Após fiasco no GP da Bélgica, F1 propõe mudanças na pontuação de corridas encurtadas; confira

Reunião da categoria determinou sistemas diferentes de acordo com distância percorrida, que devem ser aprovados pelo Conselho Mundial do Esporte a Motor

Após fiasco no GP da Bélgica, F1 propõe mudanças na pontuação de corridas encurtadas; confira
Carregar reprodutor de áudio

A partir de agora, nas corridas interrompidas antes do previsto na Fórmula 1, os pilotos receberão menos pontos do que nas provas normais. Nesta segunda-feira (14), a reunião da comissão da categoria publicou uma decisão sobre novas pontuações para os casos em que o GP acabar abruptamente, como foi na Bélgica em 2021.

Esse evento específico gerou muitas críticas, já que não houve disputa em Spa-Francorchamps por conta da chuva - todos apenas mantiveram suas posições no grid - e foram concedidos metade dos tentos normais. Max Verstappen, o vencedor, recebeu 12,5 em vez de 25 e assim em diante. Essa foi a prova mais curta da história, com apenas algumas voltas sob o safety car para garantir sua realização.

Leia também:

Após a reação negativa dos fãs, a FIA mudou as regras em torno de etapas encurtadas, sem pontos atribuídos a menos que um mínimo de duas voltas tenham sido concluídas pelo líder sem carro de segurança ou safety car virtual – o que significa que o GP da Bélgica do ano passado teria sido zerado.

Com as novas diretrizes, caso o primeiro colocado tenha percorrido mais de dois giros, mas menos de 25% da distância planejada, o seguinte esquema será utilizado para o top 5:

Posição Pontos
6
4
3
2
1

Se o líder percorrer mais de 25%, mas menos de 50% da distância planejada, o seguinte esquema será utilizado para o top 9:

Posição Pontos
13
10
8
6
5
4
3
2
1

Por fim, se o líder percorrer mais de 50%, mas menos de 75% da distância planejada, o seguinte esquema será utilizado para o top 10:

Posição Pontos
19
14
12
9
8
6
5
3
2
10º 1

Caso o líder tiver complete 75% da distância originalmente planejada, os dez primeiros receberão a pontuação padrão (25-18-15-12-10-8-6-4-3-2-1).

Essas mudanças ainda precisam ser aprovadas pelo WMSC (Conselho Mundial do Esporte a Motor) e podem haver modificações na decisão final, mas a expectativa é de que não haja problemas com isso e elas se tornem oficiais em breve.

F1: MCLAREN 'imita' Aston Martin e lança carro REAL de 2022, com esquema de cores INOVADOR; confira

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações para ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #161: O que aprovamos e reprovamos para temporada 2022 da F1

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1 define Brasil e mais duas Sprints e distribui mais pontos no evento
Artigo anterior

F1 define Brasil e mais duas Sprints e distribui mais pontos no evento

Próximo artigo

F1: FIA 'recua' e ainda não divulga plano de reestruturação após GP de Abu Dhabi de 2021

F1: FIA 'recua' e ainda não divulga plano de reestruturação após GP de Abu Dhabi de 2021