"A desvantagem no campeonato não é o fim do mundo", diz Alonso

Com 36 pontos à frente do espanhol, segundo colocado, Vettel diz que só vai começar a fazer as contas em agosto

"A desvantagem no campeonato não é o fim do mundo", diz Alonso
Carregar reprodutor de áudio

Apesar de mais um final de semana em que abriu em relação aos rivais pelo título, ficando agora 36 pontos à frente de Fernando Alonso, Sebastian Vettel quer esperar até o meio do campeonato para começar a olhar com mais cuidado para a tabela.

“Não estou muito preocupado com os números antes de agosto. Nesse estágio, é uma questão de ir passo a passo e tentar maximizar o resultado a cada corrida. Se tivermos a chance de ir bem,  temos de usar isso e foi o que aconteceu”, destacou.

Alonso também não demonstra preocupação com o fato do rival estar escapando no campeonato e lembra que perdeu ano passado mesmo tendo uma vantagem menor – e com menos provas para o final.

“Depois de um final de semana difícil, conseguimos terminar em segundo, o que foi um bom resultado. Só precisamos terminar na frente de Sebastian, esse é o objetivo para as próximas corridas. A diferença em relação a Sebastian aumentou, mas ano passado, tinha 49 pontos de vantagem em agosto e ela se dissipou em algumas corridas. Sabemos que a desvantagem que temos agora não é o fim do mundo, mas temos de começar a diminuir essa diferença.”

Faltam 12 provas para o final do campeonato, com 300 pontos em jogo. Após a tradicional pausa de agosto, serão nove etapas para a decisão.

Alonso aproveitou para elogiar a atuação do rival até aqui: em sete corridas, foram três vitórias, dois segundos lugares e dois quartos. “Sebastian tem feito um trabalho perfeito nestas sete primeiras corridas e provou isso novamente aqui. Ele mereceu a vitória. Precisamos fazer um trabalho melhor para tentar batê-lo.”

compartilhar
comentários
Qual foi o grande destaque do GP do Canadá para você?
Artigo anterior

Qual foi o grande destaque do GP do Canadá para você?

Próximo artigo

Massa se mostra confiante com renovação de contrato

Massa se mostra confiante com renovação de contrato
Carregar comentários