Dakar Dakar

Dramas no Dakar: cai a diferença dos líderes e Moraes para três vezes no dia

Loeb reduziu para 13 minutos a vantagens de Sainz. Lucas leva sustos mas volta para a corrida

Lucas Moraes

A dois dias do encerramento, a edição 2024 do Rally Dakar passou por momentos de tensão na briga pelas posições de pódio. Faltando 655km para o final da corrida, a dupla formada pelo francês Sebastian Loeb e o belga Fabian Lurquin (Prodrive Hunter) reduziu para apenas 13min22s a diferença em relação aos líderes, os espanhóis Carlos Sainz e Lucas Cruz (Audi RS Q e-tron E2).

O clima no acampamento, no meio do deserto da Arábia Saudita, esquentou: não fosse a punição de 15 minutos imposta a Loeb na quinta especial, o Dakar teria novo líder ao final da 10ª especial, disputada hoje, com percurso de 371km na região de Al Ula.

Leia também:

Outro drama foi vivido pelo brasileiro Lucas Moraes, que tem navegação do espanhol Armand Monleón no modelo GR DKR Hilux da equipe Toyota Gazoo Racing:

“Tivemos dois pneus furados em momentos diferentes. Isso nos atrasou bastante. Deu aquele frio na barriga, porque estamos lutando para tentar o pódio. Então, de repente, faltando dez quilômetros dos 371km da especial, o motor apagou. Sem aviso, nem nada. Foi um susto. Mas conseguimos fazer funcionar e voltamos pra corrida. Foi um alívio”, detalhou Lucas Moraes.”Sobrevivemos”

Com os problemas, o brasileiro oscilou bastante na classificação da especial de hoje na categoria Carros, a principal. Mas terminou em 12º.

“Ficamos no lucro”, diz ele. “Sobrevivemos. Mas o Dakar é assim mesmo. Não tem dia de maré mansa. Agora, nosso foco é continuar defendendo a posição que ocupamos na classificação acumulada, o terceiro lugar".

"E tentar avançar caso algum dos carros que estão na frente tenha um problema mais complicado de resolver e que tome muito tempo. Isso aconteceu com a gente, quando capotamos e precisamos de ajuda para virar o carro. Aqui, todo mundo está sujeito a imprevistos todos os dias”, completou.

Os líderes Sainz e Loeb também tiveram problemas de pneus: “Eu esperei o Mattias (Ekstrom, outro piloto da Audi) me trazer os pneus para trocar. Tivemos dois furos – e só”, disse o espanhol líder do Dakar.

Loeb ficou bem mais irritado: “Furamos dois pneus, mas o que nos atrapalhou mais foi ter que levar o carro a um lugar onde pudéssemos levantá-lo, pois o macaco não encaixava mais. Também, a Makita (máquina de tirar porcas das rodas) não tinha bateria. Isso não pode acontecer. Perdemos uns 15 minutos por isso”, reclamou.

Os vencedores da etapa de hoje na categoria Carros foram os franceses Guerlain Chicherit e Alex Winnocq, com um Toyota Hilux Overdrive.

DRUGOVICH e BORTOLETO na mesma equipe de F1? Brasileiros falam sobre 2024 e ALÉM na ASTON e McLAREN

Norris na RBR? Sainz? Albon e franceses no centro dos rumores da F1

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte do nosso canal no WhatsApp: clique aqui e se junte a nós no aplicativo!

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior Dakar: Chicherit vence estágio e Loeb e Moraes se aproximam de Sainz
Próximo artigo Baumgart e Andreotti têm seu melhor dia no Dakar e terminam entre os 8 mais velozes nos carros

Principais comentários

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil Brasil