Últimas notícias

Dakar tem recorde de mulheres inscritas em edições sul-americanas

Maior rali do mundo contará com 17 representantes do sexo feminino, maior número desde que a América do Sul começou a abrigar o evento

Laia Sanz, KTM Factory Team

Laia Sanz, KTM Factory Team

Red Bull Content Pool

O Dakar 2019 virá 17 mulheres enfrentando as dunas gigantes do Peru durante 10 etapas, com partida e chegada em Lima. A edição representa o maior número de inscritas desde que o rali cruzou o Atlântico e se instalou na América do Sul.

Nas motocicletas, seis competidoras começarão suas batalhas no dia 7 de janeiro. Laia Sanz continua sendo o ponto de referência para todas elas, após o nono lugar de 2015 e depois de completar os oito ralis em que participou (foi 12ª em 2018), embora prejudicada fisicamente, a catalã vem depois de problemas de saúde nos últimos meses.

Duas delas estarão na categoria Original e estarão vivendo o Dakar à maneira antiga e tentar fazer história ao se tornar a primeira mulher a terminar o rali sem assistência: a espanhola Sara García e a russa Anastasiya Nifontova, que já participou em 2017.

Nos quadriciclos, a boliviana Suany Martinez estará presente pelo terceiro ano consecutivo, com o objetivo de terminar em primeiro lugar.

Martinez vai ser a única representante do sexo feminino na categoria de quadriciclos, uma vez que o tcheca Olga Rouckova passou para as UTVs, em que participará de uma das duas equipas 100% do sexo feminino, com Annett Fischer e Andrea Peterhansel.

Nos carros, a espanhola Cristina Gutiérrez tentará continuar fazendo o seu caminho no rali, depois de terminar seus dois primeiros Dakar, enquanto a paraguaia Andrea Patricia Lafarja fará sua estreia e a peruana Fernanda Kanno voltará, após ter abandonado em 2018. A italiana Elena Foi será co-piloto no #428, como assistência de Nicola Dutto.

Na nova subcategoria UTV Open, dentro dos carros, um total de quatro mulheres estão presentes, com destaque para a equipe 100% feminina da franco-italiana Camelia Liparoti e a espanhola Rosa Romero.

Nos caminhões, Elisabert Hendrick e Florence Deronce representarão o sexo feminino pela categoria no Dakar 2019.

Be part of Motorsport community

Join the conversation
Artigo anterior Sainz diz que Alonso poderia andar bem no Dakar
Próximo artigo Ex-mecânico de Sainz, Steiner elogia bicampeão de rali

Top Comments

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Sign up for free

  • Get quick access to your favorite articles

  • Manage alerts on breaking news and favorite drivers

  • Make your voice heard with article commenting.

Motorsport prime

Discover premium content
Assinar

Edição

Brasil