Análise

ANÁLISE: Calendário da F1 para 2024 melhora em relação a 2023, mas ainda há 'falhas'

Categoria fala em aprimoramentos logísticos e mais sustentabilidade nas emissões de carbono, mas algumas sequências de corridas continuam sem muito sentido...

National flags in the infield

Na manhã desta quarta-feira, a Fórmula 1 anunciou seu calendário para a temporada 2024, com destaque para três corridas realizadas aos sábados, além da ida do GP do Japão para o mês de abril -- em 2023, a prova de Suzuka será em setembro.

Etapa GP Circuito Datas de 2024
1 Bahrein Sakhir 2 de março
2 Arábia Saudita Jeddah 9 de março
3 Austrália Albert Park, Melbourne 24 de março
4 Japão Suzuka 7 de abril
5 China Xangai 21 de abril
6 Miami  Miami Circuit 5 de maio
7 Emilia Romagna  Ímola 19 de maio
8 Mônaco Monte Carlo 26 de maio
9 Canadá Gilles Villeneuve 9 de junho
10 Espanha Barcelona 23 de junho
11 Áustria Red Bull Ring 30 de junho
12 Grã-Bretanha Silverstone 7 de julho
13 Hungria Hungaroring 21 de julho
14 Bélgica Spa-Francorchamps 28 de julho
15 Holanda Zandvoort 25 de agosto
16 Itália Monza 1º de setembro
17 Azerbaijão Baku Circuit 15 de setembro
18 Singapura Marina Bay 22 de setembro
19 Estados Unidos Circuito das Américas (Austin, Texas) 20 de outubro
20 México Hermanos Rodríguez 27 de outubro
21 São Paulo Interlagos 3 de novembro
22 Las Vegas Las Vegas Strip Circuit 23 de novembro
23 Catar Losail 1º de dezembro
24 Abu Dhabi Yas Marina 8 de dezembro

No caso dos GPs aos sábados, dois 'fatos novos': as etapas de Bahrein e Arábia Saudita 'saindo' do domingo por causa do Ramadã -- a outra rodada, Las Vegas, já havia confirmado que teria sua disputa principal no sábado à noite, com o horário da corrida noturna sendo um grande atrativo.

Etapa GP Circuito Data de 2023
1 Bahrein Sakhir 5 de março
2 Arábia Saudita Jeddah 19 de março
3 Austrália Albert Park, Melbourne 2 de abril
4 Azerbaijão Baku Circuit 30 de abril
5 Miami Miami Circuit 7 de maio
6 Mônaco Monte Carlo 28 de maio
7 Espanha Barcelona 4 de junho
8 Canadá Gilles Villeneuve 18 de junho
9 Áustria Red Bull Ring 2 de julho
10 Grã-Bretanha Silverstone  9 de julho
11 Hungria Hungaroring 23 de julho
12 Bélgica Spa-Francorchamps 30 de julho
13 Holanda Zandvoort 27 de agosto
14 Itália Monza  3 de setembro
15 Singapura Marina Bay  17 de setembro
16 Japão Suzuka  24 de setembro
17 Catar Losail 8 de outubro
18 Estados Unidos Circuito das Américas (Austin, Texas) 22 de outubro
19 México Hermanos Rodríguez 29 de outubro
20 São Paulo Interlagos  5 de novembro
21 Las Vegas Las Vegas Strip Circuit 18 de novembro
22 Abu Dhabi Yas Marina 26 de novembro

De todo modo, quais são os principais aspectos a se ponderar em relação ao calendário da F1 -- categoria cujo discurso tanto exalta a própria preocupação ambiental -- para o ano que vem? É o que o Motorsport.com destaca nos tópicos abaixo. Confira:

O editor recomenda:

'Primeiro stint' faz mais sentido

Em 2024, a elite global do esporte a motor também começará seu campeonato no Oriente Médio e partirá para a Austrália, mas, diferentemente de 2023, quando a F1 deixou a Oceania rumo à Eurásia para o GP do Azerbaijão, no ano que vem o destino será o Japão, mais próximo geograficamente.

Além disso, a ida da prova de Suzuka para abril também é um ponto positivo do ponto de vista climático: basta lembrar das fortes chuvas que caem no país asiático no fim do ano. O continente, aliás, também é palco da etapa seguinte, na China, nação que enfim volta ao calendário em 2024.

Canadá na data errada? (de novo?)

Após as corridas supracitadas, a F1 deixa o lado oriental do globo rumo a Miami. Seria o gancho para eventos norte-americanos sucessivos: no caso, especialmente o Canadá. Mas não, a categoria volta para o 'meio do mundo' para os GPs em Ímola e Barcelona e depois volta para Montreal.

De Montreal, retorna novamente para a Europa para a sequência no Velho Continente anterior ao recesso da F1 em agosto. Não faria mais sentido encaixar a prova canadense após a Flórida? De todo modo, sabe-se que os promotores locais têm suas datas de preferência, o que pode ser a explicação.

Em alguns casos, isso inclusive está previsto no contrato. De qualquer forma, por que a rodada do circuito Gilles Villeneuve deveria ser depois de Miami, e não Austin ou México? Pois Texas está 'colada' no GP latino-americano, que abre caminho para a vinda da F1 ao Brasil. A trinca faz sentido.

Azerbaijão na data certa. Mas e Singapura?

Em 2023, a rodada de Baku foi realizada entre Austrália e Flórida. Em 2024, será disputada após Monza e antes de Singapura, servindo como 'transição' da Europa para Marina Bay. Esta, porém, não deveria estar na primeira 'perna' asiática? Ou colocá-la perto da 'final' em Abu Dhabi, como o Catar?

Não faz muito sentido sair do Azerbaijão rumo à cidade-estado para depois ir para o Texas. Porém, Singapura é um dos GPs que mais pagam à F1 para estar no calendário, então o contrato também deve estipular uma data para Marina Bay. É o caso de Yas Marina, que é a 'final' por certo$ motivo$.

Vegas...

Assim como em 2023, 2024 terá uma sequência derradeira meio estranha: saindo Singapura, vai para a trinca de Austin, México e Interlagos, para depois voltar para os Estados Unidos, em Las Vegas, para enfim partir para Catar e Abu Dhabi. Não faz mais sentido ter o GP em Nevada antes do Texas?

Quem desbancaria Verstappen na Red Bull?

Quer fazer parte de um seleto grupo de amantes de corridas, associado ao maior grupo de comunicação de esporte a motor do mundo? CLIQUE AQUI e confira o Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube. Nele, você terá acesso a materiais inéditos e exclusivos, lives especiais, além de preferência de leitura de comentários durante nossos programas. Não perca, assine já!

Podcast Motorsport.com debate caos dos limites de pista na Áustria: qual a solução?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior Podcast #237 – Limites de pista arruinaram fim de semana da F1 na Áustria?
Próximo artigo F1: Mick Schumacher completa teste com McLaren em Portimão

Principais comentários

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil Brasil