Briatore descreve situação de Alonso: é como Messi sem time

Empresário do espanhol, italiano diz que McLaren precisa de uma revolução para manter bicampeão na equipe

Briatore descreve situação de Alonso: é como Messi sem time
President of Azerbaijan Ilham Aliyev and First Lady Mehriban Aliyeva, Flavio Briatore
Danny Sullivan, FIA Steward, Flavio Briatore
Fernando Alonso, McLaren MCL32
Fernando Alonso, McLaren MCL32
Fernando Alonso, McLaren MCL32
Fernando Alonso, McLaren MCL32
Fernando Alonso, McLaren, talks to his engineer
Fernando Alonso, McLaren
Fernando Alonso, McLaren

Desde 2015 na McLaren, Fernando Alonso tem tido dificuldades com a falta de competitividade do carro e do motor Honda. O piloto ainda não decidiu onde correrá em 2018, já que seu contrato com o time britânico termina neste ano.

Empresário do espanhol, Flavio Briatore, no entanto, diz que mudar para outra equipe só faria sentido se significasse ter um pacote competitivo.

"Você não quer também ir a algum time onde você não tenha chance de vencer", disse Briatore, que faz parte da equipe de gerenciamento de Alonso, ao Motorsport.com.

"Nós já fizemos isso. Um piloto precisa estar em uma equipe onde pelo menos tenha a possibilidade de lutar por pódios.”

"Eu acredito que a gestão da McLaren está se esforçando muito para ter uma situação melhor na equipe.”

"Se a McLaren puder ser competitiva... Fernando se sente muito bem na McLaren, honestamente. O time trabalhou muito bem conosco em Indianápolis, e nós apreciamos tudo isso.”

"Vamos ver em alguns meses. Antes das férias de verão, algo deve acontecer. Estamos trabalhando em conjunto com o gerenciamento da McLaren e estamos tentando encontrar uma solução.”

"Não é bom ver a McLaren nesta situação, não só pelo piloto, mas pela equipe. Eles precisam de uma revolução, eles precisam mudar, eles precisam ter um futuro. Não só para Fernando, mas para os funcionários.”

"É uma ótima equipe, um ótimo nome, é uma pena vê-los nessa situação".

"Imagine se Messi não tivesse clube para ir"

Para Briatore, Alonso ainda é o melhor piloto da F1. O ex-chefe da Benetton e da Renault comparou a busca do espanhol por um assento competitivo como se a super estrela do futebol, Lionel Messi, fosse deixado sem time.

"Por enquanto, temos um contrato com a McLaren, e precisamos respeitar o contrato até o final", acrescentou. "Do futuro ainda não sabemos, honestamente.”

"Para um piloto, é muito frustrante quando você começa uma corrida sabendo que precisa apenas decidir em que volta vai parar.”

"Fernando é um pouco como Messi. Ele ainda é o melhor. Imagine se Messi não tivesse clube para ir?”

"Infelizmente na F1, há apenas uma ou duas equipes que ganham corridas. No meu tempo, tínhamos três ou quatro equipes.”

"Fernando estava no meu time, fizemos a diferença com ele, ganhamos o campeonato. Não podemos esquecer que com a Renault que ganhamos o campeonato por causa da diferença feita por Fernando."

compartilhar
comentários
Force India leva maior atualização do ano em Silverstone
Artigo anterior

Force India leva maior atualização do ano em Silverstone

Próximo artigo

F1 considera uso de gamers para testar novas regras

F1 considera uso de gamers para testar novas regras
Carregar comentários