Brown exalta Ecclestone, mas crê na força do Liberty Media

Zak Brown, diretor executivo da McLaren, reconhece importância de Bernie Ecclestone para a Fórmula 1, mas acredita que o Liberty Media tem totais condições de administrar a categoria daqui para a frente

Brown exalta Ecclestone, mas crê na força do Liberty Media
Bernie Ecclestone and Zak Brown, Just Marketing International
Zak Brown, McLaren Executive Director
Bernie Ecclestone
Zak Brown, McLaren Executive Director with Donald Mackenzie, CVC Capital Partners Managing Partner, Co Head of Global Investments
Chase Carey, Formula One Group Chairman with Bernie Ecclestone and Christian Horner, Red Bull Racing Team Principal
Roger Federer, Tennis Player with Bernie Ecclestone

Na noite da última segunda-feira (23), a Fórmula 1 foi surpreendida com o anúncio do Liberty Media de que Bernie Ecclestone não seria mais o chefão da categoria, tendo Chase Carey como substituto. Após quase 40 anos nas mesmas mãos, agora a F1 se vê com novas pessoas no comando.

Para Zak Brown, diretor executivo da McLaren, reconhece o legado de Ecclestone, mas destaca que o Liberty Media tem todas as condições de comandar a categoria e levá-la para novos caminhos - e o time britânico está disposto a ajudar o grupo a explorar aspectos como o engajamento dos fãs.

“A F1 não seria do tamanho que é hoje sem a enorme contribuição de Bernie Ecclestone nas últimas décadas" disse Brown. Além disso, não consigo pensar em outra pessoa que tenha exercido tanta influência no crescimento de um esporte como ele teve."

“Será múito difícil manter o nível dele, mas a base criada por ele dá a Chase Carey e ao Liberty Media as condições para levar a F1 à frente e torná-la ainda maior e melhor. Nós da McLaren estamos prontos para ajudá-los - já estamos nos dando muito bem com os diretores do Liberty Media e estamos ansiosos para trabalhar com eles", afirmou.

“Como a F1 será 'maior e melhor'? Creio que a dica está no próprio nome do grupo. Na próxima década, espero que a F1 seja conduzida com mais liberdade e de modo mais amigável para os fãs. Além disso, esperamos ver uma nova geração de fãs chegando através do engajamento proporcionado pelas mídias sociais, por jogos e muito mais", acrescentou.

“O engajamento dos fãs é fundamental nos dias de hoje e está claro que o Liberty Media entende isso. Mas, como eu disse, devemos respeitar e celebrar a visão e o trabalho marcante de um homem chamado Bernie Ecclestone, agradecendo-o por tudo", completou.

compartilhar
comentários
Ross Brawn retorna à Fórmula 1 em novo papel

Artigo anterior

Ross Brawn retorna à Fórmula 1 em novo papel

Próximo artigo

Carey: F1 não cresceu o quanto podia e precisava de mudança

Carey: F1 não cresceu o quanto podia e precisava de mudança
Carregar comentários