Andretti: militância de Hamilton cria problema que não existe

compartilhar
Andretti: militância de Hamilton cria problema que não existe
Por:

Lenda do automobilismo diz que não gosta de política se misturando com esporte e questiona a necessidade de britânico usar a Fórmula 1 como plataforma de protesto quando ele "sempre foi aceito"

Lewis Hamilton, único piloto negro na F1, e Bubba Wallace, o único piloto negro da NASCAR, se tornaram ícones em seu apoio ao movimento Black Lives Matter e encontraram apoio dos órgãos que dirigem suas respectivas categorias.

Falando ao jornal chileno El Mercurio, a lenda do automobilismo mundial Mario Andretti disse: “Eu gostaria que a política não se misturasse com o esporte. Há um momento e um lugar para expressar suas opiniões. O que aconteceu na NASCAR com Bubba Wallace ficou maior do que deveria ser.”

Leia também:

“O que parecia ser uma situação terrível finalmente não foi. Era desproporcional e sem razão. Isso acontece quando você pensa em política antes de qualquer outra coisa.”

Questionado sobre os esforços de Hamilton para chamar a atenção para a questão, que incluiu pedidos públicos para a FIA aumentar a diversidade racial dentro do esporte, Andretti respondeu: "É a mesma coisa. Tenho muito respeito por Lewis, mas por que se tornar um militante? Ele sempre foi aceito e conquistou o respeito de todos.”

“Eu acho que tudo isso é pretensioso. E está criando um problema que não existe.”

“Pintar o carro de preto, como a Mercedes fez este ano, abandonando sua pintura tradicional... eu não sei se é bom.”

“Eu conheci pilotos de diferentes origens, raças e sempre os recebi de braços abertos. No automobilismo, não importa de que cor você é, você precisa conquistar seu lugar com resultados, e é o mesmo para todos.”

Sobre a escassez de pilotos negros nas corridas, Andretti disse: “Sim, eles são uma minoria, mas não é porque não são bem-vindos.”

“Não sei como explicar, mas já existem pilotos negros na Indy, NASCAR e sempre foram bem-vindos. Sou até amigo de alguns deles até hoje.”

"Eu não sei o que está errado. Sim, talvez haja pouca diversidade, mas não é porque eles são discriminados. Essa é a questão."

Hamilton respondeu aos comentários de Andretti nas redes sociais.

“Isso é decepcionante, mas infelizmente é uma realidade que algumas das gerações mais velhas, que ainda hoje têm voz, não conseguem sair do seu próprio caminho e reconhecem que há um problema. Novamente, isso é pura ignorância, mas isso não vai me impedir de continuar pressionando por mudanças. Nunca é tarde para aprender e espero que esse homem que eu sempre respeitei possa dedicar algum tempo para se educar."

RETA FINAL: Hamilton merece as críticas que recebe? Eric Granado comenta volta de MotoGP e MotoE

PODCAST: Guerra de bastidores na F1 e entrevista com Igor Fraga

 

Dobradinha Indy/NASCAR no 4 de julho não terá público em Indianápolis

Artigo anterior

Dobradinha Indy/NASCAR no 4 de julho não terá público em Indianápolis

Próximo artigo

NASCAR lança canal próprio no Motorsport.tv

NASCAR lança canal próprio no Motorsport.tv

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1 , IndyCar , NASCAR , NASCAR Cup
Autor David Malsher