Análise técnica de Giorgio Piola
Assunto

Análise técnica de Giorgio Piola

ANÁLISE: Detalhes técnicos da "batalha das asas traseiras" entre Red Bull e Mercedes

Rivais pelo título apresentam configurações diferentes em busca de mais downforce e pouco prejuízo nas retas

ANÁLISE: Detalhes técnicos da "batalha das asas traseiras" entre Red Bull e Mercedes

Um dos aspectos que definem a batalha pelo título da Fórmula 1 entre Red BullMercedes este ano foi a escolha da asa traseira feita pelas duas equipes. Em vários GPs, os times - e até mesmo os pilotos - optaram por seguir direções diferentes.

Tem sido um ato de equilíbrio entre optar por uma solução de mais downforce que é melhor nas curvas, mas prejudicial nas retas, ou tirar o arrasto e esperar que o aumento de velocidade neutralize quaisquer negativos.

Leia também:

O GP da Grã-Bretanha do último fim de semana foi único em como a abordagem era diferente para todos, com os quatro pilotos da Red Bull [+ AlphaTauri] e da Mercedes fazendo coisas ligeiramente diferentes.

Muito disso se resume a quão confortável cada piloto fica em reduzir os níveis de downforce, isso geralmente é algo que eles decidem durante os treinos livres.

Mercedes W12 rear wing comparison

Mercedes W12 rear wing comparison

Photo by: Uncredited

Na Mercedes, a divisão começou logo no TL1, com Lewis Hamilton escolhendo uma asa traseira de arrasto inferior combinada com uma peça em T, enquanto Valtteri Bottas experimentou um arranjo de força ligeiramente maior, mas sem o componente em T.

Enquanto os dois pilotos eventualmente optaram pela configuração da asa traseira com menor downforce, o lado de Bottas na garagem optou por um Gurney na borda posterior do flap superior.

Isso terá ajudado em termos de equilíbrio, especialmente durante as mudanças de direção. No entanto, o custo é uma pequena quantidade a mais de arrasto, que aparece nos números do radar de velocidade quando você compara os dois pilotos.

Mercedes W12 rear wing comparison

Mercedes W12 rear wing comparison

Photo by: Uncredited

A Red Bull fez configurações semelhantes também para Max Verstappen. Enquanto a equipe austríaca finalmente se comprometia com uma solução de força aerodinâmica maior que a deixava mais lenta nas retas, o holandês tentou aumentar a velocidade enquanto se preparava para sacrificar algum equilíbrio.

Em comparação com a asa de Hamilton com toda a aba do Gurney removida, a RBR sentiu que isso seria prejudicial demais, e tiraram apenas a parte externa do componente.

Sergio Pérez, entretanto, manteve a peça completa, enquanto continuava a se familiarizar com o RB16B e tecnicamente tinha menos downforce geral como consequência de estar atrás nas atualizações, como mencionado anteriormente (ambos os pilotos tinham asas sem o mais complexo endplate).

Red Bull RB16B rear wing comparison

Red Bull RB16B rear wing comparison

Photo by: Uncredited

O abandono do mexicano na corrida sprint abriu as portas para a equipe fazer mudanças e largar dos boxes. O carro de Pérez foi então equipado com uma asa traseira ainda mais baixa do que a de Verstappen, com a borda de arrasto cortada ainda mais na seção externa, em uma tentativa de tentar ajudá-lo a ultrapassar outros carros.

Este é um projeto que está em uso desde o GP do Azerbaijão, com a equipe tendo-o testado brevemente, mas decidindo que não cumpria seus requisitos. No entanto, a diferença entre a asa usada por Sergio e a testada em Baku foi mais uma vez um flap de Gurney, adicionado para aumentar o equilíbrio nas curvas de alta velocidade.

Red Bull RB16B low downforce rear wing comparison

Red Bull RB16B low downforce rear wing comparison

Photo by: Uncredited

Red Bull antecipa AÇÃO DRÁSTICA pós-BATIDA com Hamilton e clã Verstappen escancara REVOLTA com Wolff

Assine o canal do Motorsport.com no Youtube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like (joinha) nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

PODCAST: Como fica o campeonato após guerra declarada entre Verstappen e Hamilton?

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1 - Horner: É "inaceitável" que chefes de equipe façam lobby com comissários

Artigo anterior

F1 - Horner: É "inaceitável" que chefes de equipe façam lobby com comissários

Próximo artigo

F1: McLaren terá atualizações na Hungria para luta contra Ferrari

F1: McLaren terá atualizações na Hungria para luta contra Ferrari
Carregar comentários