Cléber Machado revela bastidores de narração icônica entre Rubinho e Schumacher, que completa 20 anos

Equipe do Motorsport.com recebe narrador em data lembrada por grande parte dos fãs do Brasil

Carregar reprodutor de áudio

Em 12 de maio de 2002, o Brasil assistia Rubens Barrichello dominar o fim de semana do GP da Áustria de Fórmula 1 com a Ferrari até os últimos instantes, quando deixou o seu então companheiro de equipe, Michael Schumacher, pegar a primeira posição, gerando uma das mais polêmicas imagens da história do automobilismo.

Leia também:

A narração desse GP, pela voz de Cléber Machado, também entrou para história. Quem não lembra do "Hoje não, hoje não... hoje sim".

Por causa disso, o Motorsport.com recebe o jornalista hoje, nos 20 anos do episódio, para lembrar os bastidores do dia que a ordem da Ferrari custou caro demais ao brasileiro, mas foi protagonista de um dos primeiros memes da internet.  

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações para ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

PODCAST #177 - Red Bull 'roubou' status de favorita ao título da Ferrari?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

 

 

compartilhar
comentários
Verstappen diz que trecho de pista de Miami não era adequado para carros de F1
Artigo anterior

Verstappen diz que trecho de pista de Miami não era adequado para carros de F1

Próximo artigo

"Choque tão grande para ele quanto para mim", diz Rubinho sobre narração de Cléber Machado em marmelada da Ferrari pró-Schumi

"Choque tão grande para ele quanto para mim", diz Rubinho sobre narração de Cléber Machado em marmelada da Ferrari pró-Schumi
Carregar comentários