mas tivemos um problema mecânico. A Peugeot tinha quatro carros e todos ajudavam uns aos outros”, disse ele.

“Este ano vamos tentar dar à Toyota um primeiro lugar histórico no Dakar. Este é o Dakar que eu mais gosto, com 70% do percurso nas dunas.”

De acordo com Hall, a equipe fez apenas pequenas alterações no Hilux que disputou o evento de 2018.”

"A base é a mesma", disse ele. “Nós mudamos o sistema de resfriamento. Trabalhamos muito na suspensão e nos amortecedores, deixamos o carro mais confortável para os pilotos, porque o assento deles era muito alto.”

“Temos um restritor de ar que é 1 mm mais estreito do que em 2018, o que implica em 5% menos potência, mas mudamos um pouco as características do motor.”

#302 Toyota Gazoo Racing SA: Giniel De Villiers, Dirk Von Zitzewitz

#302 Toyota Gazoo Racing SA: Giniel De Villiers, Dirk Von Zitzewitz

Photo by: Toyota Gazoo Racing South Africa

Next article
Conheça a rota do Dakar 2019

Previous article

Conheça a rota do Dakar 2019

Next article

Conheça Nicola Dutto, primeiro piloto paraplégico do Dakar

Conheça Nicola Dutto, primeiro piloto paraplégico do Dakar
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Dakar
Pilotos Giniel de Villiers , Nasser Al-Attiyah
Equipes Gazoo Racing
Autor Sergio Lillo
Be first to get
breaking news